Denúncia de racismo após “blackface” em praxe na Universidade do Minho. Bloco quer explicações do reitor

A divulgação de um vídeo de uma praxe organizada por elementos da Licenciatura de Biologia e Geologia da Universidade do Minho (UM) originou denúncias de racismo e leva o Bloco de Esquerda a pedir a audição urgente do reitor da instituição no Parlamento.

Em causa está o facto de os caloiros que aparecem no vídeo surgirem com as caras pintas de preto, com saias improvisadas feitas de palha, e a cantarem “somos conhecidos por canibais”.

Pintar a cara de preto ou o chamado “blackface” é um comportamento encarado como racista porque, outrora, era usado no teatro para caricaturar personagens de origem africana, ajudando a alimentar estereótipos racistas.

A situação protagonizada pelos alunos da Licenciatura de Biologia e Geologia da UM leva, assim, o movimento Quarentena Académica a denunciar o vídeo pelo seu “teor extremamente racista“, como vinca Miguel Martins, um dos elementos que integra a plataforma que é composta por estudantes de todo o país, em declarações ao jornal académico ComUM.

“O Ensino Superior deve ser um espaço inclusivo e democrático, quer seja na UM ou noutra qualquer instituição do ensino superior”, salienta ainda Miguel Martins, definindo o vídeo como “surreal, terrível e grave”.

A Quarentena Académica repudia “severamente todas as atitudes vinculadas no vídeo”, salientando que “qualquer prática e comportamento racista não pode ter lugar no Ensino Superior”.

“Apelamos a que a Universidade do Minho se pronuncie acerca desta situação, tomando as medidas necessárias”, salienta ainda o movimento numa nota divulgada no Instagram.

A UM já se pronunciou sobre o episódio, apontando estar “surpreendida” com o mesmo e manifestando “profundo desagrado e veemente condenação face a este tipo de iniciativas, ofensivas da dignidade humana”, conforme um comunicado.

A instituição promete também averiguar o sucedido e realça que “os tempos de distanciamento físico não podem significar que os estudantes se distanciem dos valores, princípios e missão da UM”.

Entretanto, o Bloco de Esquerda (BE) já pediu a audição urgente do reitor da UM no Parlamento, nomeadamente para “apurar os mecanismos já postos em causa para investigar o caso”.

“Este tipo de práticas não podem ser aceites no Ensino Superior Público nem numa sociedade democrática e tolerante”, sublinha o BE no pedido de audiência parlamentar que foi consultado pelo ComUM.

O partido de Catarina Martins nota também que o Ministério da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior da legislatura 2005-2009 “enviou às instituições de Ensino Superior um memorando”, onde responsabilizava as escolas por problemas relacionados com as praxes.

Na sequência disso, “muitos Conselhos Directivos decidiram proibir as praxes académicas no interior das universidades e politécnicos”, lembra ainda o Bloco.

As imagens do vídeo parecem indicar que a praxe terá sido realizada num ambiente externo à UM.

A praxe dos alunos de Biologia e Geologia terá ocorrido no âmbito da tradicional “latada” que, neste ano, devido à pandemia de covid-19, se realizou online, com os diversos cursos a divulgarem os vídeos das actividades realizadas na Internet.

ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. A minha Opinião não muda, e sempre foi a mesma. As “supostas” Inteligências futuras formadas nas nossas Universidades, quando nem respeito por si mesmo tem, que atitudes se podem esperar em relação ao resto da Sociedade ????………. Cambada de Idiotas manipulados por outros tantos Idiotas !… Não respeitam …portanto não merecem respeito !

    • O fanatismo dos que criticam o vídeo, que é engraçado e inócuo, em nada mudando a realidade histórica da Humanidade, fazem-me recordar os fanáticos da guarda Vermelha do camarada Mao…, que deixaram um rol de milhões de presos, torturados e de mortos,
      Alguém nega que o canibalismo era uma realidade em África, ainda durante o séc. XX?

