Depois do caso Weinstein já há uma lei que protege as modelos

Depois de várias atrizes e modelos denunciarem o produtor cinematográfio Harvey Weinstein, a indústria da moda também o fez. Em defesa das modelos, surgiu a Model Alliance – uma organização que se aliou a Nily Rozic na luta contra o assédio sexual no mundo da moda.

A Model Alliance – uma organização que trabalha no âmbito da proteção das modelos – anunciou recentemente uma parceria com a deputada nova-iorquina Nily Rozic para que seja criada uma lei que proteja as modelos do assédio sexual ou outro tipo de abusos.

Depois de o escândalo Weinstein ter sido publicado no New York Times – onde se dava conta da prática de abuso sexual por parte do produtor norte-americano Harvey Weinstein – várias foram as mulheres (incluindo nomes como Léa Seydoux, Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow ou Cara Delevingne) que se insurgiram, partilhando alguns episódios por que passaram, através das redes sociais.

Models Harassment Protection Act é o nome da lei e tem como objetivo principal salvaguardar as modelos de assédio sexual ou qualquer outro tipo de abuso no trabalho. Caso seja aprovada, entrará em vigor em todo o estado de Nova Iorque.

(dr) Sara Ziff

Sara Ziff com Nily Rozic

“É hora de transformar a indignação em lei”

“As modelos são muitas vezes obrigadas a posarem nuas sem o seu consentimento prévio e são várias vezes sucumbidas à pressão sexual por parte de quem controla as suas carreiras.” afirmou Sara Ziff, fundadora da Model Alliance, em comunicado. “É hora de responsabilizar quem de direito e transformar a indignação em lei.”, acrescentou.

Muitas vezes, as modelos são contratadas de forma independente e não têm os mesmos benefícios que outros trabalhadores, com contratos fixos, e acabam acabam por ficar expostas a situações impróprias de trabalho: a Models Harassment Protection Act pretende também , acabar com este tipo de situações.

Em consequência da mediatização do caso Weinstein, surgiram outras denúncias a abusos. Exemplo disso é a portuguesa Sara Sampaio, que partilhou nas redes sociais a experiência que teve com a revista francesa Lui. “Sinto-me violada, mal tratada e desrespeitada como profissional e como mulher.”, denunciou a modelo, depois de ter visto fotografias suas serem publicadas sem autorização.

30 anos de carreira em queda livre

Andrew Gombert / EPA

O produtor Harvey Weinstein que esteve por trás de filmes como como “Reservoir Dogs”, “Pulp Fiction” e “Malèna”.

Harvey Weinstein – produtor de cinema em Hollywood – é acusado de assediar sexualmente dezenas de mulheres, durante mais de 30 anos. O primeiro artigo em que Weinstein era denunciado foi publicado no dia 5 de outubro no New York Times – depois de meses de insvestigação das jornalistas Jodi Kantor e Megan Twohey. Cinco dias depois um outro artigo escrito por Ronan Farrow foi publicado pela revista New Yorker.

Weinstein foi demitido de imediato da The Weinstein Company – a empresa onde o próprio é co-presidente.  

Ainda hoje, as acusações não param de se multiplicar. No total, e ao longo de 30 anos, são mais de trinta mulheres que acusam Harvey de as ter assediado sexualmente. Ashley Judy, Katherine Kendall, Rose McGowan, Tomi-Ann Roberts, Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Cara Delevingne e Lea Seydoux são algumas das mulheres que acusaram Weinstein.

Harvey Weinstein, com mais de 30 anos de carreira, produziu filmes como Gangsters de Nova IorquePulp FictionA Paixão de Shakespeare, O Discurso do Rei, O Aviador e O Senhor dos Anéis.

PARTILHAR

RESPONDER

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …

A Alemanha quer tornar o teletrabalho um direito legal

O Governo alemão prepara-se para publicar um projeto de lei que dará aos trabalhadores do país o direito legar de trabalhar a partir de casa. A medida aplicar-se-á a todos as atividades laborais que possam …

Novo surto em lar de Beja e 90 alunos em isolamento em Famalicão

Um surto de covid-19 identificado no Lar de Idosos do Centro Paroquial e Social do Salvador, em Beja, já infetou 31 pessoas, sendo 24 utentes e sete funcionários, divulgou a Unidade Local de Saúde do …

Mais de 600 anos depois, encontram-se (várias) semelhanças entre a covid-19 e a peste negra

Numa altura em que o vírus da covid-19 se tem espalhado por todo o mundo, as comparações com outras doenças pandémicas são inevitáveis. Um exemplo disso foi a peste negra que em 1348 fez com …

Nacionalista apoiado pela Turquia eleito Presidente de Chipre do Norte

O nacionalista Ersin Tatar, apoiado pela Turquia, foi no domingo eleito "Presidente" da autoproclamada República Turca de Chipre do Norte (RTCN), numa vitória surpreendente face ao dirigente cessante, Mustafa Akinci, anunciou o conselho eleitoral. Com 51,74% …

China alerta que detectou coronavírus vivo numa embalagem de comida congelada

O Centro para o Controlo e Prevenção de Doenças da China alerta que detectou amostras vivas do novo coronavírus em embalagens de comida congelada, pelo que estas podem ser um veículo de contágio. Já tinham sido …

Marcelo está a fazer o que a ministra da Saúde “devia ter feito”, critica Ordem dos Médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, criticou esta segunda-feira a ministra da Saúde, Marta Temido, e elogiou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, por ter decidido reunir com representantes de várias …

Declaração médica substitui teste negativo em regresso à escola ou emprego

A diretora-geral da Saúde esclareceu esta segunda-feira que o regresso à escola ou ao emprego dos doentes assintomáticos ou com sintomas ligeiros de covid-19, após 10 dias de isolamento, depende apenas de uma declaração de …