Durão passou a “lobista” na CE, mas com pensão vitalícia de 18 mil euros

Durão Barroso perdeu os privilégios políticos na Comissão Europeia, depois de ter sido contratado pelo Goldman Sachs, mas mantém o direito a uma pensão vitalícia de 18 mil euros por mês que vai receber quando completar 65 anos.

O ex-presidente da Comissão Europeia passou a persona non grata na União Europeia, sendo agora classificado como “lobista” pelos representantes da instituição, mas isso não lhe retira o direito à pensão vitalícia que lhe é destinada depois de ter estado no cargo durante dez anos.

O El Mundo dá conta desse dado, num tom indignado, notando que Durão Barroso é “um lobista com direito a uma pensão pública vitalícia inalcançável para 99% dos cidadãos europeus“.

O diário fala do que define como o “generoso esquema da CE” que “gela o sangue” da maioria dos europeus e que dá a Durão o direito a receber 65% do salário (de 26 mil euros), que recebia enquanto presidente da CE, até 2018, no caso de o Goldman Sachs não lhe pagar qualquer ordenado.

Estamos a falar de 16.900 euros, valor que Durão terá abdicado, conforme apurou o jornal espanhol junto da Comissão Europeia.

Mas depois de completar 65 anos de idade, o ex-presidente terá ainda direito a receber, a título de pensão vitalícia, 70% do ordenado que auferia, ou seja, 18 mil euros, de acordo com as contas do mesmo jornal.

Actualmente com 60 anos, Durão Barroso tem sido muito contestado por ter aceite o cargo de conselheiro no Goldman Sachs e há já uma petição pública a apelar que perca o direito à referida pensão vitalícia.

O El Mundo trata de notar o momento de crise que abala, sobretudo, os países do Sul da Europa, com destaque para Portugal, para sublinhar que “o escândalo” da contratação de Durão pelo Goldman Sachs deve “servir para que a CE reveja as pensões douradas dos seus membros e, especialmente, quando têm já outros meios de vida privados mais que lucrativos”.

ZAP

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Ganham pouco enquanto são deputados e por isso têm que ter uma pensão vitalicia bem choruda.Nem a pensão deveriam ter direita com os vencimentos que auferem, esses vencimentos já têm a pensão incluída!

  2. Só querem saber do seu próprio umbigo. Esmifram as nossas algibeiras, permitem a usura e depois integram os Quadros dos usurários.

  3. Quando leio todos os comentarios anteriores só me leva a pensar como parte do ze povinho é triste e ignorante. Não que eu tenha grande simpatia pelo Durão Barroso mas apenas por ser Português. Será que os anteriores Presidentes foram melhores ou serão melhores que ele ? Seja como fôr foi um Português que presidiu bem ou mal a uma instituição de prestigio e agora oxalá tenhamos o Sr.Guterres que foi um bom comissários para as migrações e, como sabem, um péssimo primeiro ministro. Já agora aquele idiota Junker que teve as benesses que teve enquanto dirigiu as finanças do seu país. Fosse um outro elemento de um outro país e teria aquela deputada feito aquela triste cena? Só me espanta que uma parte dos imbecis portgueses faça coro com aqueles palhaços internacionais e só esteja preocupado se o Ronaldo é melhor do que o Messi. Enfim, somos o povo que somos e temos os estupoidos que temos.

  4. Afinal onde está o problema? O senhor Barroso terminou um cargo e como está certamente na vida ativa arranjou outro emprego e todo o mundo parece estar contra, pela minha parte acho normal, o que não está normal é esta pensão vitalícia que este senhor recebe assim como a generalidade dos políticos na mesma situação mas aqui não oiço nenhum revoltado contra tais reformas, no fundo é tudo uma seita de chulos fingindo defender uma ética mas na prática a ética deles são as chorudas reformas antes de tempo e mais do que injustificadas e se da outra ética que argumentam não está certo deveriam existir leis explicitas sobre o assunto mas como sobre isso também não lhes interessa porque hoje tu amanhã eu a coisa continua tal como está e vai-se falando de ética quando em causa estiver um adversário politico para eludir os mais desatentos, pobres fantoches!.

