Decisão de Lyon de retirar carne das ementas escolares gera protestos em França

A decisão temporária do presidente da Câmara de Lyon, membro do partido Europa Ecologia – Os Verdes, está a ser recebida com protestos em França.

De acordo com o jornal The Guardian, Grégory Doucet decidiu retirar a carne das ementas das cantinas escolares de Lyon enquanto a pandemia da covid-19 durar. A medida entrou em vigor esta segunda-feira e já está a ser estudada por outras cidades, como Paris.

Apesar disso, a decisão não está a ser bem recebida por vários membros do Governo francês, como os ministros da Agricultura e do Interior, que acusam o autarca, membro do partido Europa Ecologia – Os Verdes, de ter um comportamento “ideológico” e “elitista”.

O município, por sua vez, explicou que esta foi uma decisão puramente prática, uma vez que as regras de distanciamento físico impostas pela pandemia estão a exigir mais turnos nas cantinas das escolas. Com esta situação, acrescenta a autarquia, e com uma ementa com opção de carne e opção vegetariana, as duas horas destinadas às refeições não seriam suficientes para servir 29 mil alunos.

A decisão motivou profissionais da indústria agrícola e pecuária a estacionar os tratores (e até mesmo as suas vacas e cabras) à porta da autarquia, como forma de protesto. Os manifestantes também levaram cartazes nos quais se podia ler, por exemplo: “Carne dos nossos campos = uma criança saudável” e “Parar de comer carne é uma garantia de fraqueza contra futuros vírus”.

Segundo o jornal britânico, a Câmara Municipal de Lyon já garantiu que as cantinas escolares vão voltar a oferecer a opção de carne, assim que as restrições começarem a ser aliviadas e os estudantes tiverem mais tempo para almoçar.

A autarquia lembrou ainda que estas ementas temporárias não são exclusivamente vegetarianas, pois contêm peixe e ovos, e que o anterior Presidente, Gérard Collomb, fez a mesma coisa durante a primeira vaga da pandemia, na primavera passada.

Em declarações à televisão francesa, Doucet afirmou que também come carne e negou que esta seja uma tentativa de forçar as crianças da cidade a serem vegetarianas. “Ser capaz de oferecer uma refeição quente e com tempo a todas as crianças é importante. (…) Lyon é a capital da gastronomia. Para nós, o sabor também é essencial”, acrescentou.

Em Portugal, recorde-se, também já houve uma polémica semelhante, mais concretamente quando, em 2019, o reitor da Universidade de Coimbra anunciou que iria eliminar o consumo de carne de vaca das cantinas universitárias.

  Filipa Mesquita, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Belenenses 0-4 Sporting | Melhor o resultado que a lesão

O Sporting, da I Liga, venceu hoje o Belenenses, do Campeonato de Portugal, por 4-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, garantindo o apuramento para a próxima fase da competição. No …

Sintrense 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto, da I Liga, venceu hoje o Sintrense, do Campeonato de Portugal, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue em frente na competição. A jogar em …

Nova tecnologia usa calor dos estacionamentos subterrâneos para aquecer apartamentos

A startup Enerdrape, que funciona dentro da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, desenvolveu uma tecnologia que aproveita o calor emanado pelo solo no aquecimento de apartamentos. Quase 60% do aquecimento utilizado nos edifícios residenciais …

Pela primeira vez, um drone transportou os pulmões de um dador em segurança. Voo demorou seis minutos

Pela primeira vez na história da medicina, um drone aéreo transportou os pulmões de um dador com rapidez e segurança entre dois hospitais. O voo, que durou apenas seis minutos, ocorreu no passado dia 25 de …

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …

Preço da luz no mercado regulado deverá subir 0,2% em 2022

O preço da eletricidade para os consumidores do mercado regulado deverá subir 0,2% no próximo ano face à média do ano em curso, segundo a proposta da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) hoje anunciada. “Para …