Uma descoberta desconcertante pode reescrever a história da Terra

Este novo estudo fornece uma teoria completamente nova, mas desconhecida, de como os continentes da Terra se formaram há mais de três mil milhões de anos.

Uma nova investigação, levada a cabo por uma equipa da Universidade Curtin, na Austrália, encontrou novas evidências que levam os cientistas a sugerir que os primeiros continentes do nosso planeta não foram formados por subducção num ambiente moderno de placas tectónicas, como se pensava até hoje.

Afinal, podem ter sido criados por um processo totalmente diferente. O artigo científico com as descobertas foi publicado na Geology no dia 19 de junho.

O SciTechDaily explica que os investigadores mediram os isótopos de ferro e zinco nas rochas originárias do centro da Sibéria e da África do Sul, e chegaram o à conclusão que a composição dessas rochas pode ter-se formado num ambiente de não subducção.

O líder da pesquisa, Luc-Serge Doucet, afirmou que os primeiros continentes foram formados no início da história da Terra há mais de três mil milhões de anos, mas a sua composição ainda é uma questão que permanece em aberto.

“Investigações anteriores sugeriram que os primeiros supercontinentes se formaram por meio de subducção e tectónica de placas, que é quando as placas da Terra se movem umas nas outras, moldando as montanhas e os oceanos”, esclareceu o investigador.

Este novo estudo descobriu que a composição química dos fragmentos de rocha “não era consistente com o que normalmente veríamos quando ocorre a subducção”.

“Se os continentes fossem formados por subducção e tectónica de placas, esperaríamos que a proporção de isótopos de ferro e zinco fosse muito alta ou muito baixa, mas as nossas análises revelam que a proporção de isótopos era semelhante à encontrada em rochas sem subducção”, explicou Doucet.

Para alcançar estes resultados, a equipa usou uma técnica relativamente nova – conhecida como o método isótopo estável não tradicional -, que foi usada para identificar os processos que formaram as rochas continentais e o manto.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. O QUE SÃO TRÊS MIL MILHÕES DE ANOS SE COM PARADOS COM A REALIDADE??? Todas as descobertas e estudos são importantes mas a fundamental de todas é conformarmo-nos com ESTA REALIDADE. O
    tempo e o espaço são infinitos sempre existiram e sempre existirão (Platão) – sempre em constantes mudanças. A TERRA, O Sistema Solar como todos os sistemas universais estão em constante mudança desde um simples COVID-19 até ao mais complexo sistema estelar. À luz da ciência atual tudo isto é impossível de decifrar a que uns, comodamente chamam Deus, para outros é a natureza das coisas, outros ainda nem sequer querem saber. Tudo o que imaginamos, o que desejamos o que sonhamos já aconteceu e voltará a acontecer. Alguém referia, que estranhava que nos lembrássemos do passado e não nos lembrássemos do futuro. No tempo e espaço não há passado nem futuro. Tudo é relativo. Nós, a Terra, o Universo comparados ao tempo e espaço somos insignificantes.

    Tudo o que pensamos , desejamos, sonhamos, etc. já aconteceu e voltará a acontecer. Alguém referia, que estranhava que nos lembrássemos do passado e não nos lembrássemos do futuro. No tempo e espaço não há passado nem futuro.

    O que são os sonhos? Porque são frequentemente tão confusos? Misturam- se vivências recentes com outras pouco perceptíveis e longínquas. Passamos de um lugar que nos é familiar para outro que nos é estranho. Passamos do pesadelo à fuga etc. Tudo isto acontece porque são o entrecruzar de vivências de tempos e espaços diferenciados.

  2. Os locais mais antigos da crosta terrestre são chamados cartões que surgiram muito antes da formação dos continentes. De acordo com os compêndios de química, o ferre não tem isótopos sendo um elemento muito estável. Também foi há muito sustentado que o ferro constitui as cinzas das estrelas. Continuo a aceitarr a deriva dos continentes como teoria com com forte evidências a olhos vistos que corroboram outros fenómenos.

  3. ciencia precisa de nova revolucao a todos os niveis…. é evolucao dinamica dos acontecimentos e desafios…precisam se respostas e solucoes nao repetivas…

RESPONDER

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …

Roubar aos ricos para dar aos pobres. Misterioso grupo de hackers desviou dinheiro para doar à caridade

Um misterioso grupo de hackers, conhecidos como hackers Darkside, doou dinheiro a duas instituições de caridade - mas esse dinheiro foi roubado pelo mesmo grupo a grandes corporações através de um ataque de ransomware. Quase podia …

Desatualizados e com erros. IA vai vasculhar milhares de documentos da Casa Branca

O Escritório de Administração e Orçamento da Casa Branca (OMB) disse que as agências federais vão usar inteligência artificial (IA) para eliminar requisitos desatualizados, obsoletos e inconsistentes em dezenas de milhares de páginas de regulamentos …