O Sol muda de tamanho a cada 11 anos (e ninguém sabe porquê)

A cada 11 anos, o Sol expande-se e encolhe cerca de um a dois centímetros. Estes movimentos muito fracos aumentam o raio do Sol apenas 0,00029%.

Na verdade, esta é uma mudança tão pequena que ninguém sabe como é que a equipa de cientistas a conseguiu detetar. Para este feito, os cientistas concentraram-se nos fluxos de plasma que escapam e retornam à superfície solar – fios de gás ionizado altamente energéticos.

Estas ondas de plasma são muito semelhantes às ondas sonoras emitidas por um instrumento musical. Da mesma forma que podemos produzir sons diferentes consoante as notas que tocamos – no caso de um saxofone, dependendo das chaves que pressionamos e da expansão da tubulação – as frequências das ondas de plasma mudam dependendo do tamanho do Sol.

Não é uma tarefa fácil, mas esta alteração pode ser medida com muita precisão. Foram necessários 21 anos de observações através de dois telescópios espaciais da NASA para que esta descoberta fosse alcançada. No fundo, esta espécie de “respiração” da nossa estrela está relacionada com o ciclo solar.

A cada 11 anos, o Sol move-se de um máximo para um mínimo solar.

No máximo, os jatos solares de intensa atividade magnética ocorrem com maior frequência e agrupam-se no equador da estrela. Essas “manchas” solares aumentam a probabilidade de acontecer uma tempestade solar, desde auroras até problemas nas nossas infraestruturas elétricas. Por contraste, no mínimo solar, estas manchas tornam-se muito raras.

Este fenómeno é impulsionado pela atividade magnética que acontece no interior do Sol. As ondas de plasma detetadas pela equipa situam-se abaixo da superfície da estrela – aliás, vários milhões de metros abaixo. Desta forma, os cientistas concluíram que o Sol se expande ligeiramente durante o mínimo solar e contrai durante o máximo.

Mas a equipa não sabe porque é que esta mudança de tamanho acontece. Os cientistas não conseguem apresentar uma teoria capaz de explicar os deslocamentos e relacioná-los com as atividades magnéticas que ocorrem no interior na nossa estrela, apesar de acreditarem que há, de facto, uma ligação.

Esta “respiração” do Sol pode estar relacionada à mudança da orientação dos campos magnéticos que ocorrem durante um ciclo solar, mas ainda não há estudos que comprovem esta ideia.

Esta quase impercetível alteração nas dimensões solares não afeta o clima na Terra. Por cá, podemos continuar descansados: o nosso maior problema continua a ser as alterações climáticas que nós mesmos estamos a causar.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Demitiu-se o diretor do serviço de cirurgia e transplantação do Curry Cabral

Américo Martins demitiu-se esta quarta-feira por ter visto impedida a proposta de reorganização com circuitos independentes no hospital. O diretor do Serviço de Cirurgia Geral e Transplantação do Hospital Curry Cabral, Américo Martins, demitiu-se esta quarta-feira …

Bancos impedidos de cobrar comissões por operações digitais. Acesso a jogos online limitados

Os bancos vão ficar impedidos de cobrar comissões por operações de pagamento através de plataformas digitais dos prestadores de serviços, segundo uma proposta do PEV com alterações do PS aprovada no Parlamento. O projeto de lei …

Pessoas assintomáticas devem usar máscara, diz Centro Europeu de Controlo de Doenças

Num relatório divulgado na quarta-feira, o Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC) referiu que as máscaras podem reduzir a propagação do novo coronavírus de pessoas assintomáticas, recomendando a sua utilização. De acordo com o Público, …

Portugal ultrapassa as 400 vítimas mortais. Cordão sanitário em Castro Daire equacionado

Portugal regista esta quinta-feira 409 mortos associados à covid-19, mais 29 do que na quarta-feira, e 13.956 infetados (mais 815), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Trata-se de um aumento de 6% …

"Em segundo plano". OM alerta para falta de resposta para doentes prioritários não covid-19

A Ordem dos Médicos (OM) alertou esta quinta-feira para a falta de resposta aos doentes prioritários não covid-19, que diz estarem a ser relegados para segundo plano, em áreas que “não podem esperar” como a …

Lagarde contraria Draghi. Perdão de dívida às empresas é “impensável”

A presidente do Banco Central Europeu considera "impensável" conceder um perdão de dívida generalizado das dívidas contraídas pelas empresas, ao contrário do que sugeriu o antigo presidente do BCE, Mario Draghi. “Parece-me totalmente impensável. Não é …

No Norte, espera-se duas semanas para fazer testes à covid-19

Na Área Metropolitana do Porto, muitos esperam duas semanas para realizar o teste à covid-19, denunciam vários autarcas. Em causa está a falta de material e equipamentos. Mais de metade dos casos confirmados de covid-19 em …

António Costa adia decisão sobre reabertura das escolas para o fim do mês

O Governo anuncia, esta quinta-feira, a decisão em relação às atividades letivas no terceiro período, depois de ter ouvido durante dois dias especialistas, representantes da comunidade escolar, partidos, sindicatos e os órgãos consultivos do Ministério …

Sánchez insta a oposição a seguir o exemplo de Portugal (e exige solidariedade europeia sem fissuras)

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, pediu esta quinta-feira à oposição de direita para seguir o exemplo de Portugal, onde o presidente do PSD, Rui Rio, fez um “discurso emotivo” a desejar “boa sorte” e a oferecer …

Clube alemão vendeu 100 mil bilhetes para um jogo contra um "adversário invisível"

O Lokomotive Leipzig, da quarta divisão alemã, vendeu mais de 100 mil bilhetes virtuais a um euro cada para um jogo contra um "adversário invisível", a realizar no próximo dia 8 de Maio. A venda de …