Cristina Ferreira vai ganhar 3 vezes mais na TVI (e a SIC quer 4 milhões pela saída “abrupta”)

Cristina Ferreira / Facebook

Cristina Ferreira / Facebook

Cristina Ferreira volta a ser a transferência do ano na comunicação social nacional, retornando à TVI após ter protagonizado igual revolução há cerca de dois anos quando trocou o canal que a tornou conhecida pela SIC. Um regresso pela porta grande que lhe garante um salário chorudo, além de mais poder.

O regresso de Cristina Ferreira à TVI já foi oficialmente confirmado, numa jogada com que a TVI espera “revolucionar” de novo o mercado televisivo português.

A saída da apresentadora da TVI rumo à SIC já teve esse efeito há cerca de dois anos, levando o canal de Carnaxide a recuperar a liderança nas audiências, algo que não conseguia há anos.

Agora na mó de baixo, a TVI faz um investimento avultado na recuperação daquela que foi a sua estrela maior nos últimos anos.

Cristina Ferreira vai ganhar na TVI “quase três vezes mais” do que ganhava na SIC, segundo o Correio da Manhã (CM).

A apresentadora deverá ter um “salário galáctico de 2,6 milhões de euros” por ano, segundo o jornal. Com os ganhos publicitários, o valor base pode chegar a quase 3 milhões de euros.

Na SIC, ganhava cerca de um milhão de euros por ano, ainda de acordo com o CM.

Mas não terá sido apenas pelo dinheiro que Cristina Ferreira decidiu voltar à TVI. Além de assumir o cargo de Directora de Entretenimento e Ficção, a apresentadora vai também integrar a estrutura accionista e a administração da Media Capital, empresa que detém a TVI, o que lhe dá mais poder nas decisões do canal.

O CM aponta que ela “vai ser administradora não-executiva da Media Capital, com uma participação de 1 a 2 por cento“.

O mesmo jornal aponta que o empresário Mário Ferreira que em Maio passado comprou 30% da Media Capital por 10,5 milhões de euros, “liderou as negociações com Cristina Ferreira”.

SIC fala em “desilusão” por saída “abrupta e surpreendente”

Na SIC, a saída da “rainha” da televisão portuguesa está a gerar um “grande mal-estar”, segundo o CM.

O Expresso avança que Cristina Ferreira já não vai apresentar sequer “O Programa da Cristina” da próxima segunda-feira. Ela deverá ficar de férias nos próximos tempos até 1 de Setembro quando vai iniciar funções na TVI.

Entretanto, a SIC quer ser indemnizada em 4 milhões de euros pela ruptura “unilateral” do contrato da apresentadora que tem duração até Novembro de 2022, segundo noticia o Expresso que é propriedade da empresa que detém o canal de Carnaxide, a Impresa.

Em comunicado, a SIC refere que “Cristina Ferreira decidiu cessar unilateralmente a sua ligação” ao canal, lamentando a “decisão abrupta e surpreendente”.

“Mas apesar da desilusão“, a SIC agradece “o trabalho de Cristina Ferreira desenvolvido ao longo deste curto, mas intenso período, no seio de uma equipa vencedora, que continuará a empenhar o seu talento e profissionalismo para merecer a confiança do público”, acrescenta o comunicado.

“A SIC informa ainda que reserva todos os seus direitos em face desta situação”, conclui o documento, dando sinais de que o canal partirá para a justiça caso não receba a indemnização de 4 milhões.

Deste montante, “dois milhões dizem respeito ao valor do salário dos dois anos de contrato não finalizado e pelo menos mais dois milhões relativos a custos paralelos, incluindo produtoras e acordos já feitos com marcas”, como destaca o Expresso.

O CM reporta que a TVI deverá pagar essa indemnização à SIC, pelo que o valor total do investimento no regresso da apresentadora rondará algo como 7 milhões de euros.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

21 COMENTÁRIOS

  1. Mais olhos que barriga. Subiu-lhe o “estrelsto” à cabeça….
    Suspeito que se irà estampar redondinha, em menos de 1 ano.

