Dois milhões de cordeiros podem “ir para o lixo” caso o Reino Unido saia da UE sem acordo

Os criadores de cordeiros estarão entre os mais atingidos se o Reino Unido deixar a União Europeia (UE) sem um acordo, com as estimativas a mostrar que até dois milhões desses animais podem ir para o lixo e milhares de produtores podem fechar as portas.

A UE é o maior mercado de exportação de carne de cordeiro do Reino Unido, noticiou o Guardian. Enquanto cerca de 82% das exportações anuais de carne bovina e 78% dos produtos lácteos são vendidas para o resto da Europa, 90% da carne ovina produzida no país vai para os estados-membros.

De acordo com as estimativas do Country Land and Business Association (CLA), caso as exportações permaneçam no mesmo nível do ano passado, mas o Reino Unido saia sem acordo e as tarifas sejam impostas, cerca de três milhões de cordeiros destinados à exportação para a UE não terão mercado.

Sarah Hendry, diretora do CLA, disse que muitos produtores poderiam ser forçados a desistir dos seus meios de subsistência se houver um Brexit sem acordo. “Muitos estão sob enorme pressão”, referiu, indicando que estes “enfrentam o colapso total do seu mercado”.

A responsável pediu ao Governo que disponibilize apoio financeiro de emergência para os criadores que enfrentam essa potencial ruína. “Se a UE impuser tarifas, muitos produtores não terão mais clientes para os produtos e os negócios podem facilmente entrar em colapso”, acrescentou.

Segundo o Guardian, embora parte desses cordeiros não vendidos possam voltar ao mercado do Reino Unido, a um preço mais baixo, isso causaria dificuldades financeiras aos produtores. Mesmo que o seu consumo aumentasse no país, e um maior número de carcaças não vendidas fosse armazenada em câmaras frigoríficas, o CLA estima que até dois milhões poderiam ser descartadas.

“Estamos totalmente empenhados em chegar a um acordo comercial com a UE a partir de 01 de janeiro de 2021. No entanto, como qualquer governo responsável faria, também estamos a preparar-nos para a possibilidade de não haver acordo, com planos de contingência para minimizar a interrupção nos setores agrícolas tanto quanto possível”, referiu um porta-voz do Departamento de Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais.

“Nenhuma decisão foi tomada sobre quaisquer intervenções específicas no setor, incluindo no setor ovino, após o final do período de transição. Qualquer intervenção possível deve ser ditada pela situação real do mercado no momento”, frisou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Partido de Le Pen desviou 6,8 milhões de fundos europeus, segundo jornal francês

O partido francês de extrema-direita União Nacional (RN, sigla original), liderado por Marine Le Pen, terá desviado 6,8 milhões de euros de fundos do Parlamento Europeu, revela este domingo um inquérito policial noticiado pelo Le …

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …

Morreu o prefeito de São Paulo que venceu a covid-19, mas que perdeu a batalha para o cancro

O prefeito da cidade brasileira de São Paulo, Bruno Covas, morreu este domingo, aos 41 anos, vítima de cancro, segundo a imprensa brasileira e várias personalidades que nas redes sociais têm lamentado a sua morte. Bruno …

China não está a conseguir macacos de laboratório suficientes para responder à procura da comunidade científica

A proibição do comércio de animais selvagens e o crescimento da investigação científica estão a causar uma escassez de macacos de laboratório na China. A oferta cada vez menor de macacos de laboratório, amplamente usados em …

Câmara do Porto recusa hastear bandeira LGBT no dia contra a homofobia

A Câmara Municipal do Porto recusou hastear a bandeira LGBTI+ na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, data em que se assinala o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. Segundo o Público, a autarquia …

E se fosse possível passar um mês no Palácio de Buckingham? O preço não seria para qualquer bolso

Viver num palácio pode ser o sonho de muitos, mas não é para a carteira de qualquer um. Agora, já se sabe quanto custaria alugar, durante um mês, uma das casas reais mais conhecidas da …

Cavaco Silva considera que seria "chocante" PSD aprovar reforma das Forças Armadas

O ex-Presidente da República defende que é "um erro grave" a reforma das Forças Armadas que o ministro da Defesa pretende fazer, afirmando que seria para si "chocante" ver o PSD aprová-la. "Considero um erro grave …