Desaceleração da Terra poderá causar o triplo dos sismos em 2018

Massimo Percossi / EPA

Cientistas preveem que a desaceleração do movimento de rotação da Terra possa desencadear intensas atividades sísmicas no próximo ano, particularmente em regiões tropicais densamente povoadas.

Tal como seria de esperar, a rotação da Terra é extremamente consistente, mas ainda assim existem curtos períodos em que abranda ligeiramente. Ainda que impercetíveis, as variações na velocidade de rotação alteram o comprimento do dia e podem estar envolvidas na libertação de grandes quantidades de energia subterrânea.

Segundo o Europa PressRoger Bilham, investigador da Universidade do Colorado, e Rebecca Bendick, investigadora da Universidade de Montana, ambas nos EUA, analisaram esta relação entre a rotação da Terra e a atividade sísmica, num estudo apresentado recentemente na reunião anual da Sociedade Geológica dos EUA.

Ao The Guardian, Roger Bilham sugere que “a correlação é forte e sugere que vai haver um aumento no número de sismos intensos no próximo ano”. Embora não seja possível prever onde vão acontecer os terramotos, os cientistas descobriram que a maioria deles podem ocorrer perto do equador.

Os investigadores analisaram tremores de terra de magnitude igual ou superior a 7 na escala de Richter, que ocorreram desde o ano de 1900. Bilham e Bendick encontraram cinco períodos que apresentavam números significativamente mais altos de grandes sismos.

“Nestes períodos foram registados 25 a 30 terramotos”, explicou Bilham. “No resto do tempo, a média foi de 15 terramotos de grande magnitude por ano”.

Durante a investigação, os cientistas tentaram relacionar estes períodos de elevada atividade sísmica com outros fatores, e descobriram que o número de terramotos aumenta quando a rotação da Terra diminui ligeiramente.

“A rotação da Terra varia ligeiramente – um milésimo de segundo por dia, às vezes – e esta variação pode ser medida com muita precisão por relógios atómicos”, disse Bilham.

Apesar de a relação entre o comprimento do dia e o aumento do número de sismos não estar completamente clara, alguns cientistas suspeitam que possam haver pequenas mudanças no comportamento do núcleo da Terra que causam ambos os fenómenos.

Na análise, Bilham e Bendick notaram que havia períodos de cinco anos em que o movimento de rotação da Terra desacelerou. Estes períodos foram seguidos por períodos em que o número de terramotos intensos aumentou. “A Terra está a dar-nos um alerta, um pré-aviso de 5 anos sobre os futuros terramotos”.

Esta relação é particularmente importante dado que o movimento de rotação da Terra começou a diminuir periodicamente há mais de quatro anos. “Em 2018, devemos notar um aumento significativo no número de terramotos de magnitude elevada”, explica o investigador.

Bilham refere ainda que durante os últimos quatro anos aconteceram apenas cerca de seis terramotos graves. “Poderíamos ter facilmente 20 sismos por ano a partir de 2018“.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Governador das Filipinas diz que cantores de karaoke prejudicam combate à pandemia

Um governador de uma província das Filipinas voltou a sua atenção para um grupo de pessoas que, segundo ele, estão a prejudicar a luta contra a pandemia: cantores de karaoke. Numa publicação no Facebook na madrugada …

Histórico: Filipe Albuquerque vence 24 Horas de Le Mans e sagra-se campeão mundial de LMP2

O português Filipe Albuquerque, da United Autosports, venceu este domingo as 24 Horas de Le Mans em automobilismo, na categoria LMP2, a segunda mais importante, e sagrou-se campeão mundial de resistência a uma corrida do …

Convenção do Chega chumba lista de André Ventura para a direção nacional

A proposta do presidente do Chega, André Ventura, para a direção nacional do partido foi hoje chumbada na convenção que decorre em Évora, ao não conseguir reunir os dois terços dos votos dos cerca de …

Portugal com mais 13 mortos e 552 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 13 mortos relacionados com a covid-19 e 552 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo os dados a DGS, a região …

TikTok anuncia acordo com Oracle e Walmart e adia proibição nos EUA

A aplicação TikTok, detida pela sociedade chinesa ByteDance e ameaçada de ser proibida nos Estados Unidos, anunciou este domingo um acordo de princípio com a Oracle, como parceiro tecnológico, e com a Walmart, em termos …

As gaivotas são inoportunas? Saiba que as suas fezes podem valer mil milhões de dólares

Afinal, as gaivotas podem ser animais bem mais interessantes do que aquilo que a maioria das pessoas pensa. É que as suas fezes são muito valiosas e os seus nutrientes fertilizam campos agrícolas e recifes …

Super-vulcão Yellowstone registou 91 terramotos em apenas 24 horas

Os vulcanólogos têm andado atentos ao super-vulcão localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) relatou recentemente a ocorrência de 91 terremotos em apenas 24 horas. Estes …

Cartoonista alemão Frank Hoppmann é o vencedor do 15.º World Press Cartoon

O 'cartoonista' alemão Frank Hoppmann, com a caricatura do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, é o vencedor da 15.ª edição do World Press Cartoon, foi hoje anunciado nas Caldas da Rainha, na cerimónia de entrega de …

Pequena e funcional. Assim se carateriza a Tiny House (que ainda evita dores de joelhos)

Esta pequena casa móvel pode ser a solução que procura. Devido à sua arquitetura dinâmica é ótima para pessoas com problemas de articulações e que sofrem com dores joelhos, pernas cansadas ​​ou dores nas costas. Hoje …

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …