Lista de grandes devedores à banca: PSD acusa Banco de Portugal de “violar a lei”

José Sena Goulão / Lusa

Vice-presidente da bancada do PSD, António Leitão Amaro

O vice-presidente da bancada parlamentar social-democrata, António Leitão Amaro, escreveu no Twitter que o supervisor está a “violar a lei” ao não publicar os dados sobre a lista de devedores.

“Repararam que o Banco de Portugal está a violar a lei?”, escreveu esta terça-feira, reagindo à divulgação do relatório sobre os grandes devedores da banca, que não tinha nenhuma informação sobre essas dívidas.

“O Banco de Portugal tinha até 23 de maio que publicar um outro relatório com o resumo agregado da informação relevante relativa aos grandes créditos incumpridos”, relembra o deputado, referindo-se à Lei n.º15/2019.

“Por que não fez e/ou publicou este relatório?”, indaga.

Esta terça-feira, recorde-se, o BdP publicou um documento no qual explica a metodologia utilizada para chegar aos grandes devedores de bancos auxiliados pelo Estado. Contudo, e tal como noticiou o semanário Expresso, o regulador não divulgou um único número. O documento remete para um anexo secreto, e não divulgado, sobre os dados dos clientes.

Na recapitalização levada a cabo nos últimos 12 anos, o BdP revela que a banca teve ajudas de 23,8 milhões de euros, sendo a Caixa Geral de Depósitos a entidade que garantiu mais apoio do Estado (6,250 mil milhões de euros), seguindo-se depois o BPN (4,9 mil milhões) e o BES  (4,330 mil milhões).

Quanto aos devedores, não é apontado o valor das dívidas nem o que falta pagar. Frisa o Expresso que não há um único número, nem individualizado por banco nem agregado por todos os bancos, sobre as grandes dívidas às instituições financeiras. Os números que surgem são sobre os auxílios estatais recebidos – informação já pública anteriormente.

O BdP foi obrigado, pela lei em vigor desde o início do ano, a realizar um relatório extraordinário sobre as dívidas dos bancos que foram ajudados. A lei indica que o Banco de Portugal tem de publicar, no seu site, “um relatório com o resumo sob a forma agregada e anonimizada da informação relevante relativa às grandes posições financeiras”.

Além disso, escreve o Expresso, o regulador tem de entregar um relatório, sem qualquer restrição ao Parlamento, com a informação sobre os créditos dos bancos ajudados por dinheiros públicos.

Em declarações ao Diário de Notícias, António Leitão Amaro considera que a informação esta terça-feira revelada é relativa apenas a uma parte da lei aprovada em fevereiro. Por isso, considera, o BdP está a “violar a lei”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. É normal que não entreguem, e não estão a violar a lei, pois o Banco de Portugal, assim como o BCE não está sujeito às leis do estado português nem europeia.
    Por isso é que o Governo não pode substituir o governador do BdP.

RESPONDER

Vírus detetado na China pode já ter infetado mais de mil pessoas

O número de pessoas infetadas com um vírus que matou duas pessoas na China ultrapassa provavelmente o milhar de casos e é muito superior àquele avançado pelas autoridades locais, segundo investigadores britânicos. Num artigo publicado, esta …

Joacine Katar Moreira não vai renunciar ao cargo de deputada

O IX Congresso para eleger os novos órgãos do Livre começa, este sábado, em Lisboa. A única deputada do partido na Assembleia da República já disse que não vai renunciar ao cargo. À chegada ao IX …

Cabeceamentos no futebol podem ser proibidos ou limitados. O problema é o risco de demência

A Federação escocesa de futebol prepara-se para proibir os cabeceamentos nos escalões com menores de 12 anos.  Em Inglaterra, fala-se em limitar este gesto futebolístico que foi associado a doenças neuro-degenerativas em vários estudos científicos. …

Fenómeno cerebral desvenda enigma sobre as casas do Neolítico

O comportamento humano está influenciado por aspetos inconscientes. Um deles é um fenómeno da perceção conhecido entre psicólogos como a negligência espacial cerebral. Este fenómeno refere-se à observação de que as pessoas saudáveis preferem o seu …

Justiça do Mónaco investiga José Eduardo dos Santos e Isabel dos Santos

As autoridades do Mónaco estarão a investigar a empresária angolana, assim como o seu pai e o seu marido, pelo crime de branqueamento de capitais. De acordo com o semanário Expresso, as autoridades judiciais do Mónaco …

Depressão Glória atinge Portugal continental com vento forte

A depressão Glória está a caminho. Segundo o Instituto Português do Mar e Atmosfera, no domingo, esperam-se rajadas de vento que podem atingir os 110 quilómetros por hora nas terras altas. A depressão Glória vai passar …

Governo não renova PPP do Hospital de Loures

O Estado não vai renovar a atual parceria público-privada (PPP) do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, que é gerido pelo grupo Luz Saúde, anunciou a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo …

Cientistas podem ter descoberto por que Beethoven ficou surdo

Ludwig van Beethoven começou a notar dificuldades de audição em 1798, com 28 anos. Com 44 ou 45, estava totalmente surdo. Aos 56 anos, o músico morreu e, até hoje, ainda não se sabe …

Tochas em Alvalade. Liga pede reunião de urgência ao MAI

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) solicitou, esta sexta-feira, uma reunião de urgência ao ministro da Administração Interna, na sequência dos incidentes no encontro entre Sporting e Benfica. "A Liga Portugal lamenta profundamente …

Moody’s mantém rating de Portugal acima do "lixo"

A agência de rating norte-americana manteve, esta sexta-feira, a notação financeira de Portugal em “Baa3”, acima de lixo, e a perspetiva em positiva. De acordo com um comunicado no site da agência, a Moody's assinala que …