Dicionário da Academia das Ciências quer regresso do “pára”

Palavras como “pára” e “pêlo” podem voltar a escrever-se se for aceite a proposta da coordenadora do novo dicionário da Academia das Ciências de Lisboa (ACL), que quer evitar “ambiguidades” e “confusão”.

“Esta reposição do acento diferencial permitirá evitar situações de homografia que geram ambiguidade e, ainda que o contexto possa evitar a confusão, interferem com a velocidade do processamento da informação no ato de leitura”, afirma Ana Salgado, num documento publicado no Pórtico da Língua Portuguesa (PLP).

No documento salienta-se que “no caso da forma verbal ‘pára’ e do vocábulo ‘pêlo’, a frequência de uso é tão elevada que a distinção é fortemente desejável para distinguir dos seus homógrafos”.

A responsável no entanto aceita que caia o acento em “pólo”, que distinguia de “polo”, por ser “uma combinação arcaica”, como aceita a queda do acento circunflexo (pôlo), por ser raramente usado – a mesma lógica para se aceitar a queda do acento em palavras como “côa”, “pêra” ou “pêro”.

O Acordo Ortográfico de 1990 (OA90) eliminou o acento gráfico em palavras graves com vogal tónica aberta ou fechada que são homógrafas de palavras átonas, como artigos, contrações, preposições e conjunções. Mas, nota a Academia, manteve a distinção entre pôr (verbo) e por (proposição), que é um caso idêntico e que por isso tira consistência aos outros critérios.

A reposição do acento agudo em “pára”, na sugestão de Ana Salgado serve também para os compostos separados por hífen, como “pára-quedas” ou “pára-raios”, entre muitos outros.

Em casos em que o AO90 considera a acentuação facultativa Ana Salgado recomenda que se mantenha o acento nas formas verbais “dêmos” ou “pôde” e na terminação “ámos” do pretérito perfeito do indicativo dos verbos da 1ª conjugação, para fazer a distinção com o presente do indicativo.

O novo dicionário de português da Academia deve estar pronto no próximo ano. A Academia deve apresentar ainda este mês um estudo para aperfeiçoar o AO90, sugerindo nomeadamente o regresso à utilização de algumas consoantes mudas.

Ana Salgado, lexicógrafa, é membro do Instituto de Lexicologia e Lexicografia da Língua Portuguesa e sócia da ACL.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A reposição do acento em “pára” é um excelente exemplo de que a evolução da linguagem se dá naturalmente pela sua própria utilização e não pela imposição por parte de uns quantos intelectuais de regras ou acordos ortográficos que são tão confusos que até permitem dupla grafia.

    Mas, seguindo então o raciocínio de quem propôs mais esta mudança então que coloquem também acentos em:
    – “acôrdo”
    – “acórdo”
    – “prêço”
    – “prégo”
    e por aí a fora.

    E, já agora, diz aqui o Simplório que está farto que o corrector ortográfico o corrija, porque não… “palávra”; “prupósta”; “nôvo” ou “nôvu”; “êvitar”; “comfuzão”; “cázo”; “uzo”; “ilevar”; “arcáico”; “cômo”; “qéda”; “acênto”; “átunas”; “sujestão”; “sálgádo”; “muintos”; “muínho”; “furmíga”; “furmigeiro”; “jeládo”; “jêlo”; “qéim” (quem); “aério”; “áção” ou então “ássão”; “crucudilo”; “hóspitál”; “arqivar”; “prumulgar”; “ilemênto”;

    Isso é que era escrever como se fala. Eh! Eh!

RESPONDER

Inscrição perdida contém a chave para o enigma dos esqueletos de Almaçã

Uma inscrição de pedra desaparecida esconde a chave para o mistério dos esqueletos de Almaçã, enterrados debaixo de uma muralha medieval. Em Almaçã, Espanha, onze corpos foram enterrados debaixo de uma enorme muralha de uma vila …

Espanha prepara-se para decretar estado de alerta

O Governo espanhol prepara-se para decretar estado de alerta em todo o território, depois de ter colocado a região de Madrid neste nível de alerta. A notícia é avançada este sábado pelo jornal espanhol El País, …

Jerónimo de Sousa deve ser reconduzido na liderança do PCP

O atual secretário-geral do PCP deve ser reconduzido no cargo no congresso que está agendado para o final de novembro, avança este sábado o jornal Público. De acordo com o matutino, as atuais regras sanitárias …

Elixir oral (e outros produtos domésticos) poderá ajudar a neutralizar o SARS-CoV–2

Alguns produtos domésticos, como é o caso do elixir oral e produtos para a descongestionar as vias nasais, mostraram-se eficazes em neutralizar um tipo coronavírus num estudo científico levado a cabo com células humanas. A …

Presidente da Polónia com teste positivo de covid-19

O Presidente da Polónia, Andrzej Duda, testou positivo para o novo coronavírus, anunciou este sábado o porta-voz do chefe de Estado. "Como se esperava, o Presidente @AndrzejDuda foi ontem [sexta-feira] submetido a um teste para detetar …

"Com o futebol acabei com a Guerra do Iraque". Jorvan Vieira, o treinador português que é Deus no mundo árabe

Jorvan Vieira é um nome que pouco deve dizer à maioria dos adeptos de futebol. Filho de portugueses emigrados no Brasil, fez grande parte da sua carreira no Médio Oriente, onde é acarinhado por milhões. …

Capacidade de cuidados intensivos na Europa vai chegar ao limite, alerta OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou esta sexta-feira que muitas unidades de cuidados intensivos na Europa vão chegar ao limite da sua capacidade nas próximas semanas. "Há uma situação muito preocupante a acontecer na Europa. …

Geólogos "ressuscitam" placa tectónica desaparecida

A existência da placa tectónica Ressurreição nunca foi consensual: alguns geólogos argumentam que nunca foi real e outros alegam que a placa sofreu um processo de subducção no manto da Terra, em algum lugar da …

Não se esqueça: muda a hora este domingo

Os relógios vão atrasar 60 minutos na madrugada do próximo domingo em Portugal para dar início ao horário de inverno. Em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira, os relógios deverão ser atrasados uma hora …

Cientistas mediram o período de tempo mais curto de sempre

Uma equipa de físicos e metrologista da Universidade Goethe de Frankfurt, na Alemanha, anunciou que conseguiu medir o menor período de tempo já determinado - são 247 zeptosegundos, segundo os cientistas. O processo físico cuja …