Dezenas de leões marinhos aparecem doentes (ou mortos) nas praias da Califórnia

Dezenas de leões marinhos têm adoecido – até morrer, em alguns casos – nas praias da Califórnia nos últimos dois meses. E o inimigo está no próprio oceano.

“Temos tido muito trabalho”, diz à BBC Shawn Johnson, director de Ciência Veterinária no Centro de Mamíferos Marinhos, em Sausalito, perto de San Francisco.

Sob a sua coordenação, os veterinários do centro nem têm tempo para pausas. E o que os mantém ocupados são os casos crescentes de envenenamento por  ácido domóico, neurotoxina que actua sobre o sistema nervoso, causando paralisia ou contracturas musculares.

O ácido domóico é produzido por certas algas marinhas, como a doumoi ou hanayanagi (Chondria armata), que são vulgarmente ingeridas por peixes.

Esta toxina acumula-se nos peixes e, ainda que seja inofensiva para eles, acaba por ter impacto nos mamíferos. “Os mamíferos marinhos comem muitos peixes e por consequência ingerem grandes doses desta toxina, que entram na corrente sanguínea e no cérebro”, explica Johnson.

Também há registos de casos de intoxicação por ácido domóico em seres humanos. No Canadá, na década de 1980, um grupo de pessoas morreu depois de ingerir mexilhões contaminados.

Encontrar um leão marinho ou outro mamífero de grande porte a soltar baforadas, ou com convulsões na areia da praia, não deve ser uma cena fácil de perceber. E na Califórnia, a única esperança destes animais agonizantes é a de serem vistos por alguém que alerte os especialistas do centro veterinário de Sausalito.

Caso seja necessário, o animal é levado para este centro, onde uma equipa de veterinários e cientistas faz um diagnóstico do seu problema. “No caso de envenenamento por ácido domóico, que causa convulsões, tentamos contê-la com medicação e com cuidados de emergência”, explica Johnson.

Aumento das temperaturas

Segundo Shawn Johnson, a floração destas algas tóxicas ocorre em diferentes alturas do ano. Entre os especialistas é consensual que o aumento das algas tóxicas no oceano foi causado pela mudança climática e pelo aumento das temperaturas oceânicas.

Desde junho, cientistas do Centro de Mamíferos Marinhos trataram 89 animais, dos quais 82 eram leões marinhos. A maioria apareceu na região das praias de San Luis Obispo, onde há uma grande concentração de algas. E praticamente todos os leões marinhos resgatados sofreram as temidas convulsões.

O mais urgente é que o corpo expulse a toxina. Também damos ao animal medicação para proteger o cérebro. Essas convulsões podem causar lesões cerebrais permanentes”, explica Johnson.

“Depois de tratar as convulsões durante uma semana, começamos a estudar tratamentos adicionais e identificamos se há ou não algum dano cerebral.”

Se o animal recuperar, é devolvido ao oceano, com uma etiqueta de identificação para, caso apareça em outra região, se saiba que já esteve em num centro de reabilitação.

Dos 82 leões marinhos atendidos no centro, os veterinários conseguiram salvar 51.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Descobertas duas super-Terras na zona habitável de uma das estrelas mais próximas do Sistema Solar

Uma equipa internacional de cientistas encontrou duas super-Terras a orbitar uma das estrelas mais próximas do Sistema Solar. Conduzida pela Universidade de Göttingen, na Alemanha, a equipa de especialistas localizou um sistema formado por pelo …

Sporting 2-1 Gil Vicente | Leão de Plata só sabe vencer

O Sporting cumpriu na recepção ao Gil Vicente, no fecho da 29ª jornada da Liga NOS, e venceu por 2-1, num jogo que pareceu sempre controlado, mas que terminou com emoção. Os “leões” dominaram por completo …

Leões marinhos decapitados estão a dar à costa no Canadá (e ninguém sabe porquê)

Os corpos decapitados de pelo menos cinco leões-marinhos encontrados nas costas de Vancouver, no Canadá, nos últimos meses sugerem que pode haver um serial killer de mamíferos marinhos à solta. O LiveScience relata que pelo menos …

Este japonês é a única pessoa no mundo a ter um mestrado em Estudos Ninja

Um homem japonês tornou-se a primeira pessoa no mundo a ter um mestrado em Estudos Ninja depois de concluir um curso de pós-graduação que envolvia a aprendizagem de artes marciais básicas e escalada de montanhas. De …

Cátio Baldé acusado de comprar vistos para jogadores do Benfica

Cátio Baldé está a ser acusado de corrupção passiva por ter pagado a um funcionário da embaixada portuguesa em Bissau para conseguir vistos para jogadores do Benfica. O empresário admite o crime, mas nega o …

Ex-polícia admite ser "Assassino de Golden State" e declara-se culpado de 13 homicídios

O ex-polícia norte-americano Joseph DeAngelo declarou-se, esta segunda-feira, culpado de 13 homicídios. Mais conhecido como o "Assassino de Golden State", DeAngelo foi preso em 2018, após 40 anos de investigação. A identificação do criminoso apenas foi …

Infarmed garante ter stock de remdesivir, apesar da compra massiva dos EUA

Depois da notícia de que os EUA compraram à empresa Gilead Sciences praticamente toda a reserva para três meses do medicamento remdesivir, o primeiro aprovado no país no tratamento de covid-19, o Infarmed garante que …

Orfão, capturado e apresentado à rainha. A história da mais antiga fotografia de um indígena da Nova Zelândia

Um daguerreótipo - primeiro processo fotográfico do mundo - mantido na Biblioteca Nacional da Austrália é o mais antigo retrato fotográfico conhecido de um indígena maori da Nova Zelândia. Na imagem antiga, um adolescente aparece vestido …

Uma mesa de 490 metros na Charles Bridge. Em Praga, o fim da restrições celebrou-se com um jantar em massa

Os habitantes de Praga, capital da República Checa, construíram uma mesa com quase 490 metros e realizaram um enorme jantar público esta terça-feira para comemorar o fim do bloqueio do coronavírus no país. De acordo com …

Vladimir Putin vai poder governar a Rússia até 2036

Os eleitores russos devem aprovar, com larga maioria, as emendas constitucionais que permitem ao Presidente Vladimir Putin concorrer a outros dois mandatos, de acordo com os primeiros resultados do referendo. A Comissão Central de Eleições disse …