Duarte fingiu ser Ana no Tinder, seduziu quatro homens e foi condenado a 15 anos de prisão

Um português de 34 anos seduzia pela Internet como se fosse uma mulher, e encontrava-se com homens na escuridão. Foi condenado a 15 anos de prisão por um tribunal britânico.

Um português, originário da Madeira, que teve relações sexuais com quatro homens fingindo ser uma mulher foi esta sexta-feira condenado a 15 anos de prisão por um tribunal britânico.

Duarte Xavier, que vai completar 34 anos no domingo, conheceu esta sexta-feira a sentença no tribunal criminal de Kingston upon Thames, perto de Londres, após ter sido declarado culpado no início de outubro de seis crimes por atividade sexual com homens com mais de 13 anos, alguns envolvendo penetração.



Os crimes foram cometidos entre fevereiro de 2016 e abril de 2018, quando, em quatro ocasiões, o português usou aplicações de telemóvel e sites de Internet, nomeadamente o Tinder, para marcar encontros com homens heterossexuais que iludia, fingindo ser uma mulher chamada Ana.

As vítimas, com idades entre 26 e 45 anos e cujas identidades foram protegidas pelo tribunal, eram instruídas a usar vendas nos olhos durante os encontros. Além disso, antes dos encontros, “Ana”, prometendo relações sexuais e enviando fotografias provocadoras de mulheres, impunha aos homens uma série de condições, incluindo que não poderiam tocar no parceiro.

O juiz Michael Hunter descreveu o caso como uma “campanha de mentira para obter sexo ao fingir que era uma mulher atraente, sexualmente aventureira”. Em vez de ter relações com outros homens homossexuais, o magistrado criticou Xavier por “escolher deliberadamente ter sexo com heterossexuais” e de o ter feito com um “grau elevado de planeamento cuidado”.

Em vez de remorsos, o culpado manifestou até “algum grau de desprezo por uma das vítimas”, e como agravante teve o facto de só ter parado após uma terceira detenção.

A advogada de defesa, Helen Butcher, ainda alegou como circunstâncias atenuantes que Xavier foi “criado numa sociedade muito conservadora, intolerante com homossexuais” e que a sua orientação sexual foi mantida em segredo, o que foi uma “experiência difícil”. A opção por “relações abertas”, continuou, “não foi porventura o melhor modelo”.

A duração da sentença, uma combinação de penas entre quatro e 11 anos por cada um dos seis crimes, a cumprir em simultâneo e consecutivamente, foi justificada pelo juiz como necessária para demover outros crimes semelhantes “na era da Internet”.

“Um homem heterossexual enganado a penetrar outro homem deve considerar essa uma experiência horrível”, comentou Hunter, que admoestou a polícia por ter libertado Xavier duas vezes, após as quais continuou a cometer crimes, sem ter iniciado procedimentos judiciais.

O primeiro encontro conhecido teve lugar em 17 de fevereiro de 2016 com um homem de 45 anos, a quem “Ana” convidou para um apartamento e instruiu que colocasse uma venda nos olhos à chegada, antes de se encontrarem no quarto. Após iniciar relações sexuais, a vítima apercebeu-se de algo estranho e removeu a venda, descobrindo Xavier, o que o fez sair do local em fúria.

No ano seguinte, em 15 de outubro de 2017, um homem de 29 anos contactou “Ana” através de uma aplicação de telemóvel e recebeu a resposta de que esta seria solteira e disponível para “um pouco de diversão”. Orientado por uma pessoa com uma voz que parecia feminina, a vítima foi levada para um quarto, onde “Ana” começou a fazer sexo oral, mas a vítima removeu a venda e viu Xavier.

Após sair do local, denunciou a situação à polícia, ignorando as mensagens do português a pedir desculpas e a renovar os pedidos para se encontrarem de novo.

Um terceiro incidente teve lugar em 4 de abril de 2018, quando um homem de 26 anos que colocou um anúncio em busca de relações sexuais com mulheres recebeu uma resposta de uma “Ana” que se identificava como uma mulher de 35 anos e casada.

A vítima compareceu a um encontro numa morada, que à chegada estava completamente escurecida, e, desconfiado, usou a lanterna do telemóvel, percebendo que era um homem que estava a fazer sexo oral, acabando por denunciar o caso à polícia.

Uma quarta vítima, um homem de 29 anos, foi identificada através de registos telefónicos. Num depoimento lido no tribunal na condição de anonimato, a vítima contou como o caso ocorrido há três anos o deixou perturbado e causou um impacto no quotidiano e na personalidade.

Em vez de “feliz e sociável”, passou a sofrer de stress elevado, ataques de pânico, ansiedade e depressão e foi diagnosticado com síndroma pós-traumático, encontrando-se a ser medicado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …