Deutsche Bank foi favorecido pelo BCE nos testes de stress

spiegelneuronen / Flickr

-

O banco alemão Deutsche Bank foi favorecido pelo Banco Central Europeu (BCE) nas provas de resistência realizadas este verão à banca europeia, revela esta segunda-feira o jornal britânico Financial Times (FT).

O jornal destaca que o Deutsche Bank recebeu um tratamento especial do BCE, uma vez que conseguiu incluir nos seus resultados uma operação que não estava fechada no final do ano passado.

Em causa está a inclusão das mais valias resultantes da venda da participação que o Deutsche Bank detém na entidade chinesa Hua Xia nos resultados dos testes de ‘stress’ do Deutsche Bank, ainda que o negócio não estivesse concluído no final de 2015 – a data limite para incluir estas transações nas provas de resistência.

O Deutsche Bank terá beneficiado 4 mil milhões de dólares com a venda, mas como a operação não foi fechada – algo que o Deutsche Bank acredita que vai acontecer este ano – não deveria ter sido incluída nos resultados dos testes de stress.

Este caso foi descoberto pelo FT numa nota relativa às provas do Deutsche Bank, mas nenhum dos outros bancos avaliados nos exames tiveram menções similares, ainda que muitos também tivessem transações acordadas mas não fechadas em 2015.

O FT aponta para o exemplo do Caixabank, que fechou em março uma venda de ativos estrangeiros à sua ‘holding’ industrial, a Criteria, por 2,65 mil milhões de euros, mas o BCE não autorizou que o impacto dessa venda figurasse nos resultados das provas de resistência.

Os principais bancos alemães, o Deutsche Bank e o Commerzbank, obtiveram um rácio CET1 de 7,8% e de 7,42%, respetivamente, bastante acima do mínimo requerido pelas autoridades de supervisão.

A instituição alemã, cujas ações desvalorizaram mais de 20% nas últimas semanas, usou os resultados dos testes de ‘stress’ para comprovar ao mercado a sua sólida situação, realça o FT.

“[O tratamento dado ao Deutsche Bank] é confuso”, comentou ao FT o analista Chris Wheeler, considerando que “estas circunstâncias fazem com que as pessoas que seguem a atividade dos mercados vejam com suspeição a veracidade dos resultados destas provas”.

Contactado pelo jornal britânico, o BCE indicou que “trata todos os bancos da mesma maneira, em linha com a regulação”.

O FT afirma que, sem o negócio da Hua Xia, o rácio do banco alemão teria sido de 7,4% e não de 7,8%, mas que o rácio publicado ajudou a tranquilizar os investidores que estavam cada vez mais preocupados com o capital do banco.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. É o que dá querer perpetuar esta m*rda de sistema económico. É o mesmo que jogar a porcaria para baixo do tapete, há de chegar o dia que a porcaria vai transbordar!
    Isto, mais tarde ou mais cedo, vai estoirar, não é preciso ser nenhum entendido na matéria para se ver isso. Preparem-se.
    Estas injecções de dinheiro dos contribuintes para salvar bancos podres não pode nem vai durar para sempre.

  2. @jules, isto não é como ver um porto-benfica em que cada um vê um jogo diferente! onde é que leu que houve dinheiro dos contribuintes injetado no deutsche bank? nem seu nem dos alemães.

    • Andas mesmo a dormir!…
      O DB é um dos principais culpados da crise financeira mundial – e agora tenta lá adivinhar quem a está apagar…
      .
      Mais um vez se prova que , para fazer burlas, não há como os alemães!…

RESPONDER

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …

Este mamífero consegue sobreviver a quase sete mil metros de altura

Cientistas pensam ter confirmado que um pequeno rato descoberto no vulcão Llullaillaco, nos Andes, é o mamífero que consegue viver à maior altitude já conhecida (6739 metros). Segundo o IFLScience, o Phyllotis xanthopygus rupestris foi descoberto, …

O glaciar Denman recuou quase cinco quilómetros nos últimos 22 anos

O glaciar Denman, na Antártica Oriental, recuou cerca de cinco quilómetros nos últimos 22 anos. Investigadores da Universidade da Califórnia, Irvine e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão preocupados coma topografia exclusiva …

Gruta em Setúbal mostra que os Neandertais também eram pescadores

Cientistas encontraram restos de alimentos numa gruta, no distrito de Setúbal, que comprovam que os Neandertais também se alimentavam de espécies marinhas. De acordo com o jornal espanhol ABC, restos encontrados por uma equipa de arqueólogos …

Associação alerta para riscos da mudança da hora em tempos de confinamento

O presidente da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono advertiu hoje que os efeitos potencialmente adversos causados pela mudança da hora podem acentuar-se devido ao confinamento obrigatório das pessoas na sequência da pandemia …

Governo português legaliza estrangeiros ilegais. "A prioridade é a defesa da saúde"

O Governo português decidiu regularizar os estrangeiros com pedidos pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, medida em vigor desde a declaração do estado de emergência, no dia 19, e que lhes garante os mesmos …

Cirque du Soleil despediu 95% dos trabalhadores e pode ir à falência (mas vai dando shows online)

O Cirque du Soleil pode ser mais uma vítima do coronavírus. A empresa que gere o circo está a analisar a possibilidade de declarar a falência devido a dívidas avultadas e depois de ter despedido …

Ordem dos Médicos está a avaliar uso de medicamento não testado para travar Covid-19

Portugal pode tornar-se no segundo país do mundo a usar hidroxicloroquina como forma de prevenção de Covid-19. A Ordem dos Médicos (OM) estará a estudar essa possibilidade, de acordo com o Expresso. O semanário refere que …