/

Apenas quatro deputados nunca faltaram em 2 anos no Parlamento

António Cotrim / Lusa

O grupo parlamentar do PS é o que mais faltas tem aos 168 plenários realizados no Parlamento desde as últimas eleições legislativas, em 2019. Do total de deputados, apenas quatro nunca faltaram a plenários.

Estes dados foram agregados pelo Jornal de Notícias (JN) que avança que os deputados João Cotrim Figueiredo, presidente do Iniciativa Liberal, José Luís Ferreira, líder parlamentar de Os Verdes, Constança Urbano de Sousa, do PS, e Filipa Roseta, do PSD, são os únicos que nunca faltaram a plenários na actual legislatura.

Há outros cinco deputados que não têm faltas, mas que “não tiveram assento na totalidade das duas sessões legislativas”, respectivamente, Diana Santos (Bloca de Esquerda), Ilídia Quadrado (PSD), Joel Bouça Gomes (PS) e Pedro Morais Soares (CDS), segundo a mesma fonte.

Em termos de lideres partidários, André Ventura é o que tem mais ausências, com 20 faltas. Depois surgem Rui Rio, do PSD, e Jerónimo de Sousa, do PCP, com 19 faltas cada. A porta-voz do PAN, Inês Sousa Real, tem 15 faltas.

Os 230 deputados eleitos tiveram 2301 faltas a plenários, “o que dá uma média de dez faltas por eleito”, segundo frisa o JN.

A bancada do PS é a que tem mais faltas, designadamente 1387 faltas, ou seja, “uma média de 12,8 faltas por cada um dos seus 108 deputados”, aponta a mesma fonte.

O PCP tem “100 faltas e uma média de 10”. “Mas, em termos totais, o PSD contabilizou 561 faltas”, embora apresente uma “média de 7,1 faltas por cada um dos 79 deputados daquela bancada”, frisa o referido jornal.

A maioria das faltas (51,7%) são justificadas com “motivo de força maior”. O trabalho político (17,7%) e uma doença (13,9%) são outras causas apresentadas.

Apenas cinco dos deputados faltosos não justificaram as suas ausências.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.