Dívida milionária ameaça Hospital Militar

Mário Cruz / Lusa

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho

Num total de dívidas acumuladas acima de 22 milhões de euros, só a assistência na doença aos militares tem uma dívida ao Hospital das Forças Armadas (HFA) na ordem dos 14,7 milhões de euros – um valor que ameaça a sua continuidade.

De acordo com um estudo realizado por um grupo de trabalho criado pelo Chefe do Estado-Maior – General das Forças Armadas (CEMGFA), almirante Silva Ribeiro, a Assistência na Doença aos Militares (ADM), gerida pelo Instituto de Ação Social das Forças Armadas (IASFA), tinha uma dívida acumulada ao Hospital das Forças Armadas (HFA) de cerca de 14,7 milhões de euros.

As conclusões do estudo, que mostram que a sustentabilidade do Sistema de Saúde Militar está em risco, foram apresentadas ao Governo em outubro do ano passado. “A atual sustentabilidade do SSM [Sistema de Saúde Militar] passa muito pela viabilidade e sustentabilidade do HFAR”, consta no documento.

Com os atuais níveis de faturação e de despesas de funcionamento, que já chegam a 22,5 milhões de euros, o HFAR “depende quase exclusivamente da capacidade do Instituto de Ação Social das Forças Armadas [IASFA] realizar os pagamentos referentes à atual dívida existente e à emissão de faturação”, adianta o estudo divulgado pelo Correio da Manhã.

Por este motivo, e para garantir que a sua continuidade não fica em risco, é recomendado que seja feito um acordo de regularização da dívida – um plano que prevê um pagamento de dois milhões de euros por ano do montante em atraso. Com um programa desta natureza, a dívida da ADM ao HFAR seria regularizada num período de cerca de sete anos.

Para os autores do estudo, “perante as atuais e conhecidas dificuldades financeiras do HFAR, a redefinição do modelo de governação deverá, obrigatoriamente, ser acompanhada de um novo quadro de financiamento mais autónomo e alargado, com especial enfoque na relação com o seu principal cliente, o IASFA/ADM, cuja dívida acumulada já atinge montantes muito elevados”.

Isso passaria, por exemplo, por dividir os encargos financeiros: “os Ramos [Marinha, Exército e Força Aérea] assumem os encargos de utilização das estruturas de saúde militar pelos militares no ativo ou na reserva na efetividade do serviço, a ADM suporta as despesas dos militares na reserva, reformados e não titulares ADM (beneficiários associados e beneficiários extraordinários da ADM), quando estes utilizem estruturas de saúde militares”, sugere o estudo.

O estudo lembra ainda que “a sustentabilidade do SSM encontra-se intimamente ligada à sustentabilidade do HFAR, que, por sua vez, depende quase exclusivamente da capacidade do IASFA assegurar os pagamentos da faturação emitida e da dívida acumulada, que não tem parado nos últimos anos”.

Só o serviço de assistência na doença aos militares inclui cerca de 130 mil beneficiários, entre militares ativos e na reserva e respetivos familiares cobertos por essa assistência.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Seria interessante saber quanto desse valor foi gasto com civis!…
    Tal como o nome indica, o Hospital Militar deve ser para militares, mas das vezes em que lá fui, estavam lá mais utentes civis do que militares…
    Os familiares não tem nada que ir ao HFAR!!

    • Mas os funcionarios publicos, os conjugues e filhos tem direito a usufruir da Adse …os militares da Gnr passam pela mesma situação….ja agora os familiares dos militares tambem estao nesse direito…fui condutor no exercito e algumas vezes me desloquei ao hospital da estrela e realmente havia militares, activos…reformados, e ca esta…familiares…agora a divida…? A culpa deve ser outra…perguntem ao (Mario centeno) ja que ele è TAO BOM em financas num país onde a divida publica sobe todos os dias, onde a taxa de desemprego diminuiu (claro esquecendo que muitos desses numeros se chamam emigração) onde o salario minimo (realmente è esse o seu nome…minimo) sobe consuante algums interesses privados…emfim…o Eu tem razao em dizer que(familiares nao deviam ir HM) mas num cantinho como o nosso cheio de tantos problemas…um bom ano amigo

Ángel ajudou a esposa a morrer. Agora, doou toda a sua herança à investigação

Ángel Hernández, o homem que ajudou a sua mulher a pôr fim à vida há dez meses, em Espanha, decidiu doar a herança da sua esposa (300.000 euros) para o estudo da esclerose múltipla progressiva, …

BCP ficou com herdade de João Moura (onde galgos foram encontrados por "mero acaso")

A herdade de João Moura, onde foram encontrados 18 galgos com sinais de subnutrição, ficou para o BCP num processo de insolvência do cavaleiro, servindo para pagar dívidas que mantinha a esta instituição e a …

Estatística revela quem é o melhor avançado (e não é CR7 ou Messi)

Robert Lewandowski leva 39 golos em 33 jogos disputados esta temporada. Os números do avançado polaco colocam-no bem à frente da sua concorrência no que toca à frieza goleadora. O marcador mais prolífico do mundo pode …

Inteligência Artificial vai permitir aos bombeiros de Lisboa serem mais rápidos

Os bombeiros de Lisboa poderão brevemente diminuir o tempo de resposta a incidentes, como inundações ou incêndios, com a ajuda de um modelo de inteligência artificial hoje apresentado que prevê a probabilidade de ocorrências graves …

Jovem violada por três homens no Quénia. "Foi imprudente", diz Universidade

Uma estudante foi violada por três homens durante a noite, no campus da Universidade de Nairobi, no Quénia. "Foi imprudente", disse a instituição, que já apresentou um pedido de desculpas. A Universidade de Nairobi, no Quénia, …

Leixões condenado a dois anos de proibição de participar na I e II ligas

Acusado de corrupção, o clube vai pagar uma multa de 60 mil euros. Gustavo Oliveira, Carlos Daniel Silva 'Aranha', Rui Dolores, Hugo Guedes e João Tiago Rodrigues foram condenados a prisão efetiva. O Leixões foi esta …

Incêndio de grandes dimensões deflagra junto à Gare de Lyon em Paris

Um violento incêndio levou a que a Gare de Lyon, em Paris, tivesse de ser evacuada preventivamente. Em causa estão protestos de opositores congoleses em relação a um concerto. Incêndios ateados por opositores congoleses obrigaram a …

Montijo. PCP insiste na opção Alcochete e diz que não cede à "chantagem do Governo PS"

O PCP acusou hoje Governo, PS e grupos económicos de chantagem sobre o parlamento e as autarquias por causa do novo aeroporto do Montijo, a que os comunistas dizem não ceder, e insistiu na opção …

Polícia desmantela "fábrica de bebés" em armazém na Nigéria

Uma operação secreta da polícia nigeriana resgatou 24 bebés e quatro adolescentes grávidas de uma "fábrica de bebés" na cidade de Port Harcourt,  capital do estado de Lagos. De acordo com a agência Lusa, o comissário …

Segundo caso de português infetado no Japão confirmado. OMS aumenta risco para "muito elevado"

Um segundo cidadão português hospitalizado no Japão está infetado com o novo coronavírus, confirmou hoje a diretora-geral da Saúde. A OMS aumentou hoje para "muito elevado" o nível de ameaça do novo coronavírus. “Sim, ele está infetado, …