É a “fé em Fátima” que garante a segurança aérea em Portugal

Até falta dinheiro para pagar o telefone de emergência em caso de tragédia. O alerta é dado pelo responsável do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes Aéreos que se queixa de que é a fé em Nossa Senhora de Fátima que garante a segurança aérea em Portugal.

Álvaro Neves, director do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA), queixa-se da falta de verbas e do sucessivo desinvestimento que os governos têm feito nesta entidade independente, mas que está sob tutela do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas.

Em entrevista à TSF, Álvaro Neves salienta que o Gabinete responsável pela prevenção e investigação de acidentes aéreos em Portugal está “estrangulado por um garrote até à inoperacionalidade”.

Estamos a falar da incapacidade de “cumprir as obrigações financeiras do dia-a-dia”, nomeadamente para pagar as contas das comunicações telefónicas, diz o director, assumindo que o GPIAA já ficou sem a linha de emergência para reportar acidentes durante três dias.

Neste momento, não haveria, por exemplo, capacidade financeira para suportar os custos de procurar a caixa negra de um avião, no fundo do mar, em caso de um acidente aéreo.

Álvaro Neves assume que o gabinete está incapaz de liderar uma investigação de um grande acidente aéreo em território nacional e critica os sucessivos governos que diz não terem feito o que lhes compete, “talvez por continuarem convencidos que a Nossa Senhora de Fátima nos livrará de um acidente grave”.

O director do GPIAA está certo de que, mais tarde ou mais cedo, Portugal sofrerá um acidente aéreo grave e se as coisas continuarem desta forma, não terá capacidade para responder à altura da situação.

Queixando-se de que há mais de “100 processos pendentes” e “uma enorme falta de meios humanos, materiais e financeiros”, Álvaro Neves nota que o governo actual cortou 40% do orçamento de 500 mil euros que já era “curto”.

Governo rejeita taxa adicional e garante segurança

Em cima da mesa, o responsável do GPIAA tem a proposta de criar uma nova taxa de 20 cêntimos a aplicar por cada bilhete de avião comprado para financiar a entidade e também para “um fundo de reserva para o Estado em caso de acidente grave”, como diz Álvaro Neves, queixando-se de não ter obtido qualquer resposta do anterior governo, nem do actual, à medida.

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, recusa “discutir taxas”, mas garante que os níveis de segurança da capacidade aeroportuária e transporte aéreo são os adequados, realçando o investimento feito pelo governo nestas áreas, conforme declarações recolhidas pela Lusa.

No mesmo tom, em declarações à TSF, o secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins, rejeita a criação desta taxa e garante que “não há falhas do sistema de segurança aeronáutica em Portugal”.

“Mais do que criar taxas, o governo está empenhado em investir, em realizar despesa no reforço dos meios de investigação, de prevenção e segurança”, afirma ainda o Secretário de Estado, sustentando que “isto é mais importante”.

“Nos últimos anos, tem havido um reforço da segurança e na prevenção de acidentes, através da implementação de um programa integrado de segurança do Estado Português”, garante também Oliveira Martins, destacando que as auditorias aos operadores aéreos aumentaram em cerca de 44%, em 2015.

“No último ano, aumentaram também as inspecções a aeronaves estrangeiras. Foram 272 aeronaves inspeccionadas”, detalha o Secretário de Estado.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Partido de Le Pen desviou 6,8 milhões de fundos europeus, segundo jornal francês

O partido francês de extrema-direita União Nacional (RN, sigla original), liderado por Marine Le Pen, terá desviado 6,8 milhões de euros de fundos do Parlamento Europeu, revela este domingo um inquérito policial noticiado pelo Le …

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …

Morreu o prefeito de São Paulo que venceu a covid-19, mas que perdeu a batalha para o cancro

O prefeito da cidade brasileira de São Paulo, Bruno Covas, morreu este domingo, aos 41 anos, vítima de cancro, segundo a imprensa brasileira e várias personalidades que nas redes sociais têm lamentado a sua morte. Bruno …

China não está a conseguir macacos de laboratório suficientes para responder à procura da comunidade científica

A proibição do comércio de animais selvagens e o crescimento da investigação científica estão a causar uma escassez de macacos de laboratório na China. A oferta cada vez menor de macacos de laboratório, amplamente usados em …

Câmara do Porto recusa hastear bandeira LGBT no dia contra a homofobia

A Câmara Municipal do Porto recusou hastear a bandeira LGBTI+ na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, data em que se assinala o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. Segundo o Público, a autarquia …

E se fosse possível passar um mês no Palácio de Buckingham? O preço não seria para qualquer bolso

Viver num palácio pode ser o sonho de muitos, mas não é para a carteira de qualquer um. Agora, já se sabe quanto custaria alugar, durante um mês, uma das casas reais mais conhecidas da …

Cavaco Silva considera que seria "chocante" PSD aprovar reforma das Forças Armadas

O ex-Presidente da República defende que é "um erro grave" a reforma das Forças Armadas que o ministro da Defesa pretende fazer, afirmando que seria para si "chocante" ver o PSD aprová-la. "Considero um erro grave …