  2. Se há 2 anos, as acções da Impresa dispararam e as da Media Capital afundaram, vejamos agora o que acontece…. (não estou convencido que seja o inverso)

  3. Se quem lhe pagar o salário forem os ignorantes e os pacóvios que seguem e gostam das nulidades que esta criatura profere, se quem lhe paga o salário forem os que se deixam arrastar e convencer pela campanha diária que insistentemente tenta transformar esta criatura numa coisa que ela não é, então eu não tenho nada a ver com isso, independentemente de encontrar justificação ou não para este salário.
    Cada um sabe do seu dinheiro… e eu sei que dificilmente pagaria a esta criatura pouco mais do que o salário mínimo…

    • Afinal e infelizmente, parece que eu tenho a ver com o que lhe pagam.
      Como o Rui Rio lembrou, houve alguém (a ministra da cultura) que decidiu atribuir 15 milhões de euros do nosso dinheiro a meios de comunicação social, tendo a TVI e a SIC tido deito às maiores fatias (o Eco e o Observador tiveram a decência de não aceitar qualquer apoio).
      Se a TVI tem dinheiro para pagar este salário, então certamente não precisa de apoios e podia devolver o dinheiro dos portugueses que lhe foi atribuído indevidamente.
      Já que à louca da ministra da cultura só lhe ocorre gastar dinheiro durante o exercício das suas funções, houvesse alguém para repor a decência…

  4. E pronto…salários milionários para Jorge Jesus, Cristina Ferreira, e o povo conta os tostões como de costume, é o que temos…

  5. É a crise, é a crise…
    Para a galinha que é saiu-se muito bem… com uma voz irritante daquelas, como pode ser?! Não compreendo este povo…
    TENHAM VERGONHA!!! QUAL CRISE!!!
    Então e agora não há manifestações?!

  6. Se com esse salário mais as esganiçadelas que tem conseguir espantar o covid 19, então ainda valerá a pena tal contrato, boa sorte!

  7. Os velhotes pagam isso tudo. É continuar a implorar para ligarem para os concursos.. é continuarem a impingir pseudo-produtos farmaceuticos e chega para estas coisas. Os velhotes é que coitados…. ficam com menos dinheiro e nem dao por ela

  8. A televisão está caduca. O valor acrescentado pela SIC e TVI é negativo, ou seja, estaríamos melhor sem eles pois só emitem lixo que contribui para o embrutecimento e analfabetismo. Estaria talvez na hora de fechar estes canais.

    • Em poucas palavras, faço minha a sua observação pura e dura !… Manter uma grande parte da comunidade adormecida para não dizer “embrutecida”, com produtos televisivos abaixo de lixo, é uma técnica de Governação digna dos tempos da outra Sra. !

  9. E depois têm a lata de vir falar de crise. Mas mais ignorantes que os da TVI, são os do Benfica.
    Da próxima vez que aludam a problemas financeiros ou a crise, só temos de os mandar pro car……

  10. A culpa não é dela mas sim do povo ignorante que aplaude tamanha chachada na Televisão.Mas sobre o caso,só mostra as desigualdades da sociedade pobre e mesquinha Portuguesa que paga para todos estes escândalos.

    • É a escola do neo-capitalismo Made un USA a funcionar!…
      Vale tudo para vender tudo… um dia destes só temos canais de televisão como o lixo americano ou brasileiro, com “vedetas” pagas a peso de ouro (como os reality shows do Tump!) a entreter ignorantes alienados!!

  11. Decididamente sou a favor da legalização das/dos trabalhadores do sexo, porque o que fazem acaba por ser menos chocante do que esta voluptuosidade pelo dinheiro demonstrada por esta mulher. Mas é bem feita para os senhores da SIC que se deslumbraram com a posição dominante. O ex-primeiro ministro Balsemão deveria estar mais preocupado em resguardar a liderança da SIC e não a “vingar-se” da família do Santos por terem escoraçado a SIC de Angola. Espero que lhes sirva a lição.

