Costa mostra as garras aos adversários de Pedro Marques, o homem dos “resultados” e não dos “soundbites”

Miguel A. Lopes / Lusa

O secretário Geral do PS, António Costa acompanhado pelo cabeça de lista do PS às eleições Europeias, Pedro Marques

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu esta terça-feira que o cabeça de lista socialista às europeias, Pedro Marques, está na política para produzir resultados, enquanto que os seus adversários vão para o terceiro mandato e só se lhes conhece “soundbites”.

António Costa falava no final da sessão comemorativa do 4º aniversário do Ação Socialista Digital, o órgão oficial deste partido, na qual estiveram presentes o cabeça de lista do PS às eleições europeias, Pedro Marques, assim como a ex-ministra da Presidência Maria Manuel Leitão Marques, apontada como provável “número dois” da mesma lista.

O líder socialista procurou fazer um contraste entre o perfil do seu ex-ministro Pedro Marques e o dos cabeças de lista de partidos que já se encontram no Parlamento Europeu há dez anos, começando por dizer que o PS, “felizmente, não tem de repetir os mesmos pela terceira vez”.

“Podemos ter como cabeça de lista alguém que já provou que não está na política para ser diletante, mas para servir o país e os portugueses. Esteve na política para produzir resultados“, disse, ligando então a ação política de Pedro Marques a medidas como a reforma da Segurança Social de 2007, o complemento solidário para idosos ou Programa Nacional de Reformas.

Ou seja, para Costa, Pedro Marques “não tem andado na política para passear diletantemente a produzir soundbites, tendo, antes, provas dadas na resolução de problemas concretos”.

“Que diferença com aqueles que, diletantemente, há dez anos estão no Parlamento Europeu sem que alguém lhes conheça um único contributo útil para a resolução de qualquer problema. Ao contrário do que alguns pensam, o Parlamento Europeu não é um espaço de diletância. Decide-se ali, para o bem ou para o mal, o futuro da Europa“, sustentou.

Na prática, Costa considera que Paulo Rangel, Nuno Melo, Marisa Matias e João Ferreira são cartas repetidas e figuras que nunca tiveram experiência governativa, uma mais-valia de Pedro Marques, até aqui ministro do Planeamento e Infraestruturas, e de Maria Manuel Leitão Marques, até aqui ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, explica o Observador.

Na sua breve intervenção, o líder socialista considerou essencial que um país como Portugal “se empenhe em ter peso efetivo dentro do Parlamento Europeu”. “Para um país médio como Portugal, para além da quantidade, temos de ter a qualidade, que faz a diferença. Essa diferença é a que nos permite ter a presidência do Eurogrupo”, referiu, numa alusão ao seu ministro das Finanças, Mário Centeno.

Na primeira intervenção da sessão, a diretora do Ação Socialista Digital, a deputada Edite Estrela, referiu que a sua publicação tem poucos meses de vida a mais do que a “Geringonça”.

“Alguns também vaticinaram vida curta ao Ação Socialista Digital, mas os incrédulos de ontem reconhecem agora que esta aposta inédita valeu a pena“, declarou Edite Estela numa intervenção centrada no tema do combate à desinformação.

“Essa é a grande preocupação do momento”, apontou a antiga eurodeputada socialista, antes de considerar que o surgimento das redes sociais “está inclusivamente a mudar o processo de decisão democrática”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Uma coisa ou vou fazer de certeza para as eleições europeias….. Votar num dos partidos extremos para eles destruirem por dentro o Parlamento Europeu Ilegal e contrário aos interesses dos povos e nações desta desunião europeia. O Parlamento Europeu é o parlamento dos tachos e carreiras bem remuneradas dos politicos europeus. nada melhor que destruir alguma coisa começando por dentro.

  2. A maior nulidade do governo (investimento zero), é para o indiano, um homem que produziu resultados. Afinal o que é isto ? Já não há o mínimo de vergonha.

Presidente promulga lei que lança app Stayaway Covid

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma que estabelece o responsável pelo tratamento dos dados e regula a intervenção do médico no sistema 'Stayaway Covid'. À margem de uma visita a Lagoa, no Algarve, …

Prémios e dados pessoais. Worten alerta clientes para falso SMS em circulação

A Worten alerta os clientes para não partilharem dados pessoais em resposta a mensagens publicitárias falsas que estão a circular por SMS em nome da retalhista, a anunciar um prémio. "Alertamos que não devem ser facultados …

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …