Cuidados continuados acusam Governo de ter atitude “repugnante” face à pandemia

Jean-Christophe Bott / EPA

A Associação Nacional dos Cuidados Continuados (ANCC) emitiu um comunicado no qual critica a posição adotada pelo Governo em plena pandemia de covid-19.

“Mais uma vez, o Governo discrimina os Cuidados Continuados ao aumentar em 3,5% a generalidade do Setor Social e a não dar qualquer aumento para os Cuidados Continuados”, critica a ANCC. Em causa está a publicação, esta terça-feira, de uma portaria que deixa de fora os cuidados continuados.

De acordo com o comunicado, citado pelo Expresso, o Governo e os representantes do setor social assinaram, em maio de 2017, um compromisso de cooperação para o biénio 2017 e 2018, que “aumentou os cuidados continuados em 0,6% no papel, mas não cumpriu“.

Mais tarde, em abril de 2018, com a assinatura de uma adenda ao documento anterior, aumentou em 2,2% no papel. Contudo, a ANCC refere que o Governo terá voltado a não cumprir, “razões pelas quais a associação colocou o Estado português em Tribunal”.

Em julho do ano passado, foi assinado o Compromisso de Cooperação para o Setor Social e Solidário para o Biénio 2019-2020, “onde o Governo aumentou o sector social em 3,5% e não deu qualquer aumento aos Cuidados Continuados”. Este ano, segundo a associação, o Executivo voltou a fazer o mesmo.

Não deixa de ser irónico que, no meio desta crise da covid-19 em que o Governo tanto precisa dos Cuidados Continuados e apregoa a importância destas Instituições no apoio ao restante SNS e no ano este em que muitas Unidades de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) pretendiam encerrar por motivo de falência (devido ao subfinanciamento existente no setor), e que não o fizeram apenas e só para responder a esta crise nacional/mundial, o Governo tenha pedido às Unidades de Cuidados Continuados para ceder à Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) as poucas camas privadas que tinham para acudir a esta pandemia”, lê-se no comunicado.

O mesmo documento acrescenta que “é graças à ANCC que o Governo tem alterado as suas políticas de envio de doentes para Cuidados Continuados e Lares, bem como a política de Gestão de Recursos Humanos e procedimentos a adotar em caso de infeção nestas tipologias”.

Para a Associação Nacional dos Cuidados Continuados, “o Governo continua com uma atitude persecutória para com as entidades que têm cuidados continuados, fazendo tamanha discriminação e não lhes dando condições financeiras para sobreviver”.

Segundo a ANCC, “é caso para dizer que o Governo usa e abusa descaradamente destas instituições, não lhes dando, nem considerando, o mérito e o valor que tanto merecem”. “A palavra que nos ocorre para definir estas atitudes do Governo é repugnante.”

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Igreja cipriota pede que a música "demoníaca" da Eurovisão seja cancelada. Governo rejeita

El Diablo foi a canção escolhida para representar o Chipre no festival da Eurovisão, que terá lugar em Roterdão, em maio. A música cipriota da Eurovisão está a causar polémica. A Igreja Ortodoxa do Chipre pediu, …

Cientistas propõem que indústria da moda pague "royalties" pelo padrão leopardo

Cientistas de Oxford, no Reino Unido, propõem que a indústria da moda comece a pagar royalties pelo uso do padrão que imita a pele de leopardo, para tentar ajudar a reverter o declínio deste felino. "O …

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …

Com as fronteiras fechadas, companhia aérea australiana lança "voos mistério"

A companhia aérea australiana Qantas anunciou “voos mistério”, nos quais os passageiros não fazem ideia para onde vão, numa tentativa de atrair mais clientes. As fronteiras internacionais da Austrália estão atualmente fechadas e parece improvável que …

Açores e Madeira acusam DGS de não usar dados verdadeiros nos boletins

A Direção Regional da Saúde (DRS) da Madeira garantiu que os números reportados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) esta sexta-feira não correspondem à realidade. A DRS dos Açores também assume a existência …