  12. “Lei n.º 27/2007
    Diário da República n.º 145/2007, Série I de 2007-07-30
    Artigo 27.ºLimites à liberdade de programação
    4 – Quaisquer outros programas susceptíveis de influírem de modo negativo na formação da personalidade das crianças ou de adolescentes devem ser acompanhados da difusão permanente de um identificativo visual apropriado e só podem ser transmitidos entre as 22 horas e 30 minutos e as 6 horas.”
    Sabendo que em Portugal estão a aumentar as doenças mentais e os distúrbios mentais, depressões, ansiedade entre outras, como podemos continuar a ter programações que não são supervisionadas também por psicólogos e psiquiatras? Tardes inteiras dedicadas a exibição de casos de vida deprimentes e depressores, fazendo audiência a custa do sofrimento alheio. Se querem mostrar solidariedade e respeito por essas pessoas, pois bem, ofereçam-lhes tratamentos e apoio judicial, ou cadeiras de rodas ou uma habitação digna, ou um emprego. Parem de bater sempre com as lágrimas alheias nas lentes das câmaras se faz favor. O provedor do cidadão tem de ter mais capacidade de decisão com ajuda de profissionais não só de direito mas também de saúde mental. Quanto a Cristina só lhe posso desejar boa sorte e que se dedique a boas causas, que faça um programa positivo, ensine eduque, dê esperança e saúde, que provoque sorrisos e alguma alegria sem exageros. E que por fim ajude a melhorar a vida dos nossos idosos que lhe são fiéis na assistência, e isso não passa por sorteios e prémios propostos que não passam de um negócio que tira o dinheiro aos idosos contribuindo para a sua tristeza e infelicidade. Agora que o Governo deu tamanho apoio aos outros meios audiovisuais para o serviço cultural, pois que a verba seja gasta em cultura. Se assim não for, fica tudo na mesma, incluindo o desperdício crescente dos nossos impostos. Dando razão a todos os comentários anteriores, espero o publico procure as melhores opções na programação ou em programas gravados, livros, ou actividades de entretenimento e lazer. Os cuidadores e profissionais de instituições com televisão que ainda não tiverem, procurem acompanhamento profissional para defenderem a saúde mental dos utentes. É que além da formação da personalidade de que fala a Lei, há também a degradação da personalidade que pode ser influenciada por lixo tele-visionado. Cumprimentos a todos.

    • Disse tudo! Muito bom! A Cristina é uma profissional e cheia de alegria, determinada e trabalhadora! Quem fala mal dela é por inveja, certamente.

      Em relação aos programas tristes e histórias deprimentes sem dúvida alguma que é lamentável! Deveria ser proibido inclusivé! Ou então terem um canal exclusivo de “terror”.

      Contribuemos para programas de incentivo em diversas áreas como empreenderismo, inovação, psicologia, atificades desportivas para idosos e outras faixas etárias, mini apresentações culturais e de temas científicos (2 minutos), enfim, tanta coisa bonita que pode ser feita! Não é verdade que as pessoas só assistem a coisas tristes! É sim mais fácil realizar reportagens tristes, pois para gerar alegria é preciso muita criatividade!

  13. Enquanto as religiões forem legais, vai ser muito difícil acabar com o lixo televisivo!…
    As pessoas são “treinadas” para acreditar e portanto não percebem que “acreditar não é saber”!
    E não faltam “novos”, com habilitações e até inteligentes a cair nas “banhas da cobra” promovidas maciçamente pelo marketing agressivo – principalmente na Internet!
    É ver quantas “vedetas” multimilionárias há por essas Internet´s fora – principalmente nos EUA – sendo a grande maioria autenticas nulidades sem qualquer “conteúdo”!!
    Quando vejo que agora as crianças querem ser quase todas YouTuber’s, acabo por achar que, no futuro, mesmo com todo o conhecimento disponível, haverá ainda mais palermas ignorantes do que agora!…

  14. Isto é tudo negócio meus amigos, relaxem! A inveja é muito FEIA! A Cristina ganha o que ganha em proporção à audiência que produz às empresas de Mídia. Cabe a ela agora produzir programas e documentários saudáveis e que promovem a alegria, saúde mental e física, cultura e ciência, insentivando o crescimento pessoal e aquecendo o coração dos solitários que, infelizmente, existem muitos mais do que vocês possam imaginar! Vamos dar mais carinho uns aos outros. Em vez de atirar “pedras” e só queixumes, porque não apresentar idéias construtivas? Aqui vai uma:

    1 – Exercícios físicos na televisão aonde as pessoas em casa possam ser vistas, aleatóreamente, diretamente na TV, mas em suas casas, filmando com os telemóveis.
    2 – Brincadeiras de quizs com iguais condições do ponto 1. Seria giríssimo ver as respostas mais engraçadas!

    E muito mais que poderia expôr aqui, mas para isso os Mídia tinham que me pagar, afinal também sou Mulher de negócios e muito feliz!

    Saúde a todos, felicidade, amor e respeito, acima de tudo!

