Dinamarca declara pandemia controlada (e considera improvável segunda vaga)

News Oresund / Flickr

A primeira-ministra da Dinamarca, Mette Frederiksen

A primeira-ministra da Dinamarca, Mette Frederiksen, garantiu que o país conseguiu vencer a pandemia de covid-19. O país nórdico considera improvável uma segunda vaga. 

As autoridades sanitárias dinamarquesas consideraram, esta terça-feira, que a epidemia de covid-19 está controlada no país nórdico e avaliaram “muito improvável” que possa ser afetado por uma segunda vaga do vírus.

Conseguimos manter o novo coronavírus sob controlo, graças a um esforço coletivo sólido”, declarou a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen.

A Dinamarca, com uma população de 5,7 milhões de habitantes, registou até agora 10.711 casos positivos e 533 óbitos, com uma tendência de queda no número de internações desde o início de abril e com uma taxa de contágio atual de 0,7.

“Se o vírus não fosse controlado e não fizéssemos nada, haveria uma probabilidade de segunda vaga. Mas aprendemos muito com a doença, temos a capacidade de testar e isolar os expostos ao contágio”, completou o chefe do setor de infeções do Instituto Nacional de Saúde, Kåre Mølbak.

Mølbak argumentou que a Dinamarca tem as “condições” para prevenir uma segunda vaga, embora tenha assumido que a taxa de contágio pode aumentar novamente.

A primeira-ministra anunciou uma estratégia “mais ofensiva” para testar – cerca de 10 mil são realizados diariamente – e rastrear contactos de pessoas infetadas, além de criar uma agência estadual para garantir o fornecimento de material de proteção.

O Governo dinamarquês pretende que os conselhos municipais disponibilizem instalações para que os cidadãos, sem a possibilidade de se isolarem em suas casas, possam fazê-lo voluntariamente noutros locais, como hotéis ou instalações recreativas.

A Dinamarca, um dos primeiros países a fechar fronteiras e a vida pública, mas sem confinamento, começou a suspender as restrições em meados de abril, abrindo parcialmente creches e escolas e algumas pequenas empresas.

A segunda fase de normalização começou nesta semana com a abertura de lojas e centros comerciais, além de permitir desportos profissionais, e continuará na próxima segunda-feira com cafés e restaurantes, sempre com restrições de espaço e medidas especiais de higiene.

As autoridades reduziram a distância mínima necessária entre duas pessoas de dois para um metro, exceto para aqueles que pertencem a grupos de risco.

A terceira fase, que começará no início de junho, inclui museus, cinemas, teatros e desportos em instalações internas, e o número de pessoas permitidas será ampliado de 10 para 30 ou 50. A quarta fase, prevista para agosto, afetará discotecas e ginásios, entre outras.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 286 mil mortos e infetou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de 1,4 milhões de doentes foram considerados curados.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Sinto que desci ao inferno". Polícias recordam ataque ao Capitólio

"É assim que vou morrer", "sinto que desci ao inferno" e "corri o risco de ser morto" são alguns dos relatos de polícias que estavam na invasão ao Capitólio. Começaram as audiências na comissão da Câmara …

Pandemia aumentou o preço dos carros usados. Venda de veículos novos caiu a pique

A procura por usados aumentou com a pandemia. Com menos carros novos a saírem dos concessionários, também por causa da crise dos chips, a oferta de usados é escassa, levando os preços a subirem. Um choque …

Jogos Olímpicos: três polémicas de arbitragem em 24 horas

Depois da pontuação controversa no surf, uma decisão que quase ninguém entendeu, no basquetebol e no judo. A arbitragem não é, ou não é suposto ser, o foco de qualquer edição dos Jogos Olímpicos. E não …

Rui Vitória quer levar Manafá para o Spartak Moscovo

O Spartak Moscovo, treinado por Rui Vitória, desistiu da contratação de Gabriel e apresentou agora uma proposta por Wilson Manafá. Desde que chegou a Moscovo para treinar o Spartak, Rui Vitória tem sondado alguns jogadores que …

Centro de Migrantes de Caxias seria pago pelo SEF com carros apreendidos e obras eram feitas por presos

As obras feitas para a construção de um Centro de Migrantes no complexo prisional de Caxias terão sido pagas pelo SEF com carros apreendidos. O Centro de Instalação Temporária de migrantes no complexo prisional de Caxias …

Afinal, declaração de pertença à maçonaria ou Opus Dei não será obrigatória

A obrigatoriedade de os políticos e altos cargos públicos declararem a sua pertença e funções em associações como as desportivas, políticas e de carácter secreto foi aprovada no Parlamento este mês. Jorge Lacão esclareceu que a …

Futebol: Alemanha já está fora dos Jogos Olímpicos

Alemães chegaram à final em 2016 mas, desta vez, nem passaram da fase de grupos. Campeão Brasil continua no torneio masculino. Brasil e Alemanha foram as seleções finalistas da edição anterior dos Jogos Olímpicos, em 2016. …

Portugal perto de surpresa no andebol e Ana Catarina Monteiro faz história na natação

No andebol, a equipa olímpica portuguesa esteve muito perto de surpreender a vice-campeã mundial Suécia. Na natação, Ana Catarina Monteiro teve um resultado histórico. A seleção portuguesa de andebol perdeu por 29-28 frente à vice-campeã mundial …

Portugal nunca teve tantos migrantes a obter nacionalidade portuguesa. Maioria são do Brasil e Israel

Em 2020, mais de 149 mil migrantes passaram a ter o cartão cidadão nacional. Só este ano já há registo de 56 mil. O aumento do número de pessoas a pedir nacionalidade portuguesa deve-se à …

Patrões, UGT e Governo assinam acordo de Concertação, num "sinal de desagravamento" das tensões

Esta quarta-feira, será assinado o acordo de formação profissional, denominado Um Desígnio Estratégico para as Pessoas, para as Empresas e para o País, alcançado na concertação social. Carlos Silva, secretário geral da UGT, encara a assinatura …