David Neeleman financiou estudo que relativiza letalidade da covid-19 (mas nega conflito de interesses)

David Neeleman, atual principal acionista privado da transportadora aérea portuguesa TAP, financiou parcialmente um dos estudos científicos mais citados para desvalorizar o impacto e a letalidade do novo coronavírus.

De acordo com o BuzzFeed News, a informação chegou através de uma queixa de um whistleblower feita à Universidade de Stanford.

O estudo, que sugeria que a letalidade do novo coronavírus, era semelhante à da gripe foi alvo de revisão por algumas falhas detetadas. Segundo o estudo,a taxa de mortalidade seria afinal de 0,12% a 0,2%, semelhante à do vírus da gripe, o que significaria que apenas uma a cada duas pessoas morreriam por cada mil infeções.

Um infeciologista de Stanford terá manifestado preocupações com as conclusões, referindo que os testes tinham eficácia muito duvidosa na deteção de anticorpos. Outro especialista terá também colocado em causa a eficácia dos testes usados na população que serviu de amostra, alertando para o risco de serem incluídos casos de “falsos positivos”.

A revelação sobre o financiamento de Neeleman levantou dúvidas sobre os possíveis conflitos de interesses.

Neeleman foi um dos grandes afetados pelas medidas de contenção impostas em vários países para tentar travar a propagação da pandemia. Entre as medidas estiveram o encerramento de fronteiras e restrições ao tráfego aéreo. A TAP aderiu ao regime de apoio público lay-off devido à paralisação do setor da aviação.

O whistleblower disse, ao Buzzfeed News, que Neeleman teve influência na escolha dos investigadores envolvidos no estudo que financiou, selecionando académicos que “partilhavam a sua opinião de que o vírus era menos mortal do que se acreditava”.

Um dos principais autores do estudo, John Ioannidis, disse que não estava a par de que Neeleman estivesse entre os financiadores da investigação. Também Eran Bendavid, académico da Universidade de Stanford, disse que não estava a par de quem foram os financiadores.

Por outro lado, Neeleman confirmou ter doado 5 mil dólares (4.620 euros) à Universidade de Stanford para apoiar a produção deste estudo e confirmou também que manteve contacto com os investigadores durante a elaboração do estudo. Porém, negou ter tido qualquer influência nos métodos adotados ou nos resultados apresentados.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Façam um estudo independente…. E nem é preciso muito, basta comparar a mortalidade de 2015 a 2020 e as causas associadas, comparando trimestre a trimestre e ….. sem teorias conspiratórias ….. talvez tenham uma surpresa….
    ahhhhh…. e comparem também a idade média de mortalidade…. mais não digo…. pesquisem …. está tudo na Pordata … só é preciso PESQUISAR….

  2. Quando se compara alhos com bugalhos saem-nos jocas…não se comparam estimativas com óbitos reais, tem aqui o resultado da pesquisa: mortes na última pandemia de gripe A(TODA a pandemia): 128, fonte: DGS, Relatório da Pandemia da Gripe em Portugal, 2010

    Resumindo queria surpreender e acabou surpreendido.

    Nos EUA o recorde de óbitos em tempos modernos é de 110000 na pandemia da gripe de 1953….a gripezinha está quase lá…é preciso uma lata para continuarem a tentar reescrever a história….

RESPONDER

Quim Torra acusa Governo espanhol de tentar "excluir um presidente no meio de uma pandemia"

Um recurso do presidente separatista catalão Quim Torra contra uma condenação por desobediência que pode afastá-lo do exercício de cargos públicos durante ano e meio foi analisado na quinta-feira pelo Supremo Tribunal de Espanha. Antes …

Cinco anos depois, Volkswagen nega reembolso a 125 mil portugueses lesados

A marca alemã Volkswagen respondeu à Deco Proteste, cinco anos após o caso "dieselgate", informando que não irá indemnizar mais consumidores, tendo em vista os processos judiciais em curso. Segundo noticiou esta sexta-feira a Madremedia, em …

Novo recorde em cinco meses. Mais 780 casos por covid-19 em Portugal

Portugal regista mais seis mortos e 780 casos de infeção por covid-19 esta sexta-feira, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Os números revelados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde …

"Podemos chegar a 1.000 novos casos por dia". Costa pede cautela

No final da reunião de emergência com o gabinete de crise para o acompanhamento da evolução da covid-19 em Portugal, Costa deixou conselhos e pediu cautela. A reunião, convocada na quinta-feira por António Costa, surgiu …

13 de Outubro em Fátima "sim, mas sem peregrinos". Delegada de Saúde espera que a Igreja se "porte bem"

A delegada de Saúde Pública do Médio Tejo defende que as cerimónias religiosas do 13 de Outubro no Santuário de Fátima decorram "sem peregrinos", esperando que a Igreja se porte "tão bem" como aquando do …

Espanha acusa hackers chineses de roubarem informações de vacina contra coronavírus

O Centro Nacional de Inteligência (CNI) espanhol argumenta que hackers chineses terão, alegadamente, acedido a informações confidenciais sobre o desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus. A diretora do CNI, Paz Esteban, alerta para um aumento …

Tribunal de Loures. António Joaquim vai manter-se em liberdade

O Tribunal de Loures decidiu esta sexta-feira manter a medida de coação de termo de identidade e residência a António Joaquim, condenado pelo Tribunal da Relação pelo homicídio do triatleta Luís Grilo, após um pedido …

Mesmo com o aumento de infetados, diminuir a quarentena para 10 dias é uma hipótese

A DGS deverá decidir em breve se o período de quarentena pode ser reduzido de 14 dias para apenas 10 dias, mas não para todos os casos. Para ficar menos tempo isolado é necessário cumprir …

Porfírio Silva vê “papel positivo” na candidatura de Ana Gomes, mas critica farpas a Costa

O dirigente socialista Porfírio Silva considera que a candidatura presidencial de Ana Gomes pode ser positiva se não cair na "armadilha" de se centrar no ataque a António Costa e se não "atropelar" o Estado …

Operação Lex. Três juízes acusados de corrupção. Luís Filipe Vieira vai ser julgado por um crime

Os juízes Rui Rangel, Fátima Galante e Vaz das Neves e o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, estão entre os 17 acusados da Operação Lex. Em causa estão crimes de corrupção, abuso de poder, …