Diamante cor-de-rosa leiloado por valor recorde de 66,7 milhões

Um diamante de 59,6 quilates, conhecido como Pink Star (Estrela Cor-de-rosa) foi vendido num leilão da Sotheby’s, na terça-feira, em Hong Kong, fixando um novo recorde para qualquer diamante ou joia, anunciou a leiloeira.

O diamante oval excedeu a estimativa de pré-venda da Sotheby. A transação acontece três anos depois de a pedra ser vendida a um preço ainda mais elevado noutro leilão da Sotheby’s em Genebra, um acordo que acabou por não se concretizar porque o comprador falhou o pagamento.

A pedra preciosa é o maior diamante rosa vívido sem falhas alguma vez classificado pelo Instituto Gemológico da América.

Três licitadores ao telefone competiram pela pedra durante cinco tensos minutos. A multidão na sala aplaudiu quando o diamante foi vendido por 63 milhões de dólares (59 milhões de euros), sem incluir o prémio do comprador.

O preço final final ficou, então, em 71,2 milhões de dólares (66,7 milhões de euros). A presidente da Sotheby’s Asia, Patti Wong, disse que o vencedor foi a joalharia de Hong Kong Chow Tai Fook.

Até agora, o diamante mais caro alguma vez vendido era o Oppenheimer Blue, que conseguiu 56,8 milhões de francos suíços (53 milhões de euros) em maio passado. O anterior recorde mundial para um diamante cor-de-rosa foi de 46,2 milhões de dólares (43,3 milhões de euros) por um Graff Pink de 24,78 quilates em 2010.

O Pink Star foi extraído em África por De Beers em 1999 como uma pedra de 132,5 quilates em estado bruto e polida durante dois anos. Em novembro de 2013 foi leiloado por 83 milhões de dólares (77 milhões de euros) em Nova Iorque, mas o comprador falhou o pagamento.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.