Debate quinzenal: Políticas de rendimento, Rio ao ataque com o lítio e a primeira vitória dos pequenos

Miguel A. Lopes / Lusa

Os debates quinzenais com o primeiro-ministro regressam esta quarta-feira. António Costa vai abrir o debate com uma intervenção sobre “políticas de rendimento”, mas as atenções estão centradas na primeira vitória dos pequenos partidos.

As políticas de rendimento são o tema escolhido por António Costa para abrir o primeiro debate quinzenal desta legislatura. Esta é uma das prioridades do Governo, que já anunciou a intenção de aumentar gradualmente o salário mínimo nacional até atingir os 750 euros em 2023.

O arranque do debate quinzenal está marcado para as 15h00 desta quarta-feira e os deputados únicos do Chega, Iniciativa Liberal e Livre podem intervir durante um minuto e meio para questionar o primeiro-ministro.

Esta é uma pequena vitória dos pequenos partidos, que conquistaram o direito de intervirem, que não lhes fora concedido na sexta-feira passada, na última reunião da conferência de líderes parlamentares.

Todos os partidos com assento parlamentar acabaram por concordar em atribuir para a generalidade dos debates as mesmas regras que foram concedidas ao deputado único do PAN, André Silva, na anterior legislatura aos atuais três deputados únicos, de forma transitória, até que um grupo de trabalho comece e termine a revisão do regimento da Assembleia da República.

Este também será o primeiro debate quinzenal do presidente do PSD, Rui Rio, na sua dupla condição de líder social-democrata e presidente da bancada, após a sua eleição pelos deputados sociais-democratas na semana passada.

Embora ainda não tenham sido revelados tópicos da intervenção do social-democrata, é esperado que Rio que volte à carga com a questão do lítio, a polémica concessão de prospeção na localidade de Cepeda, em Montalegre, à empresa de Braga Lusorecursos Portugal Lithium, avança o Diário de Notícias.

A subida do salário mínimo nacional também estará debaixo dos holofotes. Costa já esteve reunido com os parceiros sociais e avançou com uma proposta, em sede de concertação social, que visa servir de referencial para a negociação coletiva em matéria de valorização dos vencimentos dos jovens qualificados.

“Sabemos bem que a competência para aumentar o salário mínimo nacional é do Governo e que não precisamos de acordo nenhum. Mas, numa sociedade democrática avançada, um Governo deve promover o diálogo e deve saber ouvir antes de decidir. Devemos ouvir os parceiros sociais, não apenas as confederações patronais, mas também os sindicatos”, disse o primeiro-ministro, citado pelo Jornal Económico.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Combustíveis: governantes "não fizeram o trabalho de casa"

A presidente executiva da OZ Energia, Micaela Silva, defendeu que o “Governo devia intervir menos” no mercado dos combustíveis, porque é liberalizado e não tem margens excessivas de comercialização, mas é “muito penalizado” pela quantidade …

Implante cerebral permite que paciente totalmente cega consiga ver formas e letras

Os cientistas da Universidade Miguel Hernández de Elche (UMH), em Espanha, fizeram com que uma mulher completamente cega conseguisse ver formas simples e letras, através da colocação de um implante no seu córtex visual. Os investigadores …

Teoria dos primatas pedrados. Podem os cogumelos mágicos ter sido a chave para a nossa evolução?

A teoria já era conhecida desde os anos 90, mas um novo estudo veio trazê-la à baila novamente. O argumento é de que os cogumelos com efeitos psicadélicos podem ter ajudado a tornar os nossos …

Ainda sem fumo branco para o OE, Bloco e PCP reúnem órgãos máximos

O PCP e o Bloco de Esquerda reúnem hoje os respetivos órgãos máximos entre congressos com a proposta orçamental para 2022 no centro do debate. As conclusões da reunião da Mesa Nacional do BE serão apresentadas …

Sismo de 4,9 em La Palma e novo colapso do cone do Cumbre Vieja

A ilha espanhola de La Palma registou hoje um sismo de 4,8 de magnitude, no dia em que o vulcão voltou a sofrer um colapso no cone principal, causando grandes derrames de lava. O sismo foi …

Algas vivas sensíveis à luz (um tipo de cianobactérias chamado Synechocystis) injetadas num girino

Podia ser ficção científica, mas não é. Injetar algas no sangue dos sapos pode ajudá-los a respirar

Os sapos adotam várias técnicas de respiração ao longo da sua vida. Agora, uma equipa de cientistas alemães desenvolveu um novo método que permite que os girinos "respirem" graças à introdução de algas na sua …

As misteriosas auroras de Úrano foram finalmente detalhadas ao pormenor pelos cientistas

Auroras de Úrano foram captadas pela primeira vez em 2011 através do telescópio Hubble Space, mas as suas origens representam ainda mistérios que os cientistas não conseguem esclarecer. Pela primeira vez, os cientistas conseguiram moldar a …

Domingo invulgar: 17 grandes jogos para ver, em poucas horas

A ementa começa em França, ao meio-dia, e acaba no Chile, já depois das oito da noite. Não estamos perto do Carnaval mas vem aí um "domingo gordo" no futebol. Vários jogos grandes, uns mais mediáticos …

Sporting 1-0 Moreirense | Capitão Coates embala leão

O Sporting igualou hoje o FC Porto na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Moreirense, por 1-0, em jogo da nona jornada. O capitão Sebastián Coates marcou, aos …

Relatório médico indica que jovem chinês morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em dez minutos

Um homem chinês morreu depois de beber uma garrafa de 1,5 litros de Coca-Cola em dez minutos, informaram os médicos num relatório. O jovem de 22 anos, que não tinha doenças subjacentes, dirigiu às urgências do …