Distribuição de mochilas azuis e cor-de-rosa em escolas causa polémica em França

docshadok / Instagram

Em Puteaux, foram distribuídas pastas cor-de-rosa com kit de bijutaria, para as raparigas, e pastas azuis com o kit de robots, para os rapazes

Em Puteaux, foram distribuídas pastas cor-de-rosa com kit de bijutaria, para as raparigas, e pastas azuis com o kit de robots, para os rapazes

A decisão de uma autarquia nos arredores de Paris de distribuir nas escolas mochilas azuis para os rapazes e cor-de-rosa para as raparigas provocou polémica em França.

Nas mochilas distribuídas pela autarquia de Puteaux, governada por Joëlle Ceccaldi-Raynaud, há também um kit para construir robots, para os rapazes, e missangas para fazer bijutarias para as raparigas.

A distinção causou polémica, numa altura em que o Governo implementa na rede educacional um programa para promover a igualdade entre homens e mulheres, e lutar contra os estereótipos de género.

O “alfabeto da igualdade entre raparigas e rapazes”, do Ministério da Educação, visa a transmitir às crianças nas escolas a ideia de que não existem atividades – incluindo as recreativas – específicas para cada sexo.

O objetivo do programa, segundo o Governo, é fazer com que as crianças não se agarrem a estereótipos, uma postura que pode influenciar e até limitar, por exemplo, as suas escolhas de carreira.

Críticas

A notícia ganhou destaque na imprensa francesa no início do calendário letivo, que começou nesta semana no país.

Vários políticos criticaram a medida de Ceccaldi-Raynaud, do partido de centro-direita UMP (do ex-presidente Nicolas Sarkozy).

É o auge dos estereótipos“, afirmou o adjunto da Presidente da Câmara de Paris, o socialista Jean-François Martins.

“Por que só estas duas cores? É um pouco parvo e algo de tempos antigos”, criticou o vereador de Puteaux Christophe Grébert, do partido centrista MoDem.

O vereador também criticou os gastos com as mochilas e com a festa organizada pela autarquia para distribuir os artigos escolares: 300 mil euros.

“Essas mochilas são uma provocação, numa altura em que a questão dos estereótipos sexistas nas escolas está a ser discutida publicamente”, afirmou a blogger Marie Donzel no seu site Ladies & Gentlemen.

Para a nova ministra da Educação, Najat Vallaud-Belkacem – a primeira mulher a exercer este cargo em França -, “o papel do município é promover a igualdade entre homens e mulheres”.

A ministra, no entanto, felicitou a iniciativa da distribuição de mochilas no atual período de crise económica e ressaltou que a polémica sobre o caso “é algo estéril”.

Polémica

Em entrevista ao jornal Le Figaro, Joëlle Ceccaldi-Raynaud, afirmou “assumir totalmente” a distribuição das mochilas azuis e cor-de-rosa e disse que o seu único objetivo foi o de “dar uma ajuda aos pais no início do ano letivo”, evitando gastos suplementares.

De acordo com a autarca de Puteaux, a iniciativa existe há anos. “Lamento por essas polémicas que não levam a nada”, declarou.

Em entrevistas à televisões francesas, pais de alunos agradeceram a distribuição das mochilas e disseram “não ver nenhum problema” nelas.

O cor-de-rosa e o azul foram justamente as cores utilizadas pelos movimentos que se opunham à aprovação da lei contra o casamento gay em França.

No início deste ano, pais de alunos do primeiro ciclo chegaram a impedir que os filhos fossem à escola por causa de rumores – difundidos nas redes sociais por grupos ligados à extrema direita – sobre o “alfabeto da igualdade”.

Os rumores afirmavam que o Governo estaria a promover a homossexualidade e que as crianças teriam aulas de educação sexual já nos infantários.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Numa verdadeira cena à James Bond, homem foge do FBI numa scooter subaquática

Um americano que estava a ser procurado por um suposto envolvimento num esquema de fraude, foi preso na passada segunda-feira, dia 16, após usar uma "scooter marítima" subaquática para tentar fugir do FBI. Quem assistiu ao …

Após quase terem sido extintas, baleias azuis estão a voltar à Geórgia do Sul

A baleia azul regressou às águas em torno da ilha Geórgia do Sul, quase um século depois de este animal ter sido quase extinto pela caça industrial. A remota ilha Geórgia do Sul, perto da Antártida, era …

Manuscritos de "A Origem das Espécies" divulgados online pela primeira vez

Duas páginas originais do rascunho manuscrito de "A Origem das Espécies", de Charles Darwin, foram divulgadas online pela primeira vez. Além disso, foram ainda publicadas cartas e notas de leitura nunca antes vistas. Os documentos foram …

Os videojogos podem ser bons para o bem-estar pessoal, sugere estudo

De acordo com um novo estudo que analisou o comportamento de jogadores e dados fornecidos por empresas de videojogos, o tempo gasto a jogar pode ser bom para o bem-estar pessoal. A Electronic Arts e a …

A MINI criou uma van perfeita que foi pensada para relaxar, usufruir e conviver

A marca de automóveis MINI apresentou o projeto do Vision Urbanaut. Este veículo é uma van completamente moderna e sustentável, pois oferece mais espaço interior e versatilidade, e ainda deixa uma pegada ecológica mínima. Esta van …

Covid-19. Angela Merkel alerta sobre plano de vacinação para países mais pobres

A chanceler alemã, Angela Merkel, alertou os líderes dos países mais desenvolvidos que o progresso no desenvolvimento de um sistema de distribuição de vacinas para nações mais necessitadas tem sido lento e que essa questão …

Explosão em Beirute. Danos segurados rondam mil milhões

As vítimas da explosão que destruiu o porto de Beirute e área circundante, em agosto, apresentaram um total de 14.921 reclamações de seguro, totalizando danos segurados estimados em perto de 1,62 biliões de libras libanesas …

Centenas de pessoas que morreram de covid-19 em Nova Iorque continuam em camiões frigoríficos

Muitos destes cadáveres, que continuam em camiões frigoríficos, são de pessoas cujas famílias não puderam ser localizadas ou que não podem cobrir os custos do enterro. De acordo com o The Wall Street Journal, cerca de …

Bolsonaro responsabiliza estados e municípios por não usarem testes

Mais de 6,8 milhões de testes RT-PCR, adquiridos pelo Ministério da Saúde brasileiro, perderão a validade entre dezembro deste ano e janeiro de 2021. O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, direcionou para estados e municípios a responsabilidade …

Médico presente na sala de emergência revela detalhes da morte de John F. Kennedy

Um médico que estava presente na emergência do Parkland Memorial Hospital, para onde John F. Kennedy (1917-1963) foi transferido depois de ser baleado numa visita política ao estado do Texas, revelou novos detalhes sobre a …