Duas ilhas da Indonésia já afundaram e há outras quatro prestes a desaparecer

Duas pequenas ilhas localizadas na província de Sumatra do Sul, na Indonésia, afundaram, havendo outras quatro prestes a desaparecer devido à subida do nível médio da água do mar, relata a imprensa local.

As Ilhas Betet e Gundul estão atualmente submersas em um e três metros, respetivamente, abaixo do nível das águas do mar, de acordo com o jornal Jakarta Post, que cita dados do Fórum Ambiental da Indonésia (WALHI).

Estas ilhas estavam desabitadas. Uma destas, Betet, fazia parte do Parque Nacional de Berbak-Sembilang”, disse o diretor executivo da WALHI, Hairul Sobri.

Em 2018, recorde-se, a UNESCO declarou este parque reserva mundial da biosfera.

“Se nenhum esforço significativo for feito para enfrentar os oceanos em constante crescimento, outras quatro ilhas da região (…) poderão seguir o exemplo e desaparecer mais cedo ou mais tarde”, alertou o mesmo responsável.

Das quatro ilhas em risco, uma – a ilha de Burung – já está ao mesmo nível do mar. As restantes três ainda o ultrapassam: Kalong e Salah Namo estão a cerca de dois metros acima do nível do mar, e Kramat a três.

Moradores podem ter que deixar a ilha

Em declarações ao Jakarta Post, o chefe de um bairro da ilha de Salah Namo disse que os moradores sabem que a sua ilha pode também afundar e que podem ser forçados a deixar as suas casas. Syahrul explicou que a maioria dos habitantes locais se mudou para a ilha em 1970 para se dedicar ao cultivo de arroz e à pesca,

Em 1990, contou, os moradores tinham grandes campos de cultivo. Agora, o cenário mudou. “Não há campos em frente das nossas casas. Muitas pessoas mudaram-se”, disse.

O aumento do nível das águas do mar ameaça vários arquipélagos, como é o caso da Indonésia, onde milhões de pessoas vivem em áreas costeiras baixas, espalhadas por cerca de 17.000 ilhas no total.

Este é um problema já conhecido: em agosto de 2019, o Presidente da Indonésia, Joko Widodo, anunciou que a capital do país deixaria de ser Jakarta, passando para a ilha do Bornéu. Atualmente, cerca de 40% de Jarkarta já se encontra abaixo do nível do mar.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. «…“Se nenhum esforço significativo for feito para enfrentar os oceanos em constante crescimento, outras quatro ilhas da região (…) poderão seguir o exemplo e desaparecer mais cedo ou mais tarde”…»

    Este indivíduo deve ser esquizofrénico, agora quer que os Seres-Humanos controlem ou condicionem as forças da Natureza e os seus normais processos de desenvolvimento e adaptação do seu Eco-Sistema.

    É com cada maluco(a).

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …

Balneários proibidos e 3 metros de distância. As regras da DGS para a prática de exercício físico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda uma distância mínima de três metros entre pessoas que pratiquem exercício físico, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia de covid-19. A orientação, intitulada “Procedimentos de Prevenção e Controlo …

Astronautas da NASA já se preparam para voo histórico a bordo do foguetão da Space X

Dois astronautas da NASA já estão a equipar-se para o lançamento histórico de um foguetão concebido e construído pela empresa SpaceX, de Elon Musk, apesar de as previsões meteorológicas indicarem mais tempestades. Com o voo já …

Há dez anos, Portugal adotou a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo

Portugal adotou há 10 anos a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após um debate fraturante que remeteu para mais tarde a adoção de crianças por estes casais, possível apenas desde …

Trabalhadores da Autoeuropa temem perda de centenas de postos de trabalho

A entidade coordenadora das Comissões de Trabalhadores da Autoeuropa assumiu hoje, em comunicado, recear a perda de centenas de empregos no parque industrial, que está sem condições para trabalhar sete dias por semana, após a …