Dívida milionária ameaça Hospital Militar

Mário Cruz / Lusa

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho

Num total de dívidas acumuladas acima de 22 milhões de euros, só a assistência na doença aos militares tem uma dívida ao Hospital das Forças Armadas (HFA) na ordem dos 14,7 milhões de euros – um valor que ameaça a sua continuidade.

De acordo com um estudo realizado por um grupo de trabalho criado pelo Chefe do Estado-Maior – General das Forças Armadas (CEMGFA), almirante Silva Ribeiro, a Assistência na Doença aos Militares (ADM), gerida pelo Instituto de Ação Social das Forças Armadas (IASFA), tinha uma dívida acumulada ao Hospital das Forças Armadas (HFA) de cerca de 14,7 milhões de euros.

As conclusões do estudo, que mostram que a sustentabilidade do Sistema de Saúde Militar está em risco, foram apresentadas ao Governo em outubro do ano passado. “A atual sustentabilidade do SSM [Sistema de Saúde Militar] passa muito pela viabilidade e sustentabilidade do HFAR”, consta no documento.

Com os atuais níveis de faturação e de despesas de funcionamento, que já chegam a 22,5 milhões de euros, o HFAR “depende quase exclusivamente da capacidade do Instituto de Ação Social das Forças Armadas [IASFA] realizar os pagamentos referentes à atual dívida existente e à emissão de faturação”, adianta o estudo divulgado pelo Correio da Manhã.

Por este motivo, e para garantir que a sua continuidade não fica em risco, é recomendado que seja feito um acordo de regularização da dívida – um plano que prevê um pagamento de dois milhões de euros por ano do montante em atraso. Com um programa desta natureza, a dívida da ADM ao HFAR seria regularizada num período de cerca de sete anos.

Para os autores do estudo, “perante as atuais e conhecidas dificuldades financeiras do HFAR, a redefinição do modelo de governação deverá, obrigatoriamente, ser acompanhada de um novo quadro de financiamento mais autónomo e alargado, com especial enfoque na relação com o seu principal cliente, o IASFA/ADM, cuja dívida acumulada já atinge montantes muito elevados”.

Isso passaria, por exemplo, por dividir os encargos financeiros: “os Ramos [Marinha, Exército e Força Aérea] assumem os encargos de utilização das estruturas de saúde militar pelos militares no ativo ou na reserva na efetividade do serviço, a ADM suporta as despesas dos militares na reserva, reformados e não titulares ADM (beneficiários associados e beneficiários extraordinários da ADM), quando estes utilizem estruturas de saúde militares”, sugere o estudo.

O estudo lembra ainda que “a sustentabilidade do SSM encontra-se intimamente ligada à sustentabilidade do HFAR, que, por sua vez, depende quase exclusivamente da capacidade do IASFA assegurar os pagamentos da faturação emitida e da dívida acumulada, que não tem parado nos últimos anos”.

Só o serviço de assistência na doença aos militares inclui cerca de 130 mil beneficiários, entre militares ativos e na reserva e respetivos familiares cobertos por essa assistência.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Seria interessante saber quanto desse valor foi gasto com civis!…
    Tal como o nome indica, o Hospital Militar deve ser para militares, mas das vezes em que lá fui, estavam lá mais utentes civis do que militares…
    Os familiares não tem nada que ir ao HFAR!!

    • Mas os funcionarios publicos, os conjugues e filhos tem direito a usufruir da Adse …os militares da Gnr passam pela mesma situação….ja agora os familiares dos militares tambem estao nesse direito…fui condutor no exercito e algumas vezes me desloquei ao hospital da estrela e realmente havia militares, activos…reformados, e ca esta…familiares…agora a divida…? A culpa deve ser outra…perguntem ao (Mario centeno) ja que ele è TAO BOM em financas num país onde a divida publica sobe todos os dias, onde a taxa de desemprego diminuiu (claro esquecendo que muitos desses numeros se chamam emigração) onde o salario minimo (realmente è esse o seu nome…minimo) sobe consuante algums interesses privados…emfim…o Eu tem razao em dizer que(familiares nao deviam ir HM) mas num cantinho como o nosso cheio de tantos problemas…um bom ano amigo

Fundação Champalimaud anuncia prémio de um milhão de euros para erradicar o cancro

A Fundação Champalimaud anunciou, esta segunda-feira, um prémio de um milhão de euros a atribuir anualmente, e sem limite temporal, vocacionado para a "erradicação do cancro". O prémio é atribuído em parceria com o casal de …

A maior lixeira da China ficou cheia 25 anos antes do previsto

O maior depósito de lixo da China, Jiangcungou, na cidade de Xi'an, já está cheio, 25 anos antes da altura prevista. O aterro tinha sido preparado para receber 2500 toneladas de resíduos por dia. Porém, de …

Cigarros eletrónicos podem prejudicar o coração mais do que os cigarros comuns

Há muito que está provado que fumar é uma das principais causas de mortes por doenças cardíacas. Agora, há evidências crescentes de que os cigarros eletrónicos podem causar danos ao coração. Em dois estudos que serão …

Sindicato dos Magistrados acusa Conselho Superior de fazer escolhas pessoais

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) acusou, esta segunda-feira, o Conselho Superior do Ministério Público de escolher os procuradores para os departamentos mais importantes da investigação criminal por preferências pessoais. Em comunicado, o Sindicato …

Esta empresa está a produzir "carne" feita de ar

Enquanto várias startups estão a vender "carne" feita de plantas, a Air Protein, uma empresa sediada na Califórnia, nos Estados Unidos, está a criar carne feita de ar. A ideia não é nova, uma vez que …

Autoridade da Concorrência faz buscas em cinco empresas de vigilância privada

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, esta segunda-feira, que realizou diligências de busca e apreensão em cinco empresas do setor da vigilância privada, no distrito de Lisboa, "por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas do normal …

"Breaking Bad" da vida real. Dois professores de Química acusados de produzir metanfetamina

Dois professores universitários de Química do estado do Arkansas, nos Estados Unidos, foram detidos no domingo por suspeitas de produzirem metanfetaminas. O caso tem atraído atenção mediática por se parecer inspirar no enredo da série …

TAP regista prejuízos de 111 milhões de euros até setembro

A TAP registou, nos primeiros nove meses deste ano, prejuízos acumulados de 111 milhões de euros que atribui a "variações cambiais sem impacto na tesouraria". "A TAP S.A. apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses …

Coreia do Norte não está interessada em mais cimeiras com os EUA

A Coreia do Norte advertiu, esta segunda-feira, que "não está interessada" em mais cimeiras com os Estados Unidos, se Washington persistir na recusa em fazer concessões. A Coreia do Norte deu a Washington até ao final …

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …