A magia do Disney World desvaneceu. O fantasma do vírus persegue os trabalhadores

jdbaskin / Flickr

Disney World, Orlando Florida

O parque temático Disney World, na Flórida, reabriu este mês, numa altura em que o estado norte-americano regista um aumento no número de casos de infeção por covid-19.

Quem visita o parque temático é recebido com a mensagem: “ao visitar as instalações do Walt Disney World assume voluntariamente os riscos relacionados com a exposição à covid-19″. No entanto, no caso dos trabalhadores, este aviso surge em forma de paradoxo.

Muitos não têm outra opção senão continuar a trabalhar naquele que é o parque temático mais visitado do mundo, mas quase todos expressam o medo de um possível contágio. Nesta situação, torna-se inevitável escolher entre o risco da saúde ou o risco de subsistência.

Segundo o The Guardian, a Disney World emprega cerca de 75.000 pessoas na Florida e 30.000 na Califórnia, e todas elas regressaram ao trabalho numa altura em que o número de infeções continua a aumentar em ambos os estados.

Dan Rey, de 25 anos, trabalha no parque e explicou ao diário britânico que muitos dos funcionários têm medo de voltar a trabalhar por causa da ameaça real do vírus. No entanto, o apoio financeiro também pesa na balança: “a verdade é que não nos podemos dar ao luxo de não trabalhar”.

Atualmente, a secção 11 do sindicato Unite Here está a negociar com a Disney a implementação de protocolos de segurança e medidas de proteção para os funcionários. Austin Lynch, um dos sindicalistas, disse ao The Guardian que o sindicato conseguiu convencer a empresa a medir diariamente a temperatura dos funcionários e a fornecer equipamentos de proteção individual.

Mas o sindicato não está satisfeito e continua a pressionar a Disney a instalar um sistema mais sofisticado: equipamentos extra de limpeza e desinfeção e controlo da temperatura corporal das pessoas que ficam hospedadas nos hotéis da empresa, por exemplo.

Um representante da Disney explicou que a reabertura está a ser feita por etapas e que a empresa assume a responsabilidade de implementar medidas de segurança e de higiene, quer aos clientes, quer aos trabalhadores. “O objetivo é que todos possamos desfrutar da magia com responsabilidade.”

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Debaixo de fogo devido a comparações a Hitler, Amazon altera ícone da sua aplicação

A Amazon mudou o novo logótipo da sua aplicação de smartphone depois de várias vozes críticas terem comparado a imagem ao ditador alemão Adolf Hitler. A gigante do comércio eletrónico lançou o novo ícone em janeiro …

Este ano não vai haver NOS Primavera Sound. Festival regressa em 2022

Após já ter sido adiada de 2020 para 2021, a 9ª edição volta a ser reagendada e já tem novas datas. O NOS Primavera Sound é o primeiro grande festival de verão português a anunciar …

Vice-presidente do Zimbabué demite-se após acusações de abuso sexual

O vice-presidente do Zimbabué, Kembo Mohadi, acusado de assédio sexual, anunciou esta segunda-feira a sua demissão do cargo, tendo reafirmado a sua inocência. "Demito-me do cargo de vice-presidente da República do Zimbabué com efeito imediato", escreveu …

Variante inglesa em 29 países europeus. Estirpe do Brasil mais transmissível (e ilude sistema imunitário)

A variante britânica do SARS-CoV-2, presente em 29 países da União Europeia, é responsável por mais de metade das infeções totais. A estirpe detetada no Brasil, apesar de pouco prevalecente na Europa, pode ter uma …

EUA extraditam pai e filho acusados de ajudar Ghosn a fugir do Japão

Dois norte-americanos, pai e filho, procurados por ajudar o ex-presidente da Nissan, Carlos Ghosn, a escapar do Japão numa caixa, foram entregues à custódia japonesa esta segunda-feira. De acordo com o jornal britânico The Guardian, Michael …

Até à Páscoa "as coisas devem ficar como estão", diz António Lacerda Sales

O Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, admitiu, em entrevista ao SAPO24, que foram cometidos erros desde o início da pandemia e defendeu que até à Páscoa "as coisas devem ficar como estão". Um …

Trabalhar no Interior. Benefícios fiscais tiveram impacto de 27 milhões (e programa deve ser prorrogado)

Os benefícios fiscais previstos no Programa de Valorização do Interior (PVI) tiveram um impacto de cerca de 27 milhões de euros em 2020, revelou o Ministério da Coesão Territorial, destacando a aprovação de projetos …

Regulador da aviação trava construção do aeroporto do Montijo

O parecer negativo das câmaras do Seixal e da Moita e a não emissão por Alcochete levaram a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) a recusar emitir um parecer prévio de viabilidade do aeroporto do …

França aprova vacina da AstraZeneca para maiores de 65 anos. Única dose das vacinas reduz hospitalização nos mais idosos

O Governo francês alargou a idade de toma da vacina da AstraZeneca, que estava reservada para pessoas entre os 50 e os 64 anos. A partir de agora, pessoas com até 75 anos também vão …

OMS diz que é prematuro e "não realista" pensar-se que a pandemia acaba este ano

O diretor executivo do Programa de Emergências em Saúde da OMS diz que é prematuro pensar-se que a pandemia termina até ao fim do ano, mas que é possível é reduzir as hospitalizações e as transmissões …