Durão passou a “lobista” na CE, mas com pensão vitalícia de 18 mil euros

Durão Barroso perdeu os privilégios políticos na Comissão Europeia, depois de ter sido contratado pelo Goldman Sachs, mas mantém o direito a uma pensão vitalícia de 18 mil euros por mês que vai receber quando completar 65 anos.

O ex-presidente da Comissão Europeia passou a persona non grata na União Europeia, sendo agora classificado como “lobista” pelos representantes da instituição, mas isso não lhe retira o direito à pensão vitalícia que lhe é destinada depois de ter estado no cargo durante dez anos.

O El Mundo dá conta desse dado, num tom indignado, notando que Durão Barroso é “um lobista com direito a uma pensão pública vitalícia inalcançável para 99% dos cidadãos europeus“.

O diário fala do que define como o “generoso esquema da CE” que “gela o sangue” da maioria dos europeus e que dá a Durão o direito a receber 65% do salário (de 26 mil euros), que recebia enquanto presidente da CE, até 2018, no caso de o Goldman Sachs não lhe pagar qualquer ordenado.

Estamos a falar de 16.900 euros, valor que Durão terá abdicado, conforme apurou o jornal espanhol junto da Comissão Europeia.

Mas depois de completar 65 anos de idade, o ex-presidente terá ainda direito a receber, a título de pensão vitalícia, 70% do ordenado que auferia, ou seja, 18 mil euros, de acordo com as contas do mesmo jornal.

Actualmente com 60 anos, Durão Barroso tem sido muito contestado por ter aceite o cargo de conselheiro no Goldman Sachs e há já uma petição pública a apelar que perca o direito à referida pensão vitalícia.

O El Mundo trata de notar o momento de crise que abala, sobretudo, os países do Sul da Europa, com destaque para Portugal, para sublinhar que “o escândalo” da contratação de Durão pelo Goldman Sachs deve “servir para que a CE reveja as pensões douradas dos seus membros e, especialmente, quando têm já outros meios de vida privados mais que lucrativos”.

ZAP

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Ganham pouco enquanto são deputados e por isso têm que ter uma pensão vitalicia bem choruda.Nem a pensão deveriam ter direita com os vencimentos que auferem, esses vencimentos já têm a pensão incluída!

  2. Só querem saber do seu próprio umbigo. Esmifram as nossas algibeiras, permitem a usura e depois integram os Quadros dos usurários.

  3. Quando leio todos os comentarios anteriores só me leva a pensar como parte do ze povinho é triste e ignorante. Não que eu tenha grande simpatia pelo Durão Barroso mas apenas por ser Português. Será que os anteriores Presidentes foram melhores ou serão melhores que ele ? Seja como fôr foi um Português que presidiu bem ou mal a uma instituição de prestigio e agora oxalá tenhamos o Sr.Guterres que foi um bom comissários para as migrações e, como sabem, um péssimo primeiro ministro. Já agora aquele idiota Junker que teve as benesses que teve enquanto dirigiu as finanças do seu país. Fosse um outro elemento de um outro país e teria aquela deputada feito aquela triste cena? Só me espanta que uma parte dos imbecis portgueses faça coro com aqueles palhaços internacionais e só esteja preocupado se o Ronaldo é melhor do que o Messi. Enfim, somos o povo que somos e temos os estupoidos que temos.

  4. Afinal onde está o problema? O senhor Barroso terminou um cargo e como está certamente na vida ativa arranjou outro emprego e todo o mundo parece estar contra, pela minha parte acho normal, o que não está normal é esta pensão vitalícia que este senhor recebe assim como a generalidade dos políticos na mesma situação mas aqui não oiço nenhum revoltado contra tais reformas, no fundo é tudo uma seita de chulos fingindo defender uma ética mas na prática a ética deles são as chorudas reformas antes de tempo e mais do que injustificadas e se da outra ética que argumentam não está certo deveriam existir leis explicitas sobre o assunto mas como sobre isso também não lhes interessa porque hoje tu amanhã eu a coisa continua tal como está e vai-se falando de ética quando em causa estiver um adversário politico para eludir os mais desatentos, pobres fantoches!.

