“Desagradado” com escolha de Caupers para o TC, PS acusa PSD de quebrar “acordo de cavalheiros”

Mário Cruz / Lusa

Segundo a lógica de rotação no topo do Tribunal Constitucional (TC) entre socialistas e sociais-democratas, seria o PS a escolher o novo presidente. No entanto, não foi o que aconteceu e o partido acusou o PSD de quebrar “acordo de cavalheiros”.

De acordo com o Observador, antes da escolha do novo presidente do Tribunal Constitucional (TC), que foi eleito pelos seus pares, o PS lembrou o PSD do “acordo de cavalheiros” que faz parte da tradição na negociação dos juízes para a instituição.

Segundo o mesmo jornal, o PS queria que o escolhido fosse José João Abrantes,  o juiz que o partido indicou em julho passado para o TC. Após a saída de Costa Andrade, o presidente próximo do PSD, a lógica ditava que fosse escolhido um presidente indicado pelos socialistas.

No entanto, a direção social-democrata não quis meter-se no assunto e o escolhido pelos restantes juízes acabou por ser o juiz João Pedro Caupers.

Segundo o Observador, que cita fontes próximas do processo negocial, a escolha deixou o PS “desagradado”, uma vez que o juiz conselheiro entrou no TC em março de 2014, pelo que o seu mandato termina dentro de dois anos; e porque, segundo a lógica de rotação no topo da instituição, seria a vez do PS ter o presidente.

Antes da eleição, o PS contactou a direção do PSD como “lembrete” daquela prática para garantir o equilíbrio da composição do TC. Este equilíbrio resulta do facto de os dois maiores partidos se entenderem sobre os nomes a indicar — cinco cada um —, já que os escolhidos exigem uma aprovação de dois terços dos deputados.

Já a presidência deste órgão de soberania vai rodando, tendo ambos os partidos concordado que um juiz próximo de cada um cumpre metade do tempo do mandato completo do presidente, que é de nove anos.

“O PSD rompeu o acordo de cavalheiros”, acusa-se na cúpula do PS.

Agora, o PS prepara-se para reclamar a presidência na próxima negociação que acontecerá antes do verão para garantir junto do PSD que o próximo presidente será do seu lado, método que não agradará a Rui Rio.

João Pedro Caupers foi eleito presidente no início deste mês e tem estado debaixo de fogo após terem sido recuperados textos antigos onde este se referiu aos “homossexuais”, em 2010, como uma “inexpressiva minoria cuja voz é despropositadamente ampliada pelos media” dizendo-se “não disposto, nem disponível, para ser ‘tolerado’ por eles.”

  Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Gostava que me explicassem, como é que o poder judicial é independente do poder politico, quando é o poder politico a escolher alguns membros dos principais órgãos dos tribunais. Ou seja; há sempre forma, dos partidos virem a exercer pressão sobre esses órgãos, para obterem decisões favoráveis, como alias, está bem á vista, quando foi do Sócrates, com um tal de Nascimento, que se mostrou algo bem vergonhoso para o país.

  2. Eu apoio o atiaul presidente do TC, as ideias emitidas à muitos anos, são corretas, não posso ver ensinar também aos meus filhos em aulas de formaçao educacional, que é irrelevante num casal, mesmo em igualdade de genero, ser homem ou mulher…ou seja ser uma questao de gosto…bem haja senhor por ter coragem de expressar o seu afrontamento ao lobie gay, efetivamente muito poderoso…homem é sempre homem, mulher será sempre mulher

RESPONDER

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho

Novo Banco apresenta nova imagem. "Agora é o renascimento", diz Ramalho

O presidente do Novo Banco disse, esta segunda-feira, que a nova imagem representa o "renascimento" da instituição financeira, que está numa "rota de lucro e rendibilidade". Na apresentação da nova imagem de marca do Novo Banco, …

Governo disponível para suspender caducidade de convenções coletivas "sem limite de tempo"

O Governo está disponível para avançar com a suspensão dos prazos da caducidade das convenções coletivas "sem limite de tempo", disse, esta segunda-feira, no Parlamento a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. A medida foi …

PEV também vota contra o Orçamento do Estado para 2022

O partido ecologista "Os Verdes" (PEV) anunciou, esta segunda-feira, que também vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022. Em conferência de imprensa, na Assembleia da República, José Luís Ferreira disse que "o grupo parlamentar …

Governo lamenta decisão do PCP. "Nunca tínhamos ido tão longe como fomos este ano"

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares reagiu, esta segunda-feira à tarde, na Assembleia da República, ao anúncio de voto contra do PCP ao Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). Na Assembleia da República, Duarte Cordeiro …

Vulcão Cumbre Vieja lança lava, cinzas e fumo em La Palma

Vulcão de La Palma "no auge da atividade". Derrocada parcial do cone revela grande fonte de lava

Uma derrocada parcial do cone do vulcão da ilha de La Palma, nas Canárias, deixou à vista uma grande fonte de lava, segundo o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan). "Estamos no auge da atividade" do …

Presidente recebeu dose de reforço da vacina contra a covid-19 juntamente com a da gripe

O Presidente da República recebeu, esta segunda-feira, a dose de reforço da vacina contra a covid-19, juntamente com a vacina da gripe. "O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa recebeu esta tarde o reforço (ou terceira dose) …

PCP duvida do "golpe de asa" do Governo. BE estranha a sua "indisponibilidade"

O Partido Comunista anunciou, esta segunda-feira, que vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) na generalidade, juntando-se ao Bloco de Esquerda. "Não acredito em bruxas (...). Nunca faltámos à chamada e procurámos sempre …

"Ou há Orçamento ou avanço para a dissolução da Assembleia da República", diz Presidente

O Presidente da República afirmou, esta segunda-feira, que irá aguardar até ao último segundo da votação do Orçamento do Estado para 2022 na generalidade e, caso se confirme o chumbo, iniciará logo o processo de …

Portugal regista mais cinco mortes e 313 casos de covid-19

Portugal registou, esta segunda-feira, mais cinco mortes e 313 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 313 novos …

Quase 23 milhões de afegãos vão sofrer insegurança alimentar aguda no inverno

O Programa Alimentar Mundial da ONU alerta para a crise no Afeganistão, afirmando que o país está "entre os piores desastres humanitários do mundo, senão o pior". Cerca de 22,8 milhões de afegãos, mais de metade …