Défice português “desaparece” em 2020, mas é preciso mais

EU2016 SK / Wikimedia

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE

O défice público de Portugal deve cair para 0,2% do PIB em 2019, como prevê o Governo, e em 2020 deve “desaparecer”, transformando-se num excedente de 0,1% do PIB, defende a OCDE.

A organização dos países mais desenvolvidos deixa um aviso: reforçar o saldo orçamental como se antecipa agora não chega para afastar um novo “stress financeiro”. A dívida pública é “extremamente elevada” e isso pode trazer complicações ao país.

De acordo com o Panorama Económico da OCDE, divulgado esta quarta-feira, um dos riscos para as perspetivas nacionais prende-se com um “aperto nas condições financeiras”. A OCDE receia “um aumento na taxa de juro da dívida pública e um stress financeiro, dadas as maiores fragilidades que existem com a dívida pública elevada e um elevado volume de créditos não produtivos no sistema bancário”.

Além disso, o organismo chefiado por Angel Gurría teme “que novos aumentos nos preços do petróleo também possam pesar no crescimento, tendo em conta que Portugal é um grande importador líquido de petróleo”.

O país exporta valores assinaláveis de combustíveis refinados, mas gasta muito mais em importações de matérias primas. É dependente neste segmento energético. Há no entanto um ponto positivo. “Os avanços no sentido de completar a união bancária na zona euro podem aumentar a confiança e o investimento em Portugal”, segundo o Dinheiro Vivo.

Excedente pela primeira vez

É a primeira vez que uma instituição externa prevê um excedente orçamental em Portugal em 2020. No início deste mês, a Comissão Europeia ainda projetou um défice de 0,2% para esse ano, o Fundo Monetário Internacional fez a mesma coisa (0,2%) e o Conselho das Finanças Públicas apontou para um défice de 0,1% no seu estudo sobre políticas e condicionantes.

Apenas o Governo do primeiro-ministro, António Costa, e do ministro das Finanças, Mário Centeno, prevê alcançar um excedente a breve trecho. Depois do défice de 0,2% em 2019, o saldo torna-se positivo, chegando a 0,7% no ano seguinte, defende o Programa de Estabilidade. Será o primeiro excedente orçamental da História de Portugal em democracia.

Mas mesmo no cenário de um saldo público ligeiramente positivo em 2020, a OCDE considera que o país continua numa zona de perigo porque a dívida pública é “extremamente elevada”. Atualmente, o cenário central é que as condições financeiras se tornem menos favoráveis, que o Banco Central Europeu comece a descontinuar as compras de dívida aos países do euro a partir do final de 2018 e no curso de 2019.

“Espera-se que o défice orçamental desapareça até 2020 e que o rácio da dívida face ao PIB desça de maneira firme”. A OCDE vê a dívida a cair para 118,4% do PIB no próximo ano e 115% no seguinte. Porém, tudo isso é mais que “apropriado devido às questões de sustentabilidade orçamental de longo prazo”.

A OCDE recomenda: se o crescimento da economia for mais forte, “todas as receitas extraordinárias devem ser usadas para reduzir o endividamento mais rapidamente”. Além disso, a Organização sugere ao Governo que “aumente os impostos ambientais” para reforçar a receita.

Economia a crescer

De resto, o cenário macroeconómico calculado pela OCDE para o ano que vem é semelhante ao do governo. A economia deve avançar 2,1% em termos reais apoiado na procura interna, com o consumo a perder alguma força e o investimento a ganhar terreno, e nas exportações.

“Prevê-se que o crescimento do PIB permaneça globalmente estável em torno de 2% ao ano em 2019 e 2020. A procura interna e novos ganhos de exportação apoiarão a atividade económica. Em particular, o crescimento do consumo permanecerá sólido à medida que a taxa de desemprego cai ainda mais”.

O nível de desemprego deve cair para 6,4% da população ativa, diz a OCDE. No Orçamento, o Governo prevê 6,3%.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Médico de Maradona apresenta-se voluntariamente às autoridades judiciais

O médico Leopoldo Luque apresentou-se esta segunda-feira voluntariamente às autoridades judiciais para explicar as circunstâncias em que ocorreu a morte do ex-futebolista Diego Maradona, depois de a sua casa e o seu consultório terem sido …

Itália mantém recolher obrigatório no Natal e Ano Novo

O ministro dos Assuntos Regionais italiano anunciou esta segunda-feira que o recolher obrigatório se vai manter durante o Natal e Ano Novo, no mesmo dia em que o Governo aprovou um novo plano de apoio …

Papa Francisco defende distanciamento social e é criticado por radicais de direita

Num artigo no New York Times sobre o Dia de Ação de Graças, o Papa Francisco defendeu as restrições levantadas para combater a pandemia covid-19, acabando por ser criticado por alguns radicais de direita, que …

Dez empresas e três pessoas acusadas no caso do vulcão na Nova Zelândia que fez 22 mortes

Dez empresas e três pessoas foram acusados de não cumprirem obrigações de segurança quando um vulcão na Nova Zelândia entrou em erupção em 2019, matando 22 pessoas, anunciou hoje a agência responsável pelas normas de …

Taxa de desemprego desce em setembro para os 7,9%

A taxa de desemprego recuou em setembro para 7,9%, menos 0,2 pontos do que em agosto e mais 1,4 pontos que no mesmo mês de 2019, segundo dados esta segunda-feira anunciados pelo Instituto Nacional de …

Multinacionais com mais respeito pelos direitos humanos e ambiente? Suíços dizem não

A Suíça rejeitou este domingo, em referendo, uma iniciativa que queria impor obrigações legais mais rígidas às empresas, no que se refere ao respeito pelos direitos humanos e padrões ambientais, segundo projeções adiantadas por instituto …

Brasil. Forças alternativas a Bolsonaro e Lula conquistam metade das capitais estaduais

Na segunda volta das municipais brasileiras, disputadas em 57 dos 5565 municípios do país e envolvendo mais de 38 milhões de eleitores, os políticos apoiados pelo Presidente Jair Bolsonaro e os candidatos do Partido dos …

Surto de gripe aviária no Reino Unido origina o abate de 10 mil perus

Mais de 10 mil perus vão ser abatidos no Reino Unido, devido a um surto de gripe aviária detetado numa quinta na cidade de Yorshire, no norte do país, anunciou este domingo o Governo britânico. Segundo …

Portugal com mais 78 mortos e 3.262 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais 78 mortos relacionados com a covid-19 e 3.262 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal já registou 4.505 …

Ministra da Saúde timorense ordena apagar referências a uso de preservativos em cartazes

A ministra da Saúde timorense ordenou retirar a recomendação de uso de preservativo em cartazes distribuídos pelo país para marcar o Dia Mundial de Luta contra a SIDA, por oposição “moral” ao que considera ser …