  5. O que está em causa não é o direito deste chulo oportunista, arranjar trabalho depois de sair de outro trabalho. Isso é um direito que lhe assiste e é inquestionável. O que está em causa é este chulo oportunista, vir a integrar o quadro duma entidade, comprovadamente mafiosa, cujo papel que assumiu no desencadear da crise económica e financeira mundial é amplamente conhecido, reconhecido e provado. Por outro lado, esta seita mafiosa chamada Goldman Sachs, tem interesses que entram em conflito com os interesses e principios da UE, ora, o que está em causa é, basicamente, o conflito de interesses que podem ser protagonizados por este chulo oportunista, visto conhecer, e bem, os grupos, na UE, susceptíveis de poder mover influências e, desse modo, prejudicar (mais um bocadinho) a Europa.
    Sinceramente, deste chulo oportunista, nunca esperei, nem espero, nada de bom.

RESPONDER

Do Governo ao Sporting, todos sacodem a água do capote. Festa foi comunicada à CML como "manifestação"

O Governo já abriu um inquérito à atuação da PSP nos festejos leoninos. O secretário de Estado descartou responsabilidades na preparação da festa. Vários especialistas consideram que vai haver um aumento de contágios. Esta quarta-feira, o …

O amor de Napoleão por água-de-colónia pode ter sido o que o matou

A obsessão de Napoleão Bonaparte por água-de-colónia pode ter-se revelado fatal, sugere um bioquímico britânico. O antigo imperador francês até chegava a beber o produto. Reza a História que Napoleão Bonaparte morreu em Longwood, Santa Helena, …

Bloco mede forças com o Governo. PSD volta a pedir divulgação (de parte) do contrato do Novo Banco

Esta quarta-feira, o primeiro-ministro António Costa disse que o Fundo de Resolução está “autorizado a cumprir os contratos” com o Novo Banco. O Bloco de Esquerda e o PSD insistem no braço-de-ferro com o Governo. O …

Santuário de Fátima esgota lotação. Centenas de peregrinos ficaram à porta

No dia de ontem, o Santuário de Fátima atingiu às 20h25 a lotação máxima de 7.500 pessoas, estabelecida devido à pandemia de covid-19, disse à agência Lusa fonte oficial da instituição. Ao início da noite, já …

O número de Dunbar está errado. É possível ter mais de 150 amigos

O número de Dunbar sugere que uma pessoa só consegue manter relações sociais estáveis com 150 pessoas. Um novo estudo vem deitar por terra esta estimativa. O número de Dunbar define o limite de pessoas com …

Plano de Recuperação e Resiliência. Costa Silva avisa que "retoma ainda vai demorar"

A retoma económica em Portugal ainda vai demorar, embora alguns setores, como o turismo e a agricultura possam recuperar mais depressa, disse o presidente da Comissão Nacional de Acompanhamento (CNA) do Plano de Recuperação e …

Se as legislativas fossem hoje, ficava tudo (quase) na mesma. Portugueses pedem remodelação do Governo

Uma sondagem do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da Universidade Católica para a RTP e para o jornal Público revela que, se as eleições legislativas fossem hoje, ficaria tudo quase na mesma. De acordo …

Venda de barragens da EDP. Fisco abriu inquérito a ex-dirigente para avaliar se cumpriu regras

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) abriu um processo de inquérito a José Maria Pires, jurista do centro de estudos fiscais e antigo alto dirigente do Fisco que integra o Movimento Cultural da Terra de …

"GPS da natureza". Os tubarões usam os campos magnéticos da Terra nas suas longas viagens

Uma equipa de investigadores descobriu as primeiras evidências sólidas de que os tubarões dependem de campos magnéticos para as suas incursões de longa distância através dos mares. Os investigadores sabiam que algumas espécies de tubarões viajam …

Rio diz ser "absolutamente impensável" PSD continuar a perder câmaras (e quer "subir bastante")

O presidente do PSD afirmou esta terça-feira ser "absolutamente impensável" que o partido continue a descer nas eleições autárquicas, enquanto o líder do CDS quer fazer deste sufrágio uma "força motriz para derrubar o socialismo …