Cristãos do Iraque estarão extintos em 5 anos

chrisdebruyn / Flickr

Mosteiro cristão ortodoxo em Bashiqa, no Iraque

Mosteiro cristão ortodoxo em Bashiqa, no Iraque

A religião cristã poderá estar extinta no Iraque no prazo de cinco anos se não houver uma “ajuda de emergência a nível internacional”, alerta um relatório da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre.

O relatório “Perseguidos e Esquecidos?“, sobre “os cristãos oprimidos por causa da sua fé” e relativo ao período entre Outubro de 2013 e Julho de 2015, refere que o número de cristãos no Iraque passou “de cerca de um milhão em 2002-2003 para cerca de 700 mil em 2006 e para menos de 300 mil” no período em análise.

A “população cristã tem vindo a sofrer uma verdadeira hemorragia no Iraque, a um ritmo de 60 a 100 mil por ano”, assinala o estudo, adiantando: “Estas estatísticas sugerem que, a não ser que haja uma mudança para melhor, o Cristianismo será totalmente extinto no Iraque no prazo de cinco anos”.

Organização da Igreja Católica que depende directamente da Santa Sé, a Fundação AIS tem como missão “ajudar os cristãos onde quer que eles se encontrem perseguidos, refugiados ou em necessidade”.

Além do Iraque, o relatório refere que “um enorme êxodo de cristãos de outras regiões do Médio Oriente, como por exemplo da Síria, combinado com um aumento das pressões sobre os fiéis na Arábia Saudita e no Irão, significam que a Igreja está a ser silenciada e expulsa do coração da sua antiga região bíblica”.

De acordo com o estudo, “a ameaça mais grave” para os cristãos tem sido o islamismo extremista e não só no Médio Oriente.

“A ascensão de grupos militantes islâmicos na Nigéria, no Sudão, no Quénia, na Tanzânia e noutras regiões de África está a destabilizar a presença cristã no único continente que até agora constituiu a maior esperança da Igreja para o futuro”, adianta.

Ameaça para os cristãos é ainda a “ascensão de outros movimentos religiosos extremistas” que representou “um grande retrocesso”.

“Em países como o Sri Lanka, a Índia e Israel, os cristãos estão sob ameaça de radicais budistas, hindus e judeus”, respectivamente, refere o resumo do relatório divulgado pela Fundação AIS.

O relatório avalia a situação em 22 países e os relatos de incidentes abrangem todos os grupos cristãos tradicionais – católicos, ortodoxos e protestantes.

Dos 22 países, 19 estavam incluídos no relatório anterior da Fundação AIS e destes “15 (ou seja, 79%) viram a situação dos cristãos ‘piorar'”.

“O número de países categorizados como aqueles onde os cristãos sofreram perseguição “extrema” aumentou de seis em 2011-13 para 10 em 2013-15″, segundo o estudo.

Iraque, Nigéria, Sudão e Síria são os países que passaram a integrar a lista daqueles onde os cristãos são mais perseguidos e que incluía a China, Eritreia, Coreia do Norte, Paquistão, Arábia Saudita e Vietname.

Entre os factores de degradação da situação nos vários países estão o “aumento dos ataques aos cristãos e às igrejas, alterações legais que comprometem claramente a liberdade dos cristãos e discurso de ódio, sobretudo na comunicação social”, adianta o relatório.

A investigação que tem sido feita para a realização de cinco edições do relatório “Perseguidos e Esquecidos?“, abarcando um período de nove anos, “revela que a situação se deteriorou na esmagadora maioria dos países em análise”, assinala a Fundação AIS.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Uber vence batalha judicial e prolonga licença para operar em Londres

A Uber ganhou, esta segunda-feira, um recurso legal sobre a revogação da sua licença para operar em Londres, garantindo por enquanto a continuação da empresa num dos seus maiores mercados. De acordo com o Wall Street …

Ordenados "não podem ser cortados", diz comissário. Proposta sobre salário mínimo apresentada em outubro

O comissário europeu do Emprego e Direitos Sociais, Nicolas Schmit, reconheceu as limitações da Comissão Europeia quanto a salários, defendendo que o sistema que no qual está a trabalhar permitirá que os rendimentos aumentem na Europa. Em …

Chega quer expulsar autor de moção pela remoção de ovários a mulheres

A direção do Chega vai propor a “suspensão imediata” do militante Rui Roque que defendia a extração dos ovários numa moção de estratégia que foi rejeitada em congresso, informou esta segunda-feira o partido. Mais de uma …

Precários à espera de apoio extraordinário estão a receber multas do fisco

A Associação de Combate à Precariedade denunciou que a Autoridade Tributária (AT) está a aplicar multas de 75 euros a trabalhadores precários que ficaram sem rendimento e estão a recorrer ao novo apoio extraordinário a …

Portugal regista mais seis óbitos e 688 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 688 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

Novo lay-off é para "aguentar o emprego e as empresas" (mas agrava cortes dos trabalhadores)

O novo regime de lay-off anunciado pelo Governo, para apoiar as empresas com "perdas mais significativas", nomeadamente na área do turismo, visa "aguentar o emprego e as empresas", segundo o ministro da Economia, Siza Vieira, …

Jornal "The Guardian" sugere que Portugal é um país racista e compara Ventura a Bolsonaro

O jornal britânico "The Guardian" noticiou, esta segunda-feira, alguns dos mais recentes acontecimentos racistas que têm ocorrido no país, afirmando no seu título que "Portugal regista um aumento da violência racista com ascensão da extrema …

Jornal Washington Post declara apoio a Biden e quer afastar "o pior presidente dos tempos modernos"

O jornal de referência Washington Post declarou esta segunda-feira o seu apoio ao candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, para derrotar o republicano Donald Trump, que considera “o pior Presidente dos tempos modernos”. No …

Portugal não recorrerá aos empréstimos do fundo de recuperação da UE

O primeiro-ministro António Costa salientou esta terça-feira que Portugal "recorrerá integralmente" aos cerca de 15,3 mil milhões de euros em subvenções que poderá receber do fundo de recuperação europeu, mas adiantou que não utilizará a …

Isabel dos Santos impugna nacionalização da Efacec

A empresária angolana Isabel dos Santos avançou com uma ação para impugnar a nacionalização da Efacec, decisão que foi anunciada pelo ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, no início de julho. Numa nota enviada às …