Governo venezuelano anuncia detenção de seis suspeitos do atentado contra Maduro

Nicolás Maduro / Twitter

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O Governo venezuelano anunciou ter capturado seis suspeitos do alegado atentado de sábado em Caracas contra o presidente Nicolás Maduro, que fez sete feridos, três dos quais graves, e assegurou que todos os autores materiais e morais “estão identificados”

“Temos até agora seis terroristas e sicários detidos, vários veículos apreendidos e foram feitas várias buscas em hotéis da capital do nosso país onde se recolheram importantíssimas provas”, disse o ministro do Interior, Néstor Reverol, em declarações à televisão estatal VTV.

Maduro presidia a um ato oficial por ocasião da celebração dos 81 anos da Guarda Nacional Bolivariana (GNB) quando, segundo o Governo informou no sábado, terá sido vítima de um atentado com “objetos voadores de tipo ‘drone’ que continham uma carga explosiva”, do qual saiu ileso.

O atentado ocorreu quando o Presidente venezuelano proferia um discurso, transmitido pela rádio e pela televisão, em que defendia as mais recentes medidas económicas do seu Governo, que são criticadas pela oposição.

A transmissão televisiva mostrou os militares em formação a saírem das filas de forma desordenada e a retirarem do local o ministro da Defesa, Vladimir Padrino.

Hoje, Reverol disse que as investigações “evidenciaram” que o ataque constituiu “um crime de terrorismo e magnicídio frustrado”.

“O que deixa claro que estes terroristas e sicários passaram a um nível superior, aumentando a espiral de violência”, acrescentou. Segundo o ministro, no atentado foram usados dois ‘drones’ de modelo DJI M600, “concebidos para trabalhos industriais” e com capacidade para “suportar grandes cargas”.

Os objetos não feriram Maduro “graças às técnicas especiais” da Guarda de Honra, encarregada da segurança do Presidente, e à instalação de equipamentos inibidores de sinais que desorientaram os ‘drones’, que se ativaram “fora do perímetro planeado pelos sicários”.

Este sábado, Maduro acusou do ataque o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, bem como a “extrema-direita” daquele país e da Venezuela. Hoje, os militares venezuelanos declararam a sua “lealdade sem limites” a Maduro, e a oposição demarcou-se dos factos, declarando que a saída da crise deve ser “democrática”.

Um movimento paramilitar denominado Soldados de Franelas, criado em 2014, reivindicou no Twitter a autoria do alegado ataque.

O alegado atentado ocorreu num contexto de grave crise económica na Venezuela, país com as maiores reservas de petróleo no planeta, que se tem traduzido em escassez de todo o tipo de produtos, hiperinflação e numerosas deficiências nos serviços públicos.

Por estas razões, decorrem diariamente no país dezenas de protestos, exigindo comida, transportes, água, eletricidade e melhores salários, entre outras coisas.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Há uma nova teoria para explicar a onda de sismos silenciosos que fez a Terra tremer em 2018

Em maio de 2018, milhares de terramotos sacudiram a pequena ilha francesa de Mayotte, no arquipélago das Comoras, situado entre o continente africano e Madagáscar. A maioria foram tremores leve mas, um deles, a 15 …

Os futuros colonos de Marte poderão ter miopia, ossos mais densos e até outra cor de pele

https://vimeo.com/338334578 Caso os seres humanos consigam colonizar Marte, os novos colonos do Planeta Vermelho vão sofrer uma série de mutações que os distanciará dos humanos da Terra. Estas alterações serão tão drásticas que os habitantes de …

Adolescente italiana libertada depois de matar pai abusivo. Autoridades alegaram legítima defesa

Uma adolescente italiana que matou o seu pai abusivo foi libertada da prisão domiciliária que as autoridades lhe tinham imposto depois de os promotores considerarem que a jovem agiu em legítima defesa. De acordo com …

Asteróide gigante com lua própria vai passar muito próximo da Terra este sábado

Um asteróide com sua própria "lua" potencialmente perigoso passará este sábado no ponto mais próximo em relação ao nosso planeta pela primeira vez desde que foi descoberto em 1999. Segundo o portal Cnet, trata-se de um …

Adolescente encontra (por acaso) mandíbula de um mastodonte com 34 mil anos

Enquanto procurava relíquias do período neolítico, uma estudante fez uma descoberta surpreendente: encontrou uma mandíbula de um mastodonte com 34 mil anos. Uma adolescente do estado norte-americano de Iowa encontrou uma mandíbula de um mastodonte com …

Encontrado o navio que transportou os últimos escravos africanos para os EUA. Estava num rio

Afundado há 160 anos, um navio emergiu do fundo das águas de um rio do Alabama para contar a história dos últimos escravos africanos nos Estados Unidos. O Clotilda terá sido o último navio de sempre …

Banca. Aumento das comissões é "inevitável"

A diretora-geral da Associação Portuguesa de Bancos disse esta sexta-feira ser "inevitável" que se verifique um aumento do peso relativo das comissões no produto bancário, assinalando que o próprio Banco Central Europeu tem reconhecido …

Presidente do PSG indiciado por corrupção ativa

O presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaïfi, foi indiciado por corrupção ativa num âmbito de um processo judicial que investiga suspeitas relativas à atribuição da organização dos Mundiais de Atletismo a Doha, no Qatar. De acordo com …

Incêndios: Governo decreta Situação de Alerta até 30 de maio

O território continental está desde as 20:00 desta sexta-feira e até às 23:59 de 30 de maio, quinta-feira, em Situação de Alerta, devido às previsões meteorológicas que “apontam para um significativo agravamento do risco de …

Vivia numa habitação social. De repente, herdou uma propriedade de 50 milhões

Um teste de ADN mudou a vida de Jordan Rogers para sempre. O britânico, de 31 anos, promete tentar ajudar outras pessoas que vivem na situação que ele próprio sentiu na pele. Jordan Rogers trabalhava como …