“Fascistas”. Cristas ouve insultos em noite de fados de Coimbra

Estela Silva / Lusa

A presidente do CDS ouviu, durante uma breve serenata na escadaria da rua do Quebra Costas, em Coimbra, esta segunda-feira, alguns gritos de críticos que chamaram a comitiva do partido de “fascistas” e de “chulos”.

Numa noite de fados A comitiva de militantes do CDS, alguns deles de bandeiras, desceu do paço das escolas, na Universidade de Coimbra, até à Sé Velha, para uma fotografia, e já junto à rua do Quebra Costas ouviu alguns gritos de “fascistas, vão para a Alemanha” e “chulos”.

Depois de ouvir três fados, incluindo “Coimbra tem mais encanto”, ao lado do candidato do CDS pelo distrito, Rui Lopes da Silva, Assunção Cristas afirmou o seu encanto pela cidade que é Património da Humanidade da UNESCO, da alta da cidade à Baixa Sofia, mas também o “património imaterial” da canção de Coimbra, que o “país normalmente conhece como fado do estudante de Coimbra”.

“Valorizarmos a cultura, a cultura que está ligada às nossas raízes, à nossa identidade e que é um fator de coesão social e que em cada dia, em cada momento se reinventa e se projeta para o futuro”, disse aos jornalistas.

E para quem quer saber quanto vale a Cultura num orçamento, a presidente centrista não dá uma resposta direta. “A cultura vale mais do que percentagens do PIB. Vale, sobretudo, aquilo que nós conseguimos fazer com ela, que é criar uma rede nacional de valorização da nossa cultura, da nossa identidade e também de a tornar um verdadeiro elemento estratégico nacional”, afirmou, acrescentando que isso “tem que ser feito, quer ao nível da governação, quer na articulação com os municípios, mas também com todos os agentes culturais”, na criação, na área da preservação patrimonial, património material e imaterial.

Olhando para os quatro anos do PS no poder, a líder do CDS recordou “a contestação, não conhecida e nunca vista, à política cultural do Governo” e as propostas feitas pelo seu partido, como os 6% de IVA para os espetáculos e o muito trabalho que há a fazer.

Um trabalho, acrescentou, que passa por “valorizar os territórios, as cidades, as zonas do país e, em ligação, criar uma verdadeira rede nacional de cultura que junta património material e imaterial, que junte o setor público, também com o setor privado”, que ligue a educação, mas também o turismo e torne a cultura num “grande fator estratégico nacional”.

A comitiva de militantes do CDS, alguns deles de bandeiras, desceu do paço das escolas, na Universidade de Coimbra, até à Sé Velha, para uma fotografia, e já junto à rua do Quebra Costas ouviu alguns gritos de “fascistas, vão para a Alemanha” e “chulos”.

Confrontada com esta frase e se ficou incomodada, Cristas deu uma resposta curta, numa frase: “Não nos incomodam gritos que não se podem dirigir a nós, por não terem nada a ver connosco”.

Apesar do clima pesado, o Observador escreve que o CDS não recuou e Cristas até sorriu numa das vezes que os gritos começaram a ecoar durante a atuação dos estudantes. “Ouve-se cada coisa em seu sítio”, declarou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Câmara de Comércio e Governo criam gabinete de apoio às empresas

A Câmara de Comércio e Indústria (CCIP) e o Governo criaram um gabinete de apoio às empresas para esclarecer e facilitar o acesso das companhias às ajudas lançadas pelo executivo. Segundo noticiou a TSF, a estrutura, …

Tragédia continua. Encontrado corpo de sobrinha-neta de John F. Kennedy

O corpo da sobrinha-neta do ex-Presidente norte-americano John F. Kennedy, que estava desaparecida com o filho desde quinta-feira, foi encontrado na segunda-feira, informaram esta terça-feira os meios de comunicação norte-americanos. Maeve Kennedy Townsend McKean, de 40 …

Jornal Económico e A Bola avançam para regime de lay-off

O Jornal Económico e o desportivo A Bola vão avançar para o regime de lay-off devido a quebras significativas nas vendas e publicidade desencadeadas pela pandemia de covid-19, que já fez mais de 300 vítimas …

Moratória nos créditos à habitação não suspende Seguros (e pode ter que os pagar durante mais tempo)

A suspensão dos pagamentos dos empréstimos do Crédito à Habitação, por parte dos clientes bancários que queiram aderir à moratória aprovada pelo Governo, pode não travar os pagamentos dos Seguros de Vida e Multi-riscos que …

Espanha poderá ser o primeiro país na Europa a avançar com rendimento básico universal

A ministra da Economia espanhola assegurou, este domingo, que o Governo está a trabalhar para aplicar o rendimento básico universal, embora não tenha dado ainda uma data concreta. Em declarações ao canal televisivo laSexta, a ministra …

Presidente revela que não está imune e é contra "descompressão" de medidas em abril

O Presidente da República revelou numa entrevista esta terça-feira divulgada pela Antena 1 que já fez um dos novos testes sorológicos para detetar a presença de anticorpos para o novo coronavírus e não está imunizado. "Depois …

Ministros das finanças procuram entendimento. Itália ameaça consenso de Centeno

Os ministros das Finanças da zona euro voltam a reunir-se esta terça-feira, por videoconferência, com a responsabilidade de chegarem a um compromisso sobre uma resposta comum para minimizar os efeitos da pandemia covid-19, precisando para …

Empresas estão a cobrar às farmácias 150 euros por caixa de máscaras

Empresas, muitas das quais nem sequer são do ramo farmacêutico, estão a cobrar às farmácias 150 euros por uma caixa de máscaras. Antes, eram vendidas por cinco euros. A pandemia de covid-19 levou a que a …

Governo alarga apoios a sócios-gerentes sem trabalhadores

O Governo enviou esta segunda-feira para promulgação pelo Presidente da República um decreto com alterações ao regime de apoio extraordinário dos trabalhadores independentes, estendendo agora os benefícios aos sócios-gerentes sem trabalhadores por conta de outrem. Este …

"Futebol precisa de dar e sofrer porque pode." Anúncio de lay-off do Liverpool gera críticas e um pedido de desculpas

O Liverpool anunciou que ia avançar com um mecanismo do Governo britânico semelhante ao lay-off que está a ser usado em Portugal, para receber apoios para pagar aos funcionários do clube que não são jogadores, …