  5. O que está em causa não é o direito deste chulo oportunista, arranjar trabalho depois de sair de outro trabalho. Isso é um direito que lhe assiste e é inquestionável. O que está em causa é este chulo oportunista, vir a integrar o quadro duma entidade, comprovadamente mafiosa, cujo papel que assumiu no desencadear da crise económica e financeira mundial é amplamente conhecido, reconhecido e provado. Por outro lado, esta seita mafiosa chamada Goldman Sachs, tem interesses que entram em conflito com os interesses e principios da UE, ora, o que está em causa é, basicamente, o conflito de interesses que podem ser protagonizados por este chulo oportunista, visto conhecer, e bem, os grupos, na UE, susceptíveis de poder mover influências e, desse modo, prejudicar (mais um bocadinho) a Europa.
    Sinceramente, deste chulo oportunista, nunca esperei, nem espero, nada de bom.

Boris responsabiliza Irão por ataque a petrolífera saudita

Boris Johnson diz que o país atribui ao Irão, "com muito alto grau de probabilidade, os ataques à gigante petrolífera saudita". O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, acusou esta segunda-feira o Irão de ser, muito provavelmente, responsável …

41 países comprometem-se com iniciativa "Clima e Qualidade do Ar"

A iniciativa "Clima e Qualidade do Ar", apresentada na véspera da Cimeira da Ação Climática, propõe alcançar até 2030 uma qualidade do ar saudável e a harmonização das políticas de luta contra as alterações …

Reino Unido. Trabalhistas querem abolir ensino privado se forem Governo

O Partido Trabalhista britânico compromete-se a abolir o ensino privado no Reino Unido caso venha a formar Governo. O plano do partido liderado por Jeremy Corbyn implica nacionalizar e integrar no sistema educativo público todas …

Rio acusa PS de se comportar como "dono disto tudo" (e diz que também tem um "Centeno")

No último debate a dois antes das legislativas de 6 outubro, os líderes do PSD e PS trocaram esta segunda-feira críticas - em tom leve e cordial -, recordando telhados de vidro de cada força …

Em decisão histórica, partidos árabes recomendam Gantz como primeiro-ministro de Israel

O Presidente de Israel, Reuven Rivlin, iniciou este domingo as suas consultas para a formação de um novo Governo. A Lista Conjunta, uma coligação que reúne os principais partidos árabes do país (Balad, Hadash, Ta’al …

Tancos. Azeredo Lopes teve "exercício perverso" de funções públicas, diz Ministério Público

O Ministério Público (MP) já terá terminado a acusação do caso de Tancos, na qual sustenta que o antigo ministro da Defesa Azeredo Lopes soube de toda a encenação, tendo ainda tentado tirar louros políticos …

Salário de 273 mil euros brutos anuais para Varandas revolta accionistas do Sporting

Um grupo de acionistas do Sporting fez chegar ao presidente da Mesa da Assembleia Geral (AG) da Sporting SAD, Bernardo Ayala, um pedido em que exige a retirada da proposta de aumento salarial para o …

Eleições na Madeira. A noite em que quem perdeu ganhou e quem ganhou perdeu

Depois de 43 anos de poder absoluto, o PSD perdeu este domingo pela primeira vez a maioria do parlamento da Madeira. O PS, que atingiu um valor histórico na região, também reclamou louros de vitória. …

Jesus "nunca treinou um grande clube da Europa" e "nunca conquistou nada"

O treinador do Grémio, Renato Gaúcho, voltou a criticar Jorge Jesus, dizendo que o técnico português, aos 65 anos, nunca treinou um grande clube na Europa. "O Jorge Jesus ganhou 2/3 títulos portugueses. Saiu de Portugal …

Governo promove 5.000 militares antes das eleições

Quase 5.000 militares dos três ramos das Forças Armadas, Exército, Marinha e Força Aérea vão ser promovidos este ano. De acordo com o Correio da Manhã, o Ministério da Defesa enviou a lista dos 4.945 nomes …