Deutsche Bank pede desculpa nos jornais por “erros sérios de trabalhadores”

mattingham / Flickr

Sede do Deutsche Bank em Frankfurt

Sede do Deutsche Bank em Frankfurt

O Deutsche Bank comprou anúncios de página inteira nos principais jornais alemães durante o fim de semana para pedir desculpa pelos “erros sérios” cometidos nos Estados Unidos (EUA) na década passada, que causaram elevados prejuízos ao maior banco alemão.

O pedido de desculpas é assinado por John Cyran, presidente executivo do Deutsche Bank, em nome da atual administração.

Os anúncios apontam para os danos ao nível da “reputação e confiança” na instituição, a que se somam os cerca de cinco mil milhões de euros de perdas assumidas desde que o responsável assumiu a instituição, em 2015, devido à “má conduta de alguns trabalhadores”, sensivelmente dez anos antes.

“Lamentamos profundamente que a conduta do banco não tenha seguido os nossos padrões” em relação ao negócio hipotecário nos EUA entre 2005 e 2007, algo que foi “inaceitável”, assinalou o líder do Deutsche Bank, citado pela agência de informação financeira Bloomberg.

John Cyran assegurou ainda que a atual equipa de gestão vai fazer tudo o que está ao seu alcance para “prevenir que estes acontecimentos voltem a acontecer”.

Em meados de janeiro, as autoridades norte-americanas revelaram que o Deutsche Bank vai pagar 7,2 mil milhões de dólares (6,7 mil milhões de euros) para encerrar os processos judiciais derivados da venda de títulos hipotecários tóxicos.

O banco alemão, que já tinha adiantado esta quantia ao divulgar a existência de um princípio de acordo em dezembro, vai pagar uma multa de 33,1 mil milhões de dólares e destinar 4,3 mil milhões de dólares para os clientes prejudicados por estes títulos.

“Esta solução torna o Deutsche Bank responsável pela sua conduta ilegal e pelas suas práticas de crédito irresponsáveis, que causaram danos sérios e prolongados”, assinalou na altura a Procuradora-geral dos EUA, Loretta Lynch, que recordou que o banco “contribuiu diretamente para uma crise financeira internacional”.

Depois, a 31 de janeiro, foi a vez de as autoridades de Nova Iorque chegarem a acordo com o Deutsche Bank para que este pague uma multa de 425 milhões de euros por lavagem de dinheiro através das sucursais de Londres e Moscovo.

Vários gigantes das finanças norte-americanas, como o Goldman Sachs, o Bank of America ou o Citigroup, pagaram nos últimos anos milhares de milhões de dólares para encerrar as investigações judiciais abertas nos Estados Unidos.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Gronelândia não é só um capricho de Trump. EUA querem comprar a ilha há 70 anos

A proposta de Donald Trump para comprar a Gronelândia terá parecido apenas mais uma ideia megalómana do presidente dos EUA, mas não é a primeira vez que o país tenta ficar com a ilha que …

Venezuela. Oposição anuncia nova fase de mais pressão contra o regime

O presidente do parlamento venezuelano, Juan Guaidó, disse na quarta-feira que a oposição tem mantido conversações com o governo dos Estados Unidos (EUA) e anunciou que chegou o momento de pressionar mais o regime liderado …

Sobrelotação dos canis leva a aumento de ataques de cães abandonados

A sobrelotação dos canis tem feito aumentar o número de ataques de cães abandonados registados pela GNR. Só os casos registados neste semestre quase superam os valores do ano passado inteiro. Os canis sobrelotados é um …

Nova Zelândia. Enquanto preside a debate parlamentar, presidente dá biberão a bebé

O presidente do parlamento da Nova Zelândia partilhou nas redes sociais, na terça-feira, uma imagem onde aparece a dar biberão ao filho de um colega de partido enquanto presidia ao debate. Trevor Mallard, presidente do Parlamento …

Trump é "narcisista" e "absurdo", dizem governantes. "Não falam assim comigo", responde Presidente dos EUA

O Presidente dos Estados Unidos (EUA) criticou na quarta-feira o tom "horrível" das declarações da primeira-ministra da Dinamarca, que considerou que a intenção de Donald Trump de comprar a Gronelândia era um "absurdo". "Achei que a …

Se o FC Porto perder na Luz, "adeptos vão pedir a cabeça de Conceição"

Ljubinko Drulovic, antigo jogador do SL Benfica e do FC Porto, disse que caso o FC Porto perca na Luz, os adeptos vão pedir a cabeça de Sérgio Conceição. Em entrevista à Rádio Renascença, o antigo …

"Variações" estreia-se hoje nas salas de cinema portuguesas

O filme de João Maia sobre o músico António Variações, que morreu em 1984, aos 39 anos, protagonizado pelo ator Sérgio Praia, estreia-se esta quinta-feira em cerca de 60 salas de cinema portuguesas. O filme é …

Mais videovigilância e segurança reforçada em bares e discotecas

A nova lei, que entra em vigor esta quinta-feira, alarga a instalação de videovigilância, obriga à contratação de um responsável pela segurança e a um segurança-porteiro em certos pontos dos bares. A partir desta quinta-feira, os bares …

Ordem queixa-se de falta de nutricionistas nas escolas públicas

A Ordem dos Nutricionistas tirou o chapéu à medida de restrição da publicidade em certos alimentos dirigida a crianças, dizendo que é um "passo importante". Contudo, afirma que "o caminho a percorrer ainda é longo". A …

Líder dos vinhos da Bacalhôa deixa grupo de Joe Berardo

Nomeado há um ano administrador delegado na Sociedade da Bacalhôa, Frederico Falcão deixou o grupo de Joe Berardo, investidor e empresário que está no centro da polémica devido às dívidas à banca de mais de …