  2. E quê?! Agora não se pode fazer nada que é tudo racismo. Isto anda tudo parvo!!! Mas porque motivo é que isto é racismo? Será que quando alguma criança se veste de batman ou superhomen no carnaval está a inferiorizar estes personagens? Será que se um miúdo se vestir de palhaço está a insultar toda uma classe profissional?! Olhem, tenham mas é juízo. Se isto é racismo, então o mundo precisa todo de ir ao psicólogo.

  3. O BE em vez de se preocupar com questões importantes anda à caça destes temas populistas para ajudar a chamar os portugueses de racistas. Já não se podem mascarar de indígenas africanos… Este virtuosismo moral de se indignarem em nome dos outros até mete nojo.

    • Luís, a praxe é uma questão importante, um assunto, ou melhor, um TEMA que deve ser banido das Universidades Portuguesas e do Mundo!

      • Anabela, eu comentei pela conotação dada ás pinturas faciais, a forma como é feita pelo bloco e o conteúdo que lhe é atribuído…mas já que fala em praxe, eu recordo com muita, muita saudade o tempo de faculdade onde fui praxado e praxei. Experiencias…cada um com as suas!

RESPONDER

"Os brasileiros emergiram da selva", declarou Presidente argentino

Durante uma visita do primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez à Argentina, o Presidente Alberto Fernández indicou que "os mexicanos vieram dos indígenas, os brasileiros saíram da selva, mas nós, os argentinos, chegamos de barco. Em barcos …

Distrital e concelhia irão tomar decisão sobre candidato do PS no Porto

O secretário-geral adjunto do PS recusou nesta sexta-feira esclarecer se é candidato à Câmara Municipal do Porto, remetendo para a distrital e para a concelhia dos socialistas a decisão sobre o cabeça-de-lista à autarquia nas …

PS considera “lamentável” caso da Câmara de Lisboa e critica "atitude cínica" de Rio

O secretário-geral adjunto do PS considerou hoje “lamentável" a partilha de dados de manifestantes russos pela Câmara de Lisboa e anunciou que o Governo está a preparar uma nova lei sobre o direito de manifestação. Em …

Oito concelhos dos distritos de Faro e Bragança em risco máximo de incêndio

Oito concelhos dos distritos de Faro e Bragança apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo dados do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Em risco máximo de incêndio estão os concelhos de São Brás …

Encontrado num saco no mar o corpo de Olivia, uma das irmãs raptadas pelo pai em Tenerife

O corpo da pequena Olivia, de 6 anos, uma das duas irmãs raptadas pelo pai em Tenerife, nas Ilhas Canárias, foi encontrado no fundo do mar, dentro de um saco. Ao seu lado, estava outro …

Bolsonaro quer desobrigar o uso de máscara para vacinados

O Presidente brasileiro afirmou, esta quinta-feira, que o seu Governo irá publicar um parecer que desobriga o uso de máscaras para cidadãos já vacinados contra a covid-19 e para os que já estiveram infetados. "Acabei de …

Porto capta mais fundos europeus do que 112 municípios juntos

O concelho do Porto viu aprovados 1406 milhões de fundos europeus do Portugal 2020, tendo captado mais verbas do que 112 municípios juntos. De acordo com o semanário Expresso, o Porto conseguiu captar mais de 1,4 …

Primeiro-ministro britânico quer compromissos sobre vacinas e apoio a países em desenvolvimento

Mil milhões de vacinas anti-covid-19, um sistema de alerta mundial para novas pandemias e financiamento do ensino de raparigas em países em desenvolvimento são algumas das metas propostas pelo primeiro-ministro britânico para a cimeira do …

Farmácias já venderam 500 mil autotestes, mas só 1739 foram registados

As farmácias e parafarmácias já venderam mais de 500 mil autotestes à covid-19, mas houve apenas 1739 registos na página da Internet criada para o efeito. Isto indicia que a maioria das pessoas que faz os …

Falta de água leva Associação de Beneficiários do Mira a cortar tubos dos pequenos agricultores

"Cortaram sem um aviso". A queixa é dos pequenos agricultores do sudoeste alentejano que se queixam de que a Associação de Beneficiários do Mira lhes cortou a água da Barragem de Santa Clara, numa altura …