Dionísio Castro está na corrida à presidência do Sporting

Dionísio Castro entrou na corrida à presidência do Sporting para “levantar” o clube, projeto no qual conta com o treinador Jorge Jesus.

O antigo atleta olímpico português Dionísio Castro confirmou, esta sexta-feira, à agência Lusa, em Luanda, que está disponível para concorrer à presidência do Sporting, para “levantar” o clube, projeto no qual conta com o treinador Jorge Jesus.

“Tenho praticamente 20 anos de Sporting, como atleta de alta competição, sou sportinguista há muitos anos, e fui, sem sombra de dúvida, um dos grandes apoiantes do doutor Bruno de Carvalho, e cheguei à conclusão que nos últimos dias o Sporting Clube de Portugal tem estado pelas ruas da amargura”, começou por afirmar.

O antigo atleta, de 54 anos e há quatro anos radicado, como empresário, em Angola, diz que foi o apoio de “amigos e notáveis” do clube que lhe “deram muita força” para avançar para a liderança do Sporting.

Foi uma candidatura muito bem ponderada e a partir deste momento não podemos mais parar, temos de ir para a frente. Vamos tentar levantar de novo o Sporting. O Sporting é muito grande, é de facto um fardo muito pesado, mas vamos ter capacidade para que o nosso Sporting volte àquilo que era antigamente”, afirmou.

Sobre o momento atual, diz que não se identifica com o que vê no clube há várias semanas. “Não lhe vou dizer que tenho vergonha deste Sporting, porque acima de tudo o Sporting Clube de Portugal não tem culpa de quem o está a dirigir.

Dionísio Castro confessa que chorou “muitas vezes”, como atleta e como sportinguista, por vários resultados negativos, mas assegura que nunca imaginou um cenário como o atual: “Este último Sporting jamais estava à espera que acontecesse.” Daí apelar à saída o mais rapidamente possível de Bruno de Carvalho.

“Conheci muitos presidentes, muitos jogadores, treinadores, dirigentes de todo o calibre, mas como esta direção atual nunca vi. E digo sinceramente, como amigo que fui do Bruno de Carvalho, e que o respeito, eu acho que ele devia ter a coragem e a humildade suficiente de deixar de denegrir tanto a imagem do nosso Sporting Clube de Portugal e demitir-se calmamente e que saia com alguma dignidade”, apelou.

Afirma que já trocou mensagem com Jorge Jesus, o atual treinador, e que será o seu, se possível com contrato prolongado, caso chegue à presidência dos ‘leões’.

“Ele tem contrato com o Sporting Clube de Portugal e nós não nos podemos dar ao luxo de despedir um dos melhores treinadores do mundo. Um grande líder”, disse, sublinhando a “liderança e profissionalismo” do treinador, na instituição e junto do plantel, nas últimas semanas.

“Se não fosse ele não sei se aquela tragédia que aconteceu no Sporting Clube de Portugal não teria sido pior. E por isso, Jorge Jesus, meu treinador na hora. E se possível, e se ele assim achar por bem, para renovar contrato com ele, porque nós devemos-lhe muito”, assumiu.

Dionísio Castro apelou ainda à “calma” entre os jogadores leoninos e disse que terá capacidade, se for eleito, para recuperar a carreira daqueles profissionais, pedindo mesmo “desculpas” pelas últimas semanas, sempre com Bruno de Carvalho na mira.

Desrespeitou os sportinguistas, os nossos profissionais e as famílias dos nossos profissionais. Não admito a ninguém, e nomeadamente ao presidente atual do meu clube, deixar uma imagem tão negativa em relação ao Rui Patrício, entre outros. Tenho muita pena que isto tenha acontecido”, concluiu.

A crise que se vive no Sporting iniciou-se no dia 15 de maio, quando cerca de 40 alegados adeptos encapuzados invadiram a Academia do Sporting, em Alcochete, e agrediram alguns jogadores e elementos da equipa técnica, tendo sido agravada com a investigação do Ministério Público sobre alegados atos de tentativa de viciação de resultados em jogos de andebol e futebol.

Na sequência destes acontecimentos, os elementos da Mesa da Assembleia Geral, a maioria dos membros do Conselho Fiscal e parte da direção, apresentaram a sua demissão, defendendo que Bruno de Carvalho não tinha condições para permanecer no cargo, tendo na quinta-feira sido marcada para 23 de junho uma Assembleia Geral de distituição do Conselho Diretivo.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Biden propõe ajuda financeira para as famílias separadas na fronteira com o México

Os EUA poderão vir a pagar transportes, cuidados de saúde, serviços jurídicos e serviços de emprego e de educação aos migrantes que foram separados ao abrigo da estratégia de “tolerância zero” nas fronteiras, disse o …

2 de março de 2020. Confinamentos, recordes, três vagas e um "milagre" depois

O primeiro caso de covid-19 em Portugal foi registado há precisamente um ano. 365 dias depois, o medo esfumou-se, mas a incerteza permanece. A 2 de março de 2020 foram confirmados em Portugal os primeiros casos …

Ex-presidente do Peru forçou esterilizações ilegais para reduzir pobreza no país

O ex-Presidente peruano Alberto Fujimori e os seus ministros da Saúde Eduard Yong, Marino Costa e Alejandro Aguinaga foram acusados esta segunda-feira em tribunal de terem utilizado e forçado a esterilização de mulheres andinas para …

Há um mistério geológico na Sibéria a intrigar os cientistas da NASA

Umas ondulações visíveis na superfície de uma região siberiana próxima ao rio Markha, na Rússia, estão a intrigar os cientistas da NASA. Os cientistas da NASA publicaram recentemente um conjunto de imagens no portal Earth Observatory …

ONU revela provas de envolvimento do Governo russo no envenenamento de Navalny

Especialistas da ONU que investigaram o envenenamento do líder da oposição russa, Alexei Navalny, disseram esta segunda-feira que as provas apontam para um "provável envolvimento" de altos funcionários do Estado russo. As duas investigadoras, que durante …

Saída de Costa e regresso de Passos Coelho "pode mudar de alto a baixo a trajetória da vida política"

Luís Marques Mendes e António Costa Pinto debateram a política nacional pós-pandemia. Convergiram na convicção de que a legislatura chegará ao fim, em 2023, mas uma saída de cena de Costa e um regresso de …

"O próximo Bruno Fernandes?". Pedro Gonçalves em destaque na BBC

"Terá o Sporting encontrado o novo Bruno Fernandes?", pergunta a BBC num artigo em que destaca o papel de Pedro Gonçalves na transformação do Sporting num candidato ao título. As exibições de Pedro Gonçalves não têm …

Tortura e prisões arbitrárias após o 25 de Abril. Marcelo retirou selo de "secreto" ao Relatório das Sevícias

A Presidência da República retirou a classificação de "secreto" ao chamado "Relatório das Sevícias" que analisou os acontecimentos entre o 25 de Abril de 1974 e o 25 de Novembro de 1975, concluindo que houve …

Com a situação "longe de estar tranquila", Temido diz que é prematuro falar sobre reabertura das escolas

A ministra da Saúde, Marta Temido, disse esta terça-feira que a situação pandémica em Portugal está "longe de estar tranquila" e por isso considera que ainda não é altura para falar da reabertura das escolas …

Jorge Jesus ainda acredita e traça plano para chegar ao título

Com o SL Benfica a 13 pontos da liderança, muitos já descartam as 'águias' da corrida pelo título. No entanto, o treinador benfiquista, Jorge Jesus, acredita que ainda será possível. "Claro que acredito, há muita coisa …