Crise de meia idade? O Sol está (muito) mais calmo do que as suas estrelas-irmãs

O nosso Sol está a comportar-se de uma forma estranha em comparação com os seus pares cósmicos. A estrela está muito menos ativa do que as suas “irmãs”, o que faz com que os astrónomos pensem que possa estar a passar uma espécie de período de transição.

Numa investigação sobre o Sol e 369 outras estrelas que partilham as suas propriedades, os astrónomos do Instituto Max Planck descobriram que o Sol é muito menos ativo do que as outras. A principal explicação é que o Sol pode estar a passar uma espécie de “crise da meia idade”.

“Queríamos ver se o Sol é de alguma forma diferente”, disse Timo Reinhold, investigador do Instituto Max Planck, em declarações ao Inverse. “As pessoas alegam que é mais silencioso do que outras estrelas, enquanto outras alegam que é igualmente ativo, por isso queríamos resumir essa amostra muito solar, muito parecida com o Sol”.

Nos últimos quatro anos, o brilho das outras estrelas flutuou descontroladamente, enquanto o Sol permaneceu relativamente constante, de acordo com o estudo publicado na semana passada na revista científica Science. De facto, a diferença entre os momentos mais brilhantes e mais fracos do Sol é um quinto das outras estrelas.

“Esta variabilidade é causada por manchas escuras na superfície da estrela que giram dentro e fora”, disse Reinhold, em declarações à agência Reuters. “Uma medida direta da atividade solar é o número de manchas solares na superfície”.

Os cientistas prestaram atenção especial ao período de rotação, porque a velocidade com que uma estrela gira em torno do seu próprio eixo influencia a criação do seu campo magnético. Os investigadores também estudaram 2.500 outras estrelas parecidas com o Sol, com períodos de rotação desconhecidos, determinando que o seu brilho flutuava muito menos do que os do outro grupo.

É possível que o Sol esteja apenas num estágio diferente de algum tipo de padrão cíclico do que as outras estrelas. No entanto, como também está na metade da expetativa de vida útil de nove mil milhões de anos, é possível que o nosso Sol esteja no meio de um ponto intermediário particularmente tranquilo da sua vida. “Outra explicação é que o Sol está numa crise de meia idade“, disse Reinhold.

De acordo com o New York Post, esta monotonia solar pode ser uma boa notícia. “Um sol muito mais ativo também pode ter afetado a Terra em escalas de tempo geológicas – paleoclimatologia. Uma estrela muito ativa mudaria as condições de vida no planeta, por isso viver com uma estrela bastante chata não é a pior opção”, disse Reinhold.

Estes resultados permitem duas interpretações, explica o Phys. Poderia haver uma diferença fundamental ainda inexplicável entre estrelas com período de rotação conhecido e desconhecido. Isso significaria que o Sol tem sido invulgarmente fraco nos últimos nove mil anos e que, em escalas de tempo muito grandes, também são possíveis fases com flutuações muito maiores.

Não há, no entanto, motivo de preocupação. No futuro próximo, não há indicação dessa “hiperatividade” solar. Pelo contrário: durante a última década, o Sol tem mostrado-se bastante fraco, mesmo com os seus padrões baixos. As previsões de atividade para os próximos onze anos indicam que isso não mudará em breve.

A atividade solar depende parcialmente do campo magnético do Sol. O brilho do Sol reflete sobre as mudanças nos campos magnéticos, nas quais as mudanças nos campos magnéticos da estrela levam a flutuações no brilho.

O campo magnético do Sol pode ser responsável pelo seu misterioso ciclo de 11 anos. A cada 11 anos, o campo magnético do Sol passa por um ciclo periódico no qual os pólos sul e norte alternam os pontos. No final deste ciclo, a atividade do Sol começa a aumentar, com mais explosões solares e materiais a explodir no espaço.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

É a quantidade de alimento que determina quem se torna a abelha-rainha

Um novo estudo sugere que é a quantidade de alimento, e não a sua qualidade, como se pensava até agora, que determina quem se torna a abelha-rainha. Quais são os fatores que determinam qual é a …

Em Miami e Nova Iorque, os polícias ajoelharam-se por George Floyd

Em Miami e em Nova Iorque, alguns agentes da autoridade juntaram-se aos manifestantes por breves momentos, para mostrar o seu respeito pela memória de George Floyd. Nos Estados Unidos, os protestos pela morte de George Floyd …

A Nova Zelândia está em cima de uma enorme bolha de lava

A Nova Zelândia situa-se no topo dos restos de uma pluma vulcânica gigante. Este processo é o responsável pela atividade vulcânica e desempenha um papel fundamental no funcionamento do nosso planeta. Nos anos 70, vários cientistas …

Petição busca estatuto de vítima para crianças em contexto de violência doméstica

Uma petição lançada na sexta-feria que reivindica a criação do estatuto de vítima para as crianças que vivem em contexto familiar de violência doméstica já foi assinada por mais de 1300 pessoas, entre elas personalidades …

Assimétrica e flutuante. A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai "nascer" em 48 horas

A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai estar pronta no próximo mês para demonstrar a velocidade e a eficácia de uma técnica de construção que será sete vezes mais rápida e terá …

Anonymous garantem que princesa Diana foi assassinada para abafar caso Epstein

O movimento internacional de ciberativistas Anonymous - ou alguém que alega operar em seu nome - garante que a princesa Diana, que morreu num acidente de viação em agosto de 1997, foi, na verdade, assassinada …

Empresa de mineração pede desculpa por destruir cavernas sagradas aborígenes

A empresa mineira Rio Tinto admitiu que destruiu as cavernas pré-históricas que eram locais de culto para os aborígenes australianos e pediu desculpa. As cavernas de pedra Juukan Gorge 1 e 2 – dois locais de …

Itália exige "respeito": vai abrir fronteiras, mas excluir países que impõem restrições a italianos

Apesar de acredita "no espírito europeu", o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano sublinhou que o país está pronto "para fechar as fronteiras" àqueles que não o respeitem. A Itália vai abrir as suas fronteiras internacionais a …

As Forças Armadas sul-africanas não estavam preparadas para um inimigo invisível

A Força de Defesa Nacional da África do Sul não está preparada para combater uma pandemia silenciosa como a da covid-19. Este "inimigo invisível" veio trazer à tona as fragilidades do país. As Forças Armadas da …

Putin convoca referendo sobre alterações constitucionais para 1 de julho

A aprovação da reforma constitucional permitirá ao atual Presidente da Rússia, Vladimir Putin, cumprir mais dois mandatos suplementares a partir de 2024. Vladimir Putin anunciou a data de 1 de julho para o referendo nacional de …