Há dinheiro “sujo” vindo da Rússia escondido no Reino Unido

Krokodyl / Wikimedia

Embaixada Russa em Londres

Num relatório divulgado esta segunda-feira, o comité dos Negócios Estrangeiros do Parlamento britânico critica o branqueamento de capitais russos feito em Londres.

De acordo com o relatório “O ouro de Moscovo: corrupção russa no Reino Unido”, elaborado pelo comité dos negócios estrangeiros do Parlamento britânico, há dinheiro “sujo” vindo da Rússia escondido e branqueado no Reino Unido.

Esse dinheiro está a prejudicar os esforços do Governo britânico de manter uma política externa dura perante o Kremlin. É desta forma que o comité considera que a segurança nacional britânica está abalada.

Além disso, o comité critica o Executivo de Theresa May por permitir que seja colocado dinheiro “diretamente nas mãos de regimes que querem prejudicar o Reino Unido, os seus interesses e os seus aliados”, refere o Observador.

“O Governo não pode olhar para o lado enquanto cleptocratas e violadores de direitos humanos usam a City de Londres para lavar os fundos que adquiriram de forma errada e para contornar sanções”, lê-se no relatório, divulgado esta segunda-feira.

O relatório refere que uma parte do capital russo escondido e branqueado em Londres é utilizado para financiar as campanhas do presidente russo, Vladimir Putin, e “subverter” as normas internacionais.

“Apesar da retórica dura, o Presidente Putin e os seus aliados têm conseguido continuar o seu business as usual (a fazer negócios como sempre), escondendo e lavando os seus bens corruptos em Londres”, bens que, segundo o comité, apoiam direta e indiretamente a campanha do Presidente.

Segundo o The Guardian, os deputados pedem ao ministério dos Negócios Estrangeiros “que estabeleça uma estratégia coerente para a Rússia que ligue claramente as ferramentas diplomáticas, militares e financeiras que o Reino Unido pode usar para combater a agressão do Estado russo”.

Os deputados lamentam que o Governo permita que tudo continue “aberto para os negócios”, mesmo depois do escândalo pela suposta tentativa de assassinato no Reino Unido do ex-espião russo Sergei Skripal e da sua filha, Yulia, que Londres atribuiu ao Governo de Moscovo.

No dia anterior, o deputado conservador Tom Tugendhat, presidente do comité, já tinha escrito um artigo no Sunday Times no qual deixava antever as críticas do relatório, ao falar numa “resposta letárgica” aos avanços do Kremlin.

Mas as críticas não ficaram por aqui e foram para além do setor público, com o comité a criticar a firma britânica de advogados Linklaters, que acusa de estar “enredada na corrupção do Kremlin”, avança a Reuters.

ZAP // EFE

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A sério?!
    Quem diria!….
    Alguém já devia ter dito a esses “anjinhos distraídos” que mafia da city londrina sempre foi uma máquina de lavar dinheiro sujo (principalmente russo e árabe), e que isso representa uma boa parte da economia britanica!

RESPONDER

Nova universidade internacional de Soros pretende combater populismo e alterações climáticas

O filantropo multimilionário George Soros vai investir mil milhões de dólares (cerca de 904 milhões de euros) numa universidade internacional que terá como foco a oposição a governos autoritários e às alterações climáticas. Segundo avançou o …

"O índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual a nós", diz Bolsonaro

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse, durante um vídeo em direto em que comentava a criação do Conselho da Amazónia, que "o índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual …

Jorge Brito Pereira deixa de ser advogado de Isabel dos Santos

O advogado anunciou, esta sexta-feira, que saiu da sociedade de advogados Uría Menéndez Proença de Carvalho, suspendeu a atividade profissional e, como consequência, vai cessar "o patrocínio jurídico" à empresária angolana. "Face às informações publicadas nos …

621 milhões de euros. Ministra reconhece que redução do défice no SNS ficou aquém

A ministra da Saúde reconheceu, esta sexta-feira, que a redução do défice do SNS em 2019 para 621 milhões ficou aquém do que estava previsto, sublinhando o aumento dos custos com pessoal. A ministra da Saúde, …

Governo prevê descontos nas portagens no interior

A ministra da Coesão Territorial disse esta sexta-feira que o novo modelo de desconto das portagens para o interior do país prevê descontos para quem vive, para quem trabalha e para quem visita no …

Excesso de higiene está a tornar a nossa saúde mais frágil, aponta estudo

Um grupo de investigação do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) divulgou recentemente um estudo sobre a perda de diversidade da flora intestinal - também denominada como microbiota - e as consequências desta diminuição na nossa …

Tiroteio na Alemanha faz pelo menos seis mortos e vários feridos

Pelo menos seis pessoas morreram e várias ficaram feridas num tiroteio, esta sexta-feira, na cidade alemã de Rot am See. De acordo com vários media alemães, pelo menos seis pessoas morreram num tiroteio em Rot am …

IKEA aumenta salário de entrada dos trabalhadores para 700 euros

A IKEA aumentou o salário de entrada para trabalhadores a tempo inteiro de 650 euros para 700 euros brutos mensais, acima do salário mínimo nacional (635 euros), anunciou hoje a cadeia de venda de mobiliário. Em …

Mortes nos Comandos. Recruta diz que colocaram um cateter em Hugo Abreu já depois de estar morto

Rodrigo Silvano, o último recruta no curso 127 de Comandos a sair da tenda de enfermaria onde morreu Hugo Abreu no primeiro dia da Prova Zero, relatou ao tribunal que viu o enfermeiro do INEM …

Rafa inegociável. Benfica só vende por 80 milhões de euros

Rafa é inegociável. O Benfica só deixar sair o extremo de 26 anos pelo valor da sua cláusula de rescisão, que está fixada nos 80 milhões de euros. A notícia é avançada esta sexta-feira pelo Correio …