Déjà-rêvé: é possível relembrar sonhos antigos

Investigadores franceses descobriram um novo fenómeno relativo a pacientes com epilepsia, em que estes experimentam um sonho quando estão acordados.

A este fenómeno os investigadores deram o nome de déjà rêvé. Ao contrário do famoso déjà vu, que significa “já visto”, este novo fenómeno remete-nos para o que já foi sonhado.

Cientistas do Centro Hospitalar Universitário de Toulouse, em França, recolheram dados de 1958 a 2015, referentes a pacientes que sofrem de epilepsia que possam ter tido estes episódios depois de serem induzidos a Extimulação Elétrica Transcraniana (EET).

Jonathan Curot, autor principal do artigo publicado recentemente na Brain Stimulation, disse, em entrevista ao site Inverse, que o déjà rêvé induzido por eletricidade “pode ser uma abordagem interessante para entender melhor os nossos sonhos”.

Enquanto que a maioria dos estudos existentes se centram sobre o REM (rapid eye movement), o período de sono no qual os sonhos são mais vividos, esta nova abordagem analisou uma parte significativa “dos nossos sonhos que nunca foi estudada”.

Segundo a Sábado, os pacientes que foram estimulados relembraram sonhos e pesadelos antigos enquanto estavam acordados. Isso foi possível através da estimulação elétrica do lobo temporal, a parte do cérebro responsável pelo armazenamento a longo prazo de memórias e sonhos.

Desta forma, o dèjá-rêvé acontece de três maneiras diferentes, explicam os cientistas. Naquela que é chamada de “episódio”, o paciente é capaz de especificar um sonho numa data definida. “Eu vi algo, um sonho ou pesadelo, que tive há anos atrás. Um sonho de um objeto pousado numa mesa”, garantiu um dos participantes do estudo.

No episódio “familiar”, o doente relembra um sonho vago e é um incidente que explica a visão de um sonho recente. Por último, há vários pacientes que relataram o sentimento de estar a viver dentro de um sonho. Inclusivamente, um estudo anterior abordou este tema, que descreve as pessoas estudadas como estando desmaiados ou a “flutuar”.

Apesar de ser um novo fenómeno, este é um dos primeiros passos para explicar estes estranhos sentimentos que estas pessoas sentem. O dèjá-rêvé é raro em pessoas com epilepsia, mas o estudo conclui que não há provas deste fenómeno em pessoas sem esta doença.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Misteriosa cruz de mármore com 1.200 anos encontrada no Paquistão

Uma cruz de mármore foi recentemente descoberta no cimo das montanhas do Baltistão, no Paquistão. Os investigadores acreditam que tem cerca de 1.200 anos e que pode ser um sinal da presença de uma antiga …

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …