Dinamarca quer proibir venda de carros a gasolina e diesel em 2030

O Governo Dinamarquês anunciou esta terça-feira querer proibir a venda de novos carros a gasolina e diesel em 2030, ano em que prevê a existência de um milhão de veículos elétricos ou híbridos no país.

“O setor do transporte representa na atualidade uma quarta parte das emissões de dióxido de carbono (CO2) na Dinamarca. O ar nas grandes cidades está demasiado contaminado”, disse o primeiro-ministro, Lars Lokke Rasmussen.

“Por isso, o Governo fixa um objetivo claro: dentro de 12 anos, proibiremos a venda de novos automóveis a gasolina e diesel” acrescentou o chefe do governo liberal-conservador.

O chefe do Governo dinamarquês, que discursou durante a abertura do novo ano parlamentar, frisou que a proposta faz parte de um novo plano climático que o executivo apresentará na próxima semana.

Rasmussen considerou a medida “um sinal claro” para a União Europeia, a indústria automóvel e “o resto do mundo”, assegurando que este tipo de automóveis representam o passado e que o futuro é “verde” e que está “muito próximo”.

O primeiro-ministro dinamarquês espera fechar um acordo na área climática nos próximos meses, antes das eleições gerais, previstas para junho de 2019.

Lars Lokke Rasmussen encabeça um Governo de minoria que controla menos de um terço do parlamento, mas o apoio do xenófobo Partido Popular Dinamarquês assegura-lhe a maioria absoluta.

A Dinamarca fixou como objetivo não depender dos combustíveis fósseis em 2050. Outros países anunciaram anteriormente que pretendem proibir a venda de carros de gasolina e diesel: Alemanha, Irlanda e Holanda estabeleceram também a meta de 2030, enquanto França e Grã-Bretanha apontam para 2040.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

          • Ok, já percebi que não sabe ou não percebeu.
            Os híbridos têm um motor de combustão a gasolina (ou gasóleo), ou seja, também são automóveis a gasolina (ou gasóleo).
            Do ponto de vista ambiental, não tem qualquer diferença, só poluem ligeiramente menos porque são um pouco mais eficientes.
            Porquê então distingui-los?
            Deve ser para rir, evidentemente…

            • Sei e percebi!
              Tal como o nome indica, são híbridos, portanto funcionam com em dois modos diferentes; motor de combustão e motor eléctrico!
              “Do ponto de vista ambiental, não tem qualquer diferença, só poluem ligeiramente menos porque são um pouco mais eficientes.”
              Afina há diferenças ou não?!
              Claro que há!
              Um híbrido em transito citadino pode andar muito tempo em modo eléctrico e só por aí já há uma grande diferença entre um motor a gasolina/gasóleo e um híbrido, principalmente a nível de emissões que, como se sabe, são um grande problema nos meios urbanos!
              Portanto, claro que faz todo o sentido distingui-los!

RESPONDER

Bruxelas vai rever regras de uso de telemóvel em roaming

A Comissão Europeia vai rever as regras sobre o roaming do telemóvel, ajustando as tarifas máximas e aumentando a transparência, tendo em vista que o regulamento em vigor caduca a 30 de junho de 2022. Segundo …

Amnistia Internacional retira estatuto de prisioneiro de consciência a Navalny

A Amnistia Internacional anunciou que não pode considerar o principal opositor russo um "prisioneiro de consciência" devido a algumas declarações nacionalistas e xenófobas feitas por si no passado. Esta informação foi revelada, na terça-feira, pelo jornalista …

CGTP volta à rua com concentrações nos distritos e greves e plenários nas empresas

A CGTP vai voltar à rua pela valorização dos salários e do emprego e o respeito pelos direitos individuais e coletivos. A CGTP volta à rua com uma Jornada Nacional de Luta descentralizada para exigir melhores …

27 reúnem-se numa videocimeira para discutir restrições e a aceleração do processo de vacinação

Esta quinta-feira, os 27 reúnem-se virtualmente, numa cimeira coordenada, a partir de Bruxelas, pelo presidente do Conselho Europeu Charles Michel.  Segundo apurou a TSF, na videocimeira desta quinta-feira, os governos deverão reconhecer que a situação epidemiológica …

Em risco de perder a imunidade, Puigdemont fala em "pressão espanhola"

Carles Puigdemont, Toni Comín e Clara Ponsati estão em risco de perder imunidade. O ex-presidente do governo da Catalunha fala em "pressão espanhola" no Parlamento Europeu. O levantamento da imunidade de Carles Puigdemont e de dois …

Plano de desconfinamento a circular nas redes sociais é falso. Governo faz denúncia ao Ministério Público

Esta quinta-feira, começou a circular nas redes sociais um alegado plano de desconfinamento que teria início já no mês de março. O Governo já veio avisar que o documento é falso e vai fazer uma …

Carlos Carreiras diz que "Passos Coelho não é passado, é presente"

O presidente da Câmara de Cascais voltou a criticar a liderança do líder do PSD e, em sentido contrário, deixou rasgados elogios ao seu antecessor. Numa entrevista ao jornal Público e à rádio Renascença, Carlos Carreiras …

PSP diz que jovem que se gabou de violação no Instagram pode ter "fantasiado"

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Viseu afirma que "tudo leva a crer" que o jovem que assumiu, em direto no Instagram, ter violado uma rapariga estivesse a fantasiar. A PSP de Viseu identificou o …

Termina hoje o prazo para validar faturas para apresentar no IRS

Os contribuintes têm até esta quinta-feira para validar e verificar as faturas de 2020 no Portal e-fatura e que vão servir de base no cálculo das deduções no IRS. Há já vários anos que as deduções …

“Foi torturada”. Princesa Latifa escreve carta à polícia a pedir que investigue desaparecimento da irmã

Latifa escreveu à polícia britânica em 2019. O caso da sua irmã Shamsa, raptada em Inglaterra há mais de vinte anos, tem muitas semelhanças com o drama agora vivido pela princesa. A princesa Latifa, filha do …