Críticas de Merkel sobre entradas em Portugal são “difíceis de entender”, diz Santos Silva

1

António Pedro Santos / Lusa

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, considera “difíceis de entender” as críticas da chanceler alemã Angela Merkel sobre a entrada de ingleses em Portugal.

Na terça-feira, Merkel criticou a falta de regras na União Europeia (UE) relativamente às viagens, apontando o aumento dos contágios em Portugal, situação que “poderia ter sido evitada”. Esta quarta-feira, no Parlamento, Santos Silva disse que Portugal aplicou as diretivas em vigor, que passam pela apresentação de teste negativo.

“É difícil de compreender as posições de governos de Estados-membros [da União Europeia] que agora querem propor novos critérios”, afirmou Santos Silva, citado pela TSF.

“O que nós dissemos foi que os viajantes britânicos que vinham para Portugal – e que vêm para Portugal -, apresentando um teste negativo à chegada, realizado nas últimas 72 horas, podem entrar” em Portugal. Não vejo que isso seja, de alguma maneira, escancarar Portugal aos ingleses sem o cuidado de verificar as suas condições de saúde no que diz respeito à covid-19″, concluiu.

Desde o início da pandemia, Portugal registou 17.074 mortos por covid-19, em 866.826 casos de infeção confirmados, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). No total, pelo menos 179.071.540 casos de infeção foram diagnosticados no mundo e houve 3.884.538 vítimas mortais, de acordo com o último balanço da agência France-Presse.

  Taísa Pagno //

1 Comment

  1. Este Santos Silva, não entendeu quando o Reino Unido pôs Portugal na lista “âmbar”. Não entende as criticas da Merkl. Será que este Ministro dos Negócios Estrangeiros entende alguma coisa? Dica: Mete um explicador!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.