  15. “Lei n.º 27/2007
    Diário da República n.º 145/2007, Série I de 2007-07-30
    Artigo 27.ºLimites à liberdade de programação
    4 – Quaisquer outros programas susceptíveis de influírem de modo negativo na formação da personalidade das crianças ou de adolescentes devem ser acompanhados da difusão permanente de um identificativo visual apropriado e só podem ser transmitidos entre as 22 horas e 30 minutos e as 6 horas.”
    Sabendo que em Portugal estão a aumentar as doenças mentais e os distúrbios mentais, depressões, ansiedade entre outras, como podemos continuar a ter programações que não são supervisionadas também por psicólogos e psiquiatras? Tardes inteiras dedicadas a exibição de casos de vida deprimentes e depressores, fazendo audiência a custa do sofrimento alheio. Se querem mostrar solidariedade e respeito por essas pessoas, pois bem, ofereçam-lhes tratamentos e apoio judicial, ou cadeiras de rodas ou uma habitação digna, ou um emprego. Parem de bater sempre com as lágrimas alheias nas lentes das câmaras se faz favor. O provedor do cidadão tem de ter mais capacidade de decisão com ajuda de profissionais não só de direito mas também de saúde mental. Quanto a Cristina só lhe posso desejar boa sorte e que se dedique a boas causas, que faça um programa positivo, ensine eduque, dê esperança e saúde, que provoque sorrisos e alguma alegria sem exageros. E que por fim ajude a melhorar a vida dos nossos idosos que lhe são fiéis na assistência, e isso não passa por sorteios e prémios propostos que não passam de um negócio que tira o dinheiro aos idosos contribuindo para a sua tristeza e infelicidade. Agora que o Governo deu tamanho apoio aos outros meios audiovisuais para o serviço cultural, pois que a verba seja gasta em cultura. Se assim não for, fica tudo na mesma, incluindo o desperdício crescente dos nossos impostos. Dando razão a todos os comentários anteriores, espero o publico procure as melhores opções na programação ou em programas gravados, livros, ou actividades de entretenimento e lazer. Os cuidadores e profissionais de instituições com televisão que ainda não tiverem, procurem acompanhamento profissional para defenderem a saúde mental dos utentes. É que além da formação da personalidade de que fala a Lei, há também a degradação da personalidade que pode ser influenciada por lixo tele-visionado. Cumprimentos a todos.

RESPONDER

Para Rio, as críticas de Ana Catarina Mendes são de "quem não tem nada para dizer"

As águas entre o PS e o PSD estão agitadas, depois da troca de galhardetes entre o presidente social-democrata, Rui Rio, e a líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes. Depois de ter sido acusado por …

Nova Iorque atinge 70% de adultos vacinados (e celebra com fogo-de-artifício)

O estado de Nova Iorque atingiu o marco de vacinação que, de acordo com os especialistas, garante a imunidade de grupo. O governador do estado norte-americano de Nova Iorque, Andrew Cuomo, anunciou na noite de terça-feira …

"Construtiva" e "sem animosidades". Cimeira entre Biden e Putin termina mais cedo do que previsto

A cimeira entre Vladimir Putin e Joe Biden chegou ao fim mais cedo do que se previa. Os presidentes optaram por conferências de imprensa em separado, e o primeiro a falar foi o Presidente russo. Os …

Euro 2020: seleções da casa em desvantagem na primeira jornada

Nove seleções jogaram no seu país, até agora. Mas somente três ganharam o respetivo jogo. Portugal contribuiu para estragar as festas caseiras. Num Europeu estranho e inédito, que decorre em muitos países, muitas seleções jogam em …

Tribunal europeu condena Portugal a indemnizar recluso por falta de internamento psiquiátrico

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou o Estado português a pagar uma indemnização de 14 mil euros a um recluso por ter cumprido pena de prisão sem internamento psiquiátrico a que tinha sido condenado. A …

França acaba com máscara no exterior (e Espanha vai pelo mesmo caminho)

Em França, o uso de máscara na rua deixa de ser obrigatório a partir de quinta-feira. Espanha deverá seguir o mesmo caminho "em breve". O uso de máscara no exterior deixa de ser obrigatório em França …

Swissport em Lisboa para tentar comprar a Groundforce

O acionista maioritário da Groundforce, que está a tentar vender a sua participação na empresa de handling, encontra-se agora a negociar com os suíços da Swissport. Depois de o fundo espanhol Atitlan se ter afastado e …

BdP prevê taxa de desemprego de 7,2% e crescimento económico de 4,8%

O Banco de Portugal (BdP) prevê que a taxa de desemprego atinja 7,2% em 2021, recuando para 7,1% em 2022 e 6,8% em 2023, e que o emprego cresça 1,3% este ano. No Boletim Económico de …

Finlândia 0-1 Rússia | Miranchuk recoloca russos na corrida

A anfitriã Rússia conseguiu hoje uma determinante vitória na luta pelo apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao bater a Finlândia por 1-0, em São Petersburgo. No primeiro jogo da segunda jornada …

Nove militares da GNR acusados de tortura

O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR dos crimes de tortura e outros tratamentos cruéis, degradantes ou desumanos e sequestro agravado. O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR, …