Covid-19. Sequelas em pessoas que eram saudáveis levaram ao transplante pulmonar

Alejandro Garcia / EPA

O cirurgião cardiotorácico José Fragata alertou esta terça-feira para as sequelas da covid-19 que já se começam a sentir nos pulmões de alguns doentes que ficaram semelhantes aos portadores de fibrose quística e a exigir um transplante pulmonar.

José Fragata, vice-reitor da NOVA Universidade Lisboa e diretor do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, participava na conferência online “O impacto da Covid-19 nas Doenças Respiratórias Crónicas nos países da CPLP”, organizada pelo Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT).

O cirurgião alertou para as consequências da covid-19 que só se conhecerão “no dia seguinte” da pandemia e que passarão por todos os que ficaram por tratar e os que ganharam sequelas respiratórias, articulares e outras, ainda não conhecidas.

“Esta é a verdadeira ponta do iceberg da pandemia que ainda não conhecemos”, afirmou.

De acordo com o especialista, “as sequelas pulmonares da covid-19 são pouco conhecidas, mas vão aparecendo”. E contou que ainda recentemente um homem com 60 anos, saudável até ficar doente com a covid-19, que esteve vários meses ventilado, teve de se submeter a um transplante dos dois pulmões, que ficaram “indistinguíveis da fibrose pulmonar”, apesar de serem saudáveis até à pandemia.

José Fragata referiu que outros dois doentes estão em lista de espera para o transplante pulmonar, pelos mesmos motivos.

A conferência sobre “O impacto da Covid-19 nas Doenças Respiratórias Crónicas nos países da CPLP” é organizada pelo IHMT em colaboração com a Global Alliance against Chronic Respiratory Diseases (GARD), a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e a GARD-Portugal, com o apoio da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH).

Na sessão de abertura, o secretário-executivo da CPLP, Francisco Ribeiro Teles, referiu que “a pandemia parece ainda longe de estar debelada e deixará feridas mais profundas nas geografias com maior vulnerabilidade social e económica”.

“O acesso à vacina continuará a condicionar as nossas expetativas em relação à covid-19”, disse, reiterando que a CPLP defende que as vacinas devem ser consideradas um bem público global” e que “o processo de vacinação deve ser global, não deixando ninguém para trás”.

Franco Mufinda, secretário de Estado da Saúde de Angola, também participou no evento online, recordando que a vacinação nesse país africano arrancou a 2 de março e que, desde então, foram vacinadas com uma dose 1.432.690 pessoas e 523.000 com duas.

Em Angola, a covid-19 tem uma letalidade de 2,4% e uma recuperação de 84%.

Com o epicentro da pandemia em Luanda, a covid-19 registou a primeira vaga em outubro de 2020 e a segunda em março deste ano, estando agora “a declinar”, segundo Franco Mufinda.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal já recebeu os primeiros 2,2 mil milhões de euros do PRR

A Comissão Europeia desembolsou, esta terça-feira, 2,2 mil milhões de euros a Portugal referente ao pré-financiamento de 13% do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), num montante global de 16,6 mil milhões de euros. A primeira …

Começou a dança das cadeiras. 4 autarcas saltam de Câmara (e fintam lei da limitação de mandatos)

De forma a contornarem a lei da limitação de mandatos, quatro autarcas vão candidatar-se a outros municípios nas eleições de 26 de setembro. A dança das cadeiras começou. O Jornal de Negócios apurou que, nestas eleições, …

"On the Move." Governo britânico terá criado um site para dissuadir requerentes de asilo

O Ministério do Interior do Reino Unido terá criado um website dirigido aos requerentes de asilo com pedidos "enganosos" para os dissuadir de viajarem para o país. Foram também difundidos anúncios no Facebook e Instagram …

Saiu para correr e nunca mais voltou. Ativista bielorrusso encontrado enforcado num parque em Kiev

Vitali Shishov estava desaparecido desde segunda-feira. As autoridades anunciaram hoje que o ativista foi encontrado morto num dos parques de Kiev, perto do local onde residia. Vitaly Shishov, diretor da organização não-governamental Casa da Bielorrússia na …

Mesmo para os vacinados, o certificado digital tem validade de seis meses

O sistema de certificados está em funcionamento desde o dia 1 de julho, mas os portugueses ainda têm algumas dúvidas e alguns problemas que passam, por exemplo, pela validade do documento. Estão disponíveis três tipos de …

PS aponta o dedo à direita e Bloco. "Quiseram transformar este inquérito num ajuste de contas"

O Partido Socialista (PS) entregou, esta segunda-feira, uma longa declaração de voto para explicar a oposição à versão final do relatório da comissão de inquérito ao Novo Banco. Na extensa declaração de voto, o PS divulga …

Simone Biles conquista a medalha de bronze no regresso à competição

A ginasta norte-americana conquistou a medalha de bronze na trave, esta terça-feira, uma semana depois de se ter retirado da competição por equipas dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 por questões de saúde mental. Simone Biles, que …

Professores pedem aumento de vagas no Superior. Governo fecha a porta

O Ministério do Ensino Superior fecha para já a porta ao aumento de vagas no Ensino Superior pedido pelos professores, que falam num "problema de justiça". Esta segunda-feira, foram conhecidas as médias nos exames nacionais, que …

"Não tem salvação". Governo culpa gestão da Dielmar (e garante que não vai investir mais na empresa)

O Ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, disse que a Dielmar "não tem salvação" e indicou que o Estado não tenciona investir mais dinheiro na empresa de vestuário, culpando a equipa de gestão. "Mais de 8 …

Um fantasma pode fazer com que uma pessoa viva adoeça? Os navajos acreditavam que sim

Os nativos americanos acreditavam que a "doença dos fantasmas" fazia com que pessoas que já morreram pudessem fazer com que os vivos ficassem doentes. Esta crença era mais comum entre o povo navajo no passado. Hoje …