CP só tem dinheiro para pagar salários de abril

Giacomo Giugiaro / Flickr

A ferroviária portuguesa só tem o pagamento dos salários assegurado até abril, numa altura em que está com uma quebra nas receitas de 95% devido à pandemia de covid-19.

Com uma quebra nas receitas de 95%, ao qual se junta o pagamento de reembolsos aos clientes por viagens não realizadas, a CP está a ficar sem dinheiro.

De acordo com o jornal Público, para poder pagar os salários de março e abril, a empresa foi autorizada pelo Governo a usar o saldo da conta de gerência de 2019, que se situará entre os 20 e os 30 milhões de euros. Para maio, contudo, ainda não há solução à vista.

O diário questionou os ministérios das Infraestruturas e das Finanças sobre qual será a resposta a esta situação, mas não obteve resposta. No entanto, refere que há duas possibilidades: um empréstimo do Tesouro (com pagamento de juros) ou o regresso às indemnizações compensatórias.

Neste segundo caso, escreve o matutino, a empresa ferroviária voltaria àquilo da qual se julgava afastada, quando, no ano passado, assinou um contrato de serviço público com o Estado.

O documento deveria ter entrado em vigor a 1 de janeiro, mas o Tribunal de Contas (TdC) teve algumas dúvidas e devolveu-o à CP. A empresa respondeu às perguntas e remeteu-o ao Ministério das Finanças em fevereiro, onde ainda se encontra, avança o jornal.

Segundo o Público, que cita o relatório e contas da CP de 2018, os custos com pessoal ascendem a 7,5 milhões de euros por mês. As receitas da venda de bilhetes rondam os 21,5 milhões de euros mensais, mas, neste momento, estarão reduzidas a cerca de um milhão de euros.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Vão buscar aos gestores que arruinaram a CP e a quem lhes picavam o ponto e nem sequer se apresentavam ao serviço. Vão buscar aos prémios milionários que receberam em época de crise.

  2. afinal o senhor doutor é completamente misógino e imparcial. Não tem como contornar essa questão. Desde que faço comentários neste espaço que sou “atacada” pelas opiniões que emito, sem as mesmas serem extremas, e isto, quando são publicadas. Um bem-haja a tanta falta de clareza de espírito. Não se veja no obrigação de publicar este post, mas quero somente esclarecer que o último que postei sobre as missas é verdadeiramente o que sinto. Numa altura em que tanto alarmismo se cria a volta do risco de contagio, não cabe na cabeça de ninguém incentivar a reunião de pessoas em qualquer tipo de evento, quer seja cultural, educacional ou de cariz religioso. Pois bem, se entenderam ostracizar-me só porque entenderam que sim que o façam. Parabéns, conseguiram cabeças limitadas. Não posso agradar a gregos e troianos, e sinceramente na tenho paciência para posições de teor político, cultural e religioso extremistas (seja de que vertente for). Ja basta ter visto a minha vida e existência completamente devassada e virada de pernas para o ar. Ena, tanto material que vos estou a dar para aproveitamento político.
    Fica, portanto, ao critério do moderador da Zap publicar ou não este meu comentário, visto que já no passado lhe pedi para ser retirada de argumentações que não me interessavam.

Emigrantes querem votar por correio nas presidenciais

O movimento de emigrantes "Também somos portugueses" pede a alteração urgente das leis eleitorais para que possam votar por correio, no mesmo dia em que Marcelo Rebelo de Sousa, atual Presidente da República, anuncia a …

"Um objectivo histórico". Efacec leva luz a todo o Ruanda

A Efacec instalou três sub-estações de alta tensão no Ruanda, contribuindo atingir "um objetivo histórico da República do Ruanda" com "a electrificação total do país em 2023". O projecto da empresa portuguesa está orçado em …

Portugal com mais 85 mortes e 3919 casos de covid-19. Número de internados nunca foi tão alto

Portugal regista, esta terça-feira, mais 85 mortes e 3919 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3919 novos casos, 2284 …

Vésperas de feriado sem confinamento obrigatório

Nos dias 30 de novembro e 07 de dezembro, que antecedem os dois feriados, não serão aplicadas as restrições de circulação definidas para os fins de semana e feriados, embora as escolas interrompam a atividade …

Eduardo Catroga: Foi o PS quem ultrapassou as "linhas vermelhas" após aceitar apoio do PCP e do BE

Eduardo Catroga, antigo ministro das Finanças de Cavaco Silva, defende que foi o PS quem ultrapassou as "linhas vermelhas" após aceitar o apoio do PCP e do Bloco de Esquerda, partidos "anti-tudo". O ex-ministro das Finanças …

Ministra garante que situação nas prisões está "controlada". PSD diz que Governo está "sem rei nem roque"

Esta segunda-feira, a ministra da Justiça Francisca Van Dunem esteve reunida com Marcelo Rebelo de Sousa, em Belém, num encontro em que participou também a ministra da Saúde, Marta Temido. À saída de uma audiência com …

Autarcas do Norte aceitam novas restrições, mas falam em falta de preparação e coerência por parte do Governo

A maioria dos autarcas do distrito do Porto concorda que era preciso apertar mais as restrições na região norte. Os líderes da câmaras aceitam as decisões com medo da alternativa, mas deixam algumas críticas à …

Porto é o único distrito do Norte onde novos casos diminuíram. Bragança, Viana e Vila Real em crescimento

De acordo com um relatório da Administração Regional de Saúde do Norte, o distrito do Porto registou, entre a segunda e terceira semana de novembro, uma diminuição de novos casos de infeção por covid-19. É …

Astrónomos detetaram milhões de sinais de uma civilização inteligente. Mas éramos nós

Uma equipa de astrónomos da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, detetou "assinaturas de tecnologia", ou emissões de rádio de baixa frequência, que podem apontar para uma possível tecnologia alienígena. No entanto, uma análise posterior …

Mundo de olhos postos na vacinação. Alemanha segue na dianteira, Pfizer prepara vacina em pó

O mundo continua de olhos postos numa vacina contra a covid-19, que carece ainda de aprovação final para ser comercializada, e a Alemanha segue na dianteira, estando já com o plano de vacinação praticamente fechado. De …