Costa anunciou campanha de testes rápidos já esta quarta-feira. Escolas dizem nada saber

Paulo Novais / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou esta terça-feira, no Parlamento, que arrancará esta quarta-feira uma campanha de testes rápidos nas escolas, mas as instituições de ensino dizem nada saber sobre a iniciativa.

O líder do Executivo anunciou que na quarta-feira vão iniciar-se os testes rápidos nas escolas e adiantou que não hesitará em fechar estabelecimentos de ensino, se verificar que a variante inglesa do novo coronavírus, mais contagiosa, se tornou dominante.

António Costa falava na abertura do debate sobre política geral na Assembleia da República, após uma intervenção do líder parlamentar do PSD, Adão Silva, que foi muito crítico em relação à atuação do Governo no combate à epidemia de covid-19.

“Neste momento, estamos a bater-nos para manter as escolas abertas, já que sabemos o enorme custo social que representa fechá-las. Na quarta-feira, vamos iniciar uma campanha de testes rápidos em todas as escolas, tendo em vista reforçar a segurança”.

“Se para a semana ou daqui a 15 dias se souber, ou até mesmo se já nesta quarta-feira se souber, por exemplo, que a estirpe inglesa se tornou dominante no país, então, muito provavelmente, vamos ter mesmo de fechar as escolas“, advertiu.

Apesar das declarações de António Costa, o presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), Filinto Lima, disse, em declarações aos microfones da TSF, que as escolas nada sabem sobre esta indicativa.

“Sinceramente, quero ver para crer porque já em outubro e novembro o Governo prometeu esses testes rápidos. Criou expectativa nos pais, nos professores, nas comunidades escolares, só que até agora, não conhecemos essa medida. Ou seja, é mais um anúncio muito concreto de que amanhã irão começar os testes rápidos. Não sabemos onde, não sabemos que os vai aplicar porque isso supõe um ato médico, e estamos à espera de indicações nas próximas horas”, afirmou.

Também em declarações à TSF, o presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares, Manuel Pereira, diz desconhecer como é que a iniciativa irá ocorrer, frisando que os testes rápidos são uma medida há muito esperada.

Os testes são algo que estão a pedir há muito tempo, no sentido de tentar isolar os casos positivos e a maior parte deles assintomáticos. Acho que é uma boa medida, atendendo à situação tão grave vivida com a pandemia”, considera.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A ver vamos, mas duvido que façam alguns testes pois sabem bem quais vão ser os resultados
    Como continuam a teimar em não fechar as escolas não convém fazer testes porque terão mesmo que as fechar todas e rapidamente!

RESPONDER

Governador de Nova Iorque volta a ser acusado de assédio sexual

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, foi acusado por outra ex-assessora de assédio sexual, que foi sua assistente executiva e conselheira de políticas de saúde até novembro do ano passado. Segundo noticiou no sábado o New …

Francisco Assis alerta Governo para riscos das raspadinhas

O presidente do Conselho Económico e Social (CES), Francisco Assis, vai promover um estudo sobre o impacto social do vício da raspadinha e informar o Governo, na esperança de que este repondere o lançamento da …

Mais de 75% dos refugiados sírios podem sofrer de stress pós-traumático

Mais de três quartos dos refugiados sírios podem estar a sofrer de distúrbios mentais, como transtorno de stress pós-traumático (TEPT), dez anos após o início da guerra civil no país. De acordo com um artigo do …

AVC foi a principal causa das 112.334 mortes em 2019

As doenças circulatórias foram as principais causas das 112.334 mortes verificadas em Portugal em 2019, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística, assinalando que a mais mortífera foi o acidente vascular cerebral (AVC). Em 2019, …

Iémen irá enfrentar a pior fome já vista nas últimas décadas. Guterres implora por generosidade

De acordo com a ONU, a situação humanitária no Iémen é muito grave e o país irá enfrentar a pior fome à qual o mundo já assistiu. Esta situação pode ser revertida se os seus …

"Um erro histórico". Tratado assinado em Portugal incentiva aquecimento global

Um tratado assinado em Lisboa concede um grande poder às empresas de energia para processar os Estados caso se sintam prejudicadas por políticas climáticas. O Tratado da Carta da Energia (TCE) é um acordo internacional assinado …

Jornalistas estrangeiros denunciam "declínio da liberdade" na China

A China utilizou as medidas para controlar o coronavírus, a intimidação e restrições de visto para limitar a cobertura jornalística estrangeira em 2020, dando início a um "rápido declínio da liberdade na media", denunciou o …

Sindicato dos chefes da PSP interpôs ação judicial por causa da pré-aposentação

O Sindicato Nacional da Carreira de Chefes da PSP indicou este domingo que interpôs uma ação judicial para impugnar um despacho da direção nacional da Polícia Segurança Pública sobre a lista de pedidos da passagem …

"A agricultura em Montalegre vai acabar". Praga de javalis destrói culturas

Os agricultores do concelho de Montalegre andam desesperados com o facto dos javalis andarem a destruir as culturas. A população destes animais tem aumentado muito nos últimos anos e as medidas de controlo têm sido …

50 mil euros. Governo cria prémio nacional para proteger florestas

No próximo Conselho de Ministros, na quinta-feira, o Governo vai discutir um prémio bianual para projetos que ajudem a melhorar a floresta, do ponto de vista técnico, científico ou da comunicação. A notícia é avançada esta …