Crimes caem para metade. Mas aumentam denúncias de violência doméstica por terceiros

Mário Cruz / Lusa

Um relatório do Ministério da Administração Interna (MAI) sobre o segundo estado de emergência mostra que a denúncia de criminalidade caiu para mais de metade e que as queixas de violência doméstica baixaram. Contudo, aumentaram as denúncias desse tipo de caso feitas por terceiros em relação ao ano passado.

Segundo noticiou o Observador, o documento divulgado na terça-feira revela que, de 13 de março a 17 de abril, foram registados 1.105 crimes de violência doméstica e 61 pessoas foram detidas. No período homólogo de 2019 houve 1.692 queixas e 88 detenções pelo mesmo motivo.

Com o estado de emergência, ao invés de subir, o número de queixas por violência doméstica caiu 34,7% em Portugal, contrariamente ao que aconteceu noutros países. Mas essa diminuição não significa necessariamente que o número efetivo de crimes tenha diminuído, apontou o jornal.

O relatório indica que a Polícia de Segurança Pública (PSP), em conjunto com a Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade, tem promovido formas alternativas ao telefone e ao 112 para dar o alerta e o contacto com amigos e familiares. A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) pediu especial atenção aos vizinhos, que podiam alertar.

As denúncias feitas por terceiros – familiares, amigos ou vizinhos – aumentaram em relação ao ano passado. Do total de 476 participações de violência doméstica feitas no segundo estado de emergência, 129 foram apresentadas “por terceiros” – uma subida de cinco pontos em relação a 2019.

Avaliado apenas o período de 03 e 17 de abril, as participações caíram 29% em relação às mesmas duas semanas de 2019. Em média, foram 32 queixas por dia. Os dados mostram ainda que a maior parte das vítimas (81.5%) são mulheres, a maior parte dos agressores (85%) são homens, como aconteceu também em 2019 e nos anos antes desse.

Álcool na estrada, furtos e carteiristas

Em relação à criminalidade geral, entre 13 de março e 17 de abril de 2019 houve 17.458 denúncias de crime e 2.786 detenções. No mesmo período deste ano, houve 7.852 situações e 1.104 detenções.

Os crimes de condução com taxa de alcoolémia igual ou superior a 1,2 gr/l caíram 82,9% entre 13 de março e 17 de abril, em comparação com o ano passado. Em 2019, nessas cinco semanas, foram detidas 1.007 pessoas com uma taxa de álcool criminosa no sangue, enquanto este ano foram 172.

Os furtos por carteirista diminuíram 91,9% e o mesmo aconteceu com os “furtos por oportunidade”, que caíram 82,5%. O MAI destacou ainda a queda nos crimes de “ofensa à integridade física voluntária simples”, que baixou 67,2%, e o “furto em veículo motorizado”, que caiu 58%.

Alguns crimes, porém, dispararam. É o caso das burlas por fraude bancária – que, segundo o MAI, está agora nos 67,6% – e os de desobediência – cresceram 94,3% entre 13 março e 17 de abril, em comparação com o ano passado.

Nos crimes que mais aumentaram constam ainda “outros roubos” (mais 114,3%), “outros crimes de perigo comum” (20%) e a “resistência e coação sobre funcionário” (12,8%).

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Rússia acusa Navalny e aliados de extremismo em novo processo

A Rússia intensificou a campanha contra o opositor do governo Alexei Navalny, abrindo esta terça-feira um novo processo judicial, que poderá levá-lo a cumprir uma pena de prisão de mais uma década. Navalny cumpre dois anos …

Governo demite Chefe do Estado-Maior da Armada. Gouveia e Melo provável sucessor

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, vai propor ao Presidente da República a demissão do Chefe do Estado-Maior da Armada, confirmaram hoje à Lusa fontes ligadas à Defesa. O Governo propôs ao Presidente da …

Borussia Dortmund 1-0 Sporting | Um Mal(en) que veio só… e foi suficiente

O “bicho papão Haaland não jogou, mas nem assim os “leões” conseguiram contrariar o maior poderio germânico. O Sporting saiu de Dortmund com uma derrota, apesar da excelente réplica no Signal Iduna Park, e muito por …

FC Porto 1-5 Liverpool | Dragão atropelado em casa

O Liverpool é uma espécie de “besta” em tons de “red” para o FC Porto. Em nove jogos oficiais, os “azuis-e-brancos” nunca venceram, somando 3 empates e 6 derrotas, a mais recente foi pesadíssima e …

China desenvolve arma invisível capaz de destruir redes de comunicação em dez segundos

Uma equipa de cientistas chineses está a desenvolver uma arma sónica, que gera um intenso pulso eletromagnético, capaz de destruir redes de comunicação e de fornecimento de energia elétrica. A arma poderá ter um alcance …

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …