CP vai ter contrato de serviço público. Dívida histórica pode ser reduzida em mais de metade

Miguel A. Lopes / Lusa

O contrato de serviço público entre o Estado e a CP deverá ser assinado antes de 3 de dezembro e prevê que a dívida da CP seja reduzida em mais de metade.

O contrato de serviço público entre o Estado e a CP, que se encontra na AMT, deverá ser assinado antes de 3 de dezembro, garantiu, esta sexta-feira, fonte oficial do Ministério das Infraestruturas e Habitação ao jornal Público.

O projeto desse contrato foi remetido ao regulador, para efeitos de parecer prévio vinculativo, no final do ano passado. Depois da análise do contrato e da sua fundamentação, “foram solicitados, em fevereiro de 2019, diversos esclarecimentos”, informou a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes numa carta enviada ao diário, em setembro.

Na altura, a entidade respondia a uma notícia que referia que o processo estava “encalhado” naquele órgão, considerando a expressão abusiva. “Nesta data [24 de setembro], não foi ainda rececionada informação adicional quanto ao referido processo, embora exista informação pública de que o mesmo está em andamento”, adiantou na altura.

O jornal procurou saber por que estava o processo atrasado. Por parte da CP – Comboios de Portugal, fonte oficial da empresa disse que esta respondeu às mais de cem perguntas que foram feitas pela AMT relativas ao projeto do contrato de serviço público.

No entanto, segundo o Público, o mesmo ainda não terá acontecido por parte das tutelas das Finanças e das Infraestruturas. Ambos os ministérios “estão a ultimar a nova versão do contrato, em consequência dos pedidos de esclarecimento formulados pela AMT, aos quais são dadas todas as respostas, devendo ambos ser remetidos a esta autoridade nos próximos dias”, disse fonte oficial do gabinete de Pedro Nuno Santos, ao diário, assegurando que o contrato será assinado antes de 3 de dezembro.

Se o contrato for assinado antes desta data, cumpre o calendário imposto por Bruxelas sobre a necessidade de os estados membros terem definidas regras com os operadores incumbentes sobre os serviços a prestar no transporte ferroviário de passageiros num quadro de liberalização desse mercado no qual se espera a entrada de novos operadores (supostamente privados).

No caso da CP, o Público apurou que o contrato com o Estado prevê reduzir em mais de metade o endividamento histórico da empresa, um valor que é atualmente de cerca de dois mil milhões de euros e cujo serviço de dívida esmaga os resultados anuais da empresa.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Estrela da Morte". Trump tem máquina de desinformação de mil milhões de dólares para ser reeleito

Face às eleições presidenciais dos EUA que se realizem este ano, Donald Trump montou uma máquina de desinformação, conhecida por "Estrela da Morte", avaliada em 1 mil milhão de dólares. Enquanto se desenrolam as primárias democratas …

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …

NASA já tem um preço para a próxima alunagem

O responsável pelos voos tripulados da NASA, Doug Loverro, revelou esta semana que a agência espacial vai precisar de  35 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos para conseguir voltar a pisar a Lua …

Covid-19: FMI admite que crescimento mundial desça para 3,1% este ano

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional admitiu este domingo que a previsão de 3,3% para o crescimento da economia mundial possa descer 0,1 ou 0,2 pontos percentuais devido à propagação do coronavírus. "Por enquanto, a nossa …

Próximo Orçamento tem de começar a ser apresentado em abril (mas Centeno não o fará)

As novas regras de desenho de orçamentos vão ser novamente adiadas, avança este domingo o semanário Expresso. A equipa das Finanças já está concentrada no próximo Orçamento do Estado. No entanto, apesar de haver uma lei …