Declínio da natalidade é bom, defende cientista

A ideia de ser necessário ter muita gente para permitir o crescimento económico ou defender o país é antiquada e potencialmente negativa para as mulheres, defende Sarah Harper, especialista de Oxford.

Desde 2015 que o índice sintético de fecundidade está a aumentar ligeiramente: em 2017, por exemplo, cada mulher em idade fértil em Portugal teve em média 1,37 filhos. No entanto, são muitos os países preocupados com os baixos índices de natalidade.

Sarah Harper, uma perita em mudanças demográficas que trabalha na Universidade de Oxford, Reino Unido, defende, contudo, que a pressão para aumentar a população em vários países é desatualizada e potencialmente negativa para as mulheres.

Para explicar a sua ideia, Harpar elenca três razões: a inteligência artificial, a migração e as melhores condições de saúde da terceira idade. “A ideia de que são necessárias muitas pessoas para defender um país e para fazer com que este cresça economicamente, é muito desatualizada.”

“Um pequeno número de pessoas muito qualificadas na economia do conhecimento da Europa vai ultrapassar a necessidade de aumentar a população porque a automação vai tratar de muitas tarefas.” Além disso, a perita sublinhou que os adultos mais velhos mantêm-se saudáveis por mais tempo: “é muito mais fácil ajudar adultos a manter as suas aptidões atualizadas e saudáveis e no mercado de trabalho do que dizer às mulheres que têm que ter mais filhos”.

Ao The Guardian, a especialista referiu ainda que ter menos filhos é positivo do ponto de vista ambiental. Um estudo recente descobriu que ter menos um filho reduz a pegada de carbono dos pais em 58 toneladas de CO2 por ano.

Os declínios na taxa total de fertilidade têm sido observados várias vezes, sempre que as economias nacionais se desenvolvem, a saúde pública melhora e a mortalidade infantil cai.Contudo, há ainda uma onda de alarmes entre os países onde as taxas totais de fertilidade caíram abaixo dos chamados níveis de reposição – a figura mágica de 2,1.

Segundo o Diário de Notícias, Harper considera que os temores de que a queda na taxa de fecundidade total leve os países a ficarem para trás são infundados.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Aposto que esta senhora já deve de andar nas proximidades da idade considerada sénior, se por um lado é positivo ter menos filhos a nível ambiental ( não tendo em conta provavelmente as alternativas ecológicas para as fraldas por exemplo que diminuem a pegada de carbono ) por outro é bem de longe a ideia de idosos saudáveis, o declínio neste setor é bem amplo, seria preciso mudar mentes e realmente educar as pessoas desde cedo a praticarem exercícios e manter e fazerem uma alimentação adequada, mas claro é mais fácil diminuir as crianças no mundo porque temos de as ensinar…..

RESPONDER

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …