Na pele de negociador-mor, Costa quer governar à mesa com todos

Tiago Petinga / Lusa

Num ciclo de sessões contínuas de entrevistas, António Costa foi coerente em manter uma postura de negociador-mor: o primeiro-ministro quer governar à mesa com todos.

Segundo a edição desta segunda-feiro do Expresso, António Costa já conseguiu consolidar três ideias para as eleições legislativas de outubro: o primeiro-ministro luta por uma maioria absoluta sem a pedir; se não a tiver, não fará nenhum Governo de coligação; e, quer a tenha ou não, assume o “dever de esforço permanente de entendimento o mais alargado possível”, como clarificou numa entrevista recente à Antena 1.

Na mesma entrevista, Costa assumiu que fará acordos escritos com quem os quiser ou não escritos com quem não os quiser.

“Somos bastante agnósticos. Faremos documentos escritos com quem entender e sem documentos escritos com quem não entender. Isso não é para nós uma questão essencial”, afirmou o primeiro-ministro, apostado em alargar o espectro de parcerias possíveis para a próxima legislatura.

A estratégia de Costa é clara, seja por que motivo for: garantir a sobrevivência de um eventual Governo minoritário ou amortecer as oposições num eventual Governo de maioria absoluta. O que interessa é pôr fim ao conceito de “arco de governação” e replicar o exemplo da Câmara Municipal de Lisboa, onde foi presidente com e sem maioria absoluta “sem nunca ter mudado a forma de governar”, “em diálogo com todos”.

Isto significa que, se António Costa não conseguir alcançar a maioria absoluta, joga à defesa, evitando colocar-se nas mãos de um ou dois únicos parceiros, como aconteceu nestes últimos quatro anos.

Ainda assim o primeiro-ministro estabelece prioridades nas conversas que terá a seguir à noite de eleições de dia 6 de outubro. “É natural que ele fale com o PCP e com o BE, com quem governou nestes anos”, afirmou ao Expresso fonte próxima de António Costa.

Da mesma forma, “é natural que fale com o PAN, que foi um parceiro discreto nesta legislatura” e que tem a vantagem de ser um partido ideologicamente neutro, o que descomplica.

Sobre o partido de André Silva, há quem o aponte inclusive como a “primeira opção” para Costa começar o processo negocial pós-legislativas. Mas a estratégia de António Costa é bastante mais abrangente.

Erradicar pobreza e elevar o complemento solidário para idosos

Este domingo, o secretário-geral do PS afirmou que, para a próxima legislatura, tem a ambição de erradicar pobreza e de elevar o complemento solidário para idosos.

“A ambição que nós temos, na próxima legislatura, é avançarmos mais no objetivo de erradicar a pobreza. E se há pobreza que nós temos que erradicar é a pobreza que atinge os mais idosos, que são aqueles que estão mais frágeis, são aqueles que mais dependem dos outros”, disse António Costa.

O secretário-geral do PS e atual primeiro-ministro falava no comício realizado este domingo na Praça do Município, na cidade da Guarda.

“E, por isso, temos um objetivo muito preciso para a próxima legislatura. É elevar o complemento solidário para idosos até ao limiar da pobreza, para que consigamos chegar ao fim dos próximos quatro anos e dizer ‘não há nenhum idoso que esteja em situação de pobreza no nosso país’”, prometeu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Surtos em Lisboa levam a que cirurgias e consultas não urgentes voltem a ser suspensas

O governo suspendeu novamente a atividade não urgente nos hospitais de Lisboa, Amadora, Sintra, Loures e Odivelas, devido à concentração de casos de covid-19, disse hoje à agência Lusa fonte do Ministério da Saúde. “As orientações …

Benfica e Aves têm acordos secretos "à margem da lei" para transferência de jogadores

SL Benfica e Desportivo das Aves mantêm acordos "secretos" e "à margem da lei" para a transferência de jogadores, segundo a manchete do jornal Público deste sábado. A Vila das Aves é um destino frequente para …

Sócrates troca subvenção vitalícia de 2 mil euros por salário chorudo como consultor

O ex-primeiro-ministro José Sócrates voltou ao mercado de trabalho em Março deste ano, para trabalhar como consultar numa empresa privada. Perdeu, assim, o direito à subvenção vitalícia de 2372 euros brutos, uma vez que estará …

Suspeito de rapto de Maddie investigado por desaparecimento de criança no Algarve

O novo suspeito no caso do desaparecimento de Madeleine McCann está a ser investigado pelo desaparecimento de uma criança alemã no Algarve, em 1996. Christian B., está detido na Alemanha por abuso sexual de menores, entre …

Trabalhadores em lay-off podem perder dois a três salários em 2020

Feitas as contas com base nas linhas gerais do Programa de Estabilização Económica e Social, os trabalhadores em lay-off podem perder dois a três salários em 2020. O lay-off simplificado veio trazer uma solução rápida para …

Misterioso líquido descoberto dentro de pote em forma de cisne num túmulo chinês

Uma equipa de arqueólogos encontrou um misterioso líquido dentro de um pote de bronze em forma de cisne. O artefacto foi descoberto dentro de um túmulo chinês com mais de 2 mil anos. Um antigo túmulo …

Trump criticado após dizer que queda no desemprego é um "ótimo dia" para George Floyd

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse esta sexta-feira que a queda inesperada do desemprego marca “um ótimo dia” para George Floyd, o afro-americano cuja morte às mãos da polícia desencadeou protestos em …

Depois de Trump, Bolsonaro ameaça retirar Brasil da OMS

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, ameaçou na sexta-feira retirar o país da Organização Mundial da Saúde (OMS), após acusar a entidade de atuar de forma "política", "partidária" e "ideológica" num momento de pandemia de covid-19. “Eu …

Cientistas podem ter finalmente descoberto como funciona a anestesia geral

Cientistas podem ter descoberto, finalmente, como é que os anestésicos fazem as pessoas perder a consciência. A anestesia geral foi usada, pela primeira vez, em 1848, no Hospital Geral de Massachusetts, nos Estados Unidos, num paciente …

Com semáforos e muitas regras, arranca oficialmente a época balnear

A época balnear arranca hoje em todas as praias do Algarve, Almada, Cascais e na praia da Nazaré, com regras de distanciamento social e lotação máxima definida, devido à pandemia da covid-19, e com apelos …