Dívida milionária ameaça Hospital Militar

Mário Cruz / Lusa

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho

Num total de dívidas acumuladas acima de 22 milhões de euros, só a assistência na doença aos militares tem uma dívida ao Hospital das Forças Armadas (HFA) na ordem dos 14,7 milhões de euros – um valor que ameaça a sua continuidade.

De acordo com um estudo realizado por um grupo de trabalho criado pelo Chefe do Estado-Maior – General das Forças Armadas (CEMGFA), almirante Silva Ribeiro, a Assistência na Doença aos Militares (ADM), gerida pelo Instituto de Ação Social das Forças Armadas (IASFA), tinha uma dívida acumulada ao Hospital das Forças Armadas (HFA) de cerca de 14,7 milhões de euros.

As conclusões do estudo, que mostram que a sustentabilidade do Sistema de Saúde Militar está em risco, foram apresentadas ao Governo em outubro do ano passado. “A atual sustentabilidade do SSM [Sistema de Saúde Militar] passa muito pela viabilidade e sustentabilidade do HFAR”, consta no documento.

Com os atuais níveis de faturação e de despesas de funcionamento, que já chegam a 22,5 milhões de euros, o HFAR “depende quase exclusivamente da capacidade do Instituto de Ação Social das Forças Armadas [IASFA] realizar os pagamentos referentes à atual dívida existente e à emissão de faturação”, adianta o estudo divulgado pelo Correio da Manhã.

Por este motivo, e para garantir que a sua continuidade não fica em risco, é recomendado que seja feito um acordo de regularização da dívida – um plano que prevê um pagamento de dois milhões de euros por ano do montante em atraso. Com um programa desta natureza, a dívida da ADM ao HFAR seria regularizada num período de cerca de sete anos.

Para os autores do estudo, “perante as atuais e conhecidas dificuldades financeiras do HFAR, a redefinição do modelo de governação deverá, obrigatoriamente, ser acompanhada de um novo quadro de financiamento mais autónomo e alargado, com especial enfoque na relação com o seu principal cliente, o IASFA/ADM, cuja dívida acumulada já atinge montantes muito elevados”.

Isso passaria, por exemplo, por dividir os encargos financeiros: “os Ramos [Marinha, Exército e Força Aérea] assumem os encargos de utilização das estruturas de saúde militar pelos militares no ativo ou na reserva na efetividade do serviço, a ADM suporta as despesas dos militares na reserva, reformados e não titulares ADM (beneficiários associados e beneficiários extraordinários da ADM), quando estes utilizem estruturas de saúde militares”, sugere o estudo.

O estudo lembra ainda que “a sustentabilidade do SSM encontra-se intimamente ligada à sustentabilidade do HFAR, que, por sua vez, depende quase exclusivamente da capacidade do IASFA assegurar os pagamentos da faturação emitida e da dívida acumulada, que não tem parado nos últimos anos”.

Só o serviço de assistência na doença aos militares inclui cerca de 130 mil beneficiários, entre militares ativos e na reserva e respetivos familiares cobertos por essa assistência.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Seria interessante saber quanto desse valor foi gasto com civis!…
    Tal como o nome indica, o Hospital Militar deve ser para militares, mas das vezes em que lá fui, estavam lá mais utentes civis do que militares…
    Os familiares não tem nada que ir ao HFAR!!

    • Mas os funcionarios publicos, os conjugues e filhos tem direito a usufruir da Adse …os militares da Gnr passam pela mesma situação….ja agora os familiares dos militares tambem estao nesse direito…fui condutor no exercito e algumas vezes me desloquei ao hospital da estrela e realmente havia militares, activos…reformados, e ca esta…familiares…agora a divida…? A culpa deve ser outra…perguntem ao (Mario centeno) ja que ele è TAO BOM em financas num país onde a divida publica sobe todos os dias, onde a taxa de desemprego diminuiu (claro esquecendo que muitos desses numeros se chamam emigração) onde o salario minimo (realmente è esse o seu nome…minimo) sobe consuante algums interesses privados…emfim…o Eu tem razao em dizer que(familiares nao deviam ir HM) mas num cantinho como o nosso cheio de tantos problemas…um bom ano amigo

Ex-governador brasileiro condenado a mais de 10 anos de prisão

O ex-governador do estado brasileiro de Minas Gerais foi condenado, esta quinta-feira, a uma pena de 10 anos e seis meses de prisão pela Justiça Eleitoral do país. Fernando Pimentel foi considerado culpado dos crimes de …

Áudio das viagens na Uber vai poder ser gravado

A partir de dezembro, a Uber vai passar a oferecer aos utilizadores no Brasil e no México a possibilidade de gravar o áudio da viagem com o objetivo de melhorar a segurança do motorista e …

Mourinho quer ser campeão no próximo ano (e não precisa de reforços)

O treinador português foi oficialmente apresentado como técnico do Tottenham, esta quinta-feira, e diz que já tem em vista a conquista do campeonato na próxima época. José Mourinho admitiu hoje que o título de campeão inglês …

Casal homossexual de pinguins "roubou" um ovo para poder ter a sua família

Um casal homossexual de pinguins de um jardim zoológico na Holanda estava tão ansioso por ter as suas crias que não resistiu à tentação e acabou por roubar um ovo de outro par. De acordo com …

Gabriel renova contrato com o Benfica até 2024

O médio brasileiro renovou contrato por mais uma época com o Benfica, até 2024, anunciou, esta quinta-feira, o clube no seu site oficial. "Estou muito feliz com esta renovação por mais um ano, é uma forma …

Malta Files permitiu ao Fisco recuperar milhões. Rui Pinto diz que foi um dos denunciantes

O pirata informático assumiu, esta quinta-feira, ter sido um dos denunciantes dos Malta Files, que permitiu ao Fisco identificar cidadãos e empresas portugueses que se aproveitaram do regime fiscal maltês para pagar menos impostos. "De acordo …

Há 5 anos que aparecem maços de notas nas ruas de uma aldeia inglesa (e ninguém sabe porquê)

Os residentes de uma aldeia inglesa andam a descobrir maços de notas nas ruas desde 2014. Um mistério que, até agora, ninguém conseguiu explicar. Mas há várias teorias e uma envolve o Pai Natal! O dinheiro …

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …

Militar da GNR diz que droga apreendida na "casinha" era da Juve Leo

Decorreu, esta quinta-feira, a terceira sessão do julgamento da invasão à academia do Sporting, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa. O militar da GNR João Oliveira admitiu hoje, em tribunal, que a posse da …

Continental vai acabar com 5500 empregos em todo o mundo até 2028

A alemã Continental vai suprimir 5.500 empregos no mundo até 2028, num contexto de abrandamento conjuntural e de queda da procura por motores a combustão, anunciou esta quarta-feira o fornecedor automóvel germânico. Com o objetivo de …