Debate quinzenal: Políticas de rendimento, Rio ao ataque com o lítio e a primeira vitória dos pequenos

Miguel A. Lopes / Lusa

Os debates quinzenais com o primeiro-ministro regressam esta quarta-feira. António Costa vai abrir o debate com uma intervenção sobre “políticas de rendimento”, mas as atenções estão centradas na primeira vitória dos pequenos partidos.

As políticas de rendimento são o tema escolhido por António Costa para abrir o primeiro debate quinzenal desta legislatura. Esta é uma das prioridades do Governo, que já anunciou a intenção de aumentar gradualmente o salário mínimo nacional até atingir os 750 euros em 2023.

O arranque do debate quinzenal está marcado para as 15h00 desta quarta-feira e os deputados únicos do Chega, Iniciativa Liberal e Livre podem intervir durante um minuto e meio para questionar o primeiro-ministro.

Esta é uma pequena vitória dos pequenos partidos, que conquistaram o direito de intervirem, que não lhes fora concedido na sexta-feira passada, na última reunião da conferência de líderes parlamentares.

Todos os partidos com assento parlamentar acabaram por concordar em atribuir para a generalidade dos debates as mesmas regras que foram concedidas ao deputado único do PAN, André Silva, na anterior legislatura aos atuais três deputados únicos, de forma transitória, até que um grupo de trabalho comece e termine a revisão do regimento da Assembleia da República.

Este também será o primeiro debate quinzenal do presidente do PSD, Rui Rio, na sua dupla condição de líder social-democrata e presidente da bancada, após a sua eleição pelos deputados sociais-democratas na semana passada.

Embora ainda não tenham sido revelados tópicos da intervenção do social-democrata, é esperado que Rio que volte à carga com a questão do lítio, a polémica concessão de prospeção na localidade de Cepeda, em Montalegre, à empresa de Braga Lusorecursos Portugal Lithium, avança o Diário de Notícias.

A subida do salário mínimo nacional também estará debaixo dos holofotes. Costa já esteve reunido com os parceiros sociais e avançou com uma proposta, em sede de concertação social, que visa servir de referencial para a negociação coletiva em matéria de valorização dos vencimentos dos jovens qualificados.

“Sabemos bem que a competência para aumentar o salário mínimo nacional é do Governo e que não precisamos de acordo nenhum. Mas, numa sociedade democrática avançada, um Governo deve promover o diálogo e deve saber ouvir antes de decidir. Devemos ouvir os parceiros sociais, não apenas as confederações patronais, mas também os sindicatos”, disse o primeiro-ministro, citado pelo Jornal Económico.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …