Dois turistas em Itália pagaram 430 euros por um almoço. Restaurante multado em 5 mil

Dois turistas japoneses almoçaram no restaurante Antico Caffè di Marte, em Roma, e a conta final foi 429,80 euros. Os turistas pediram apenas dois pratos de massa e peixe e águas.

A conta foi publicada online pelos turistas. Não só os preços da refeição pareciam um exagero, como havia uma alínea de 80 euros para gorjeta.

https://twitter.com/harukon_et/status/1169928120436232193

A publicação tornou-se viral e vários clientes manifestaram também as suas experiências no mesmo local. No TripAdvisor sucederam-se as críticas e a página foi temporariamente fechada a comentários.

Nos comentários há várias pessoas a queixarem-se de um esquema que parece sempre ser similar, a típica armadilha para turistas, com manhas nos preços a que se acrescenta uma “gorjeta”. Em algumas contas publicadas podem ver-se, por exemplo, outros preços, como uma grelhada mista de peixe para dois por 315 euros.

É este o caso da vietnamita Minh Ngoc Bui, que falou com a CNN, com detalhes que podem ajudar turistas a prevenirem-se melhor em situações similares. Minh conta que almoçou com três amigos no restaurante em agosto. O restaurante sugeriu marisco e grelhada mista com um preço de 6,50 euros por 100 gramas. Veio o prato que parecia ter uns dois quilos.

“Mas era o nosso último dia de férias em Itália, por isso dissemos OK”, já esperando pagarem entre 130 e 150 euros pelo prato entre os quatro. “Não queríamos dramas em Itália”. No final veio a conta: 315 euros. Reclamaram, mas pagaram tudo, incluindo “o serviço e gorjeta”, “que não vinham claramente referidos no menu” e “disseram ser obrigatórios”. Mais tarde, decidiram ir à polícia apresentar queixa, mas receberam aqui a informação de que deveriam ter chamado a polícia antes de pagarem.

O advogado do restaurante, Carlo Scorza, citado pelo jornal italiano La Reppublica, garantiu que os turistas japoneses comeram uma entrada, dois peixes frescos grelhados, com legumes, além de bebidas. Em relação à taxa de serviço, o advogado diz que os turistas é que decidiram dar “uma gorjeta” e “arredondá-la para os 80 euros”.

As autoridades italianas já tinham investigado o local e encontrado irregularidades, mas apenas em termos de ocupação de espaço público, obrigando o restaurante a fechar por um dia e meio. Não foram, porém, encontradas irregularidades na apresentação de preços, nem em termos de higiene, nem sequer na calibragem da balança que pesa o peixe dos clientes.

Porém, o detalhe da gorjeta pelo serviço de 80 euros no recibo dos clientes japoneses revelou-se a ilegalidade mais fácil de detetar, com direito a uma multa de cinco mil euros.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O restaurante deveria ser fechado de imediato e a multa ter sido bem mais severa, comer em restaurante aparentemente de luxo não me parece ser a melhor opção, um bom aviso para turistas e não só e não é apenas em Itália que uma situação destas poderá acontecer, por cá também existem bons oportunistas à espreita de alguém mais descuidado.

Responder a PQOP Cancelar resposta

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …

No regresso ao Superior, o Ministério recomenda aulas presenciais, com máscara e ao sábado

No regresso do Ensino Superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recomenda que voltem as aulas em regime presencial com uso obrigatório de máscara e algumas das quais lecionadas ao sábado. Num comunicado …

"A profissionalização é fundamental". Este ano já morreram quatro bombeiros, todos voluntários

Nos incêndios deste ano já morreram quatro bombeiros. O último ano tão mortífero foi 2013, em que sete bombeiros perderam a vida. Em comparação, nos incêndios de 2019, não se registaram vítimas mortais entre esses profissionais. Como …