Diretor do Polígrafo era sócio de empresa de consultoria envolvida no caso Máfia do Sangue

(dr) Wook

O jornalista Fernando Esteves, diretor do Polígrafo

Fernando Esteves, diretor do jornal Polígrafo, que acumulou a função de jornalista e editor de política na Sábado, entre 2005 e abril de 2017, manteve ao mesmo tempo uma participação na Alter Ego, empresa de serviços de consultoria em comunicação, revelou esta terça-feira a revista em questão.

Essa informação, divulgada pela Sábado, faz parte da acusação do Ministério Público no processo Máfia do Sangue, no qual consta que a Alter Ego trabalhou para a Octapharma e para Paulo Lalanda e Castro, o principal arguido. Acontece que as profissões de jornalista e de assessor são incompatíveis.

De acordo com aquele órgão de comunicação, Lalanda e Castro, ex-diretor da Octapharma em Portugal, e o médico Luís Cunha Ribeiro contrataram a Alter Ego tratar da sua assessoria, através de um contrato feito com o sócio de Fernando Esteves, Pedro Coelho dos Santos.

Segundo os registos comerciais da empresa, referidos pela Sábado, Fernando Esteves foi sócio da Alter Ego até 2018. Contactado, apenas admitiu àquele órgão de comunicação ter sido “negligente” no acompanhamento das contas da empresa. Afirmou ainda que desconhecia os clientes do seu sócio Pedro Coelho dos Santos.

Na passada semana, o médico Luís Cunha Ribeiro foi acusado pelo Ministério Público, ex-presidente do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e da Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo, de um crime de corrupção passiva e de mais outros dez ilícitos de falsificação, abuso de poder e branqueamento de capitais. Paulo Lalanda e Castro foi acusado de 21 crimes, incluindo três de corrupção ativa.

Acusadas de um crime de corrupção passiva foram ainda uma médica imuno-hemoterapeuta, que trabalha no Hospital de São João, no Porto, e uma farmacêutica, que fazia parte da Associação Portuguesa de Hemofilia. O advogado Paulo Farinha Alves foi acusado de falsificação na forma tentada e de branqueamento de capitais. A irmã de Lalanda e Castro está acusada de três de falsificação e dois de branqueamento.

ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Que credibilidade pode ter esse tal programa da SIC com o nome parolo (para quem não tiver estudado física) de «polígrafo»?
    E a credibilidade da própria SIC também não deixa de ser «abalada, deixando dúvidas quanto a eventual participação em «negócio da lavandaria» de personalidades!

  2. Não foi este “rapazinho” Fernando esteves que, enquanto escriba do grupo cofina escreveu um livro so bre Sócrates com o o titulo de “Cercado – os dias fatais de ´José Sócrates”????? O “rapazinho” afginal também foi “cercado” pelas vigarices que cometeu. Diz agora que foi “negligente”!! Será a nova designação de “criminoso”???? Cá se fazem, cá se pagam, com lingua de palmo e meio! Tão sério que o “rapazinho” é!!!!!!!!

      • ZAP, não existiriam mais fotos que poderiam ilustrar o acusado? Teria mesmo que ser uma que o acusado escolheu? Corporativismo 1.0, nada de novo

        • Caro leitor,
          Não foi o jornalista que escolheu a foto, fomos nós, de entre as que havia disponíveis. Não havendo fotos disponíveis que tivéssemos autorização de publicação (por exemplo na Lusa, ou de um banco de imagens de domínio público, ou com licença creative commons), recolhemos a foto de uma capa de livro – cujo uso, não tendo sido expressamente dado, se enquadra no conceito de fair use policy / direito de informação. Nas palavras de um dos nossos próprios jornalistas, “parece um cantor”. Sim, parece, apenas não é a capa de um disco – é a capa de um livro, e é a que havia. Ficou melhor do que usar outra vez a foto de sacos de plasma que temos usado neste tema.
          De qualquer forma, é surreal e disparatado estar a discutir a escolha da foto e não o conteúdo da notícia, pelo que damos o assunto por encerrado.

    • Mas a foto é importante?
      Não me diga só vê bonecos !!! Caso contrário leia o texto e ignore a foto.
      Sinceramente o boneco que aparece na foto não é o Fernando?

      Até ele ser julgado, e considerado culpado, ele é presumivelmente inocente, O MP tem de provar a sua culpa, não o contrário.
      Quando isso acontecer, peça ao ZAP para colocar a imagem do homem com algemas, despenteado e com olheiras, preferência com olhos franzidos para parecer mais ameaçador.

      Até lá, esta foto serve, não cabe ao ZAP fazer o homem parecer mau ou um anjinho, mas sim usar imagens autorizadas nos bancos de dados.

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …