Costa identifica desigualdade salarial como um “combate que não pode parar”

Mário Cruz / Lusa

O primeiro-ministro António Costa identificou a desigualdade salarial como um problema persistente da realidade laboral portuguesa e assumiu que é a sua principal prioridade para as legislativas.

A discursar esta sexta-feira em Viseu, naquela que foi a primeira de quatro convenções do Partido Socialista na preparação para as legislativas, António Costa alertou para as desigualdades salariais existentes e reiterou que o “combate não pode parar“.

“Apesar da diminuição desde 2013, nós continuamos a ter uma desigualdade de rendimentos acima da média europeia e, se queremos convergir, não podemos convergir só quanto às contas certas e ao crescimento. Temos também de convergir em matéria de menor desigualdade”, disse o secretário-geral do PS.

António Costa remeteu para os anos que passaram desde o 25 de abril, mas que apesar disso continua a haver uma grande discrepância nos salários entre homens e mulheres. “É uma desigualdade em que as mulheres ganham menos 18,3% do que os homens para a mesma função e essa desigualdade é maior quando estamos a falar de profissionais mais qualificados ou quadros superiores”, explicou.

O primeiro-ministro corroborou o seu discurso com vários gráficos e ainda contou com as declarações da secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade. Rosa Monteiro anunciou que no dia 27 serão apresentados os primeiros resultados da nova lei que obriga as empresas a não enviesarem as grelhas salariais dos seus trabalhadores “sob o ponto de vista do género”.

Segundo o jornal Público, Costa realçou ainda que o nível de escolaridade tem uma grande influência na diferença salarial. “Em Portugal, o facto de ter ou não ter o ensino secundário completo significa uma diferença de 70% no vencimento, enquanto na União Europeia é 50%”, disse.

Numa retrospetiva da última legislatura, o líder socialista falou das políticas que “permitiram criar mais empregos, mais justiça fiscal e aumentar o salário mínimo”. No entanto, “há sempre novos desafios que ameaçam pôr em causa a igualdade já conquistada”, acrescentou.

“Hoje temos um quadro num cenário macroeconómico que é o que resulta do Programa de Estabilidade e, portanto, não nos podemos comprometer a fazer nada que não tenhamos a certeza de que vamos poder cumprir ao longo dos próximos quatro anos”, concluiu.

Depois de Viseu, as próximas convenções do PS serão em Faro, Portalegre e Braga. As alterações climáticas, a demografia e a sociedade digital serão temas de destaque dos socialistas.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Chega "indica" Joana Marques Vidal para conselho de ética parlamentar

O Chega propôs na sexta-feira a criação de um conselho de ética parlamentar, presidido pela ex-procuradora-geral da República (PGR), Joana Marques Vida. Numa nota enviada à agência Lusa, o Chega justificou esta iniciativa pelo facto de …

Miranda do Corvo decreta três dias de luto municipal por morte de bombeiro

A Câmara de Mirando do Corvo decretou três dias de luto municipal em memória do bombeiro da corporação de voluntários da vila José Augusto Dias Fernandes, que morreu no sábado, durante o combate a um …

Bill Gates pede que medicamento para a covid-19 vá para os mais necessitados (e não para o "maior apostador")

O co-fundador da Microsoft Bill Gates pediu esta semana que os medicamentos e uma eventual vacina que possa surgir para a covid-19 sejam disponibilizados para quem mais precisa, e não para o "maior apostador". Citado pela …

Dois (ou três) jogadores do Flamengo podem chegar ao Benfica à boleia de Jesus

Os jogadores do Flamengo Gerson e Bruno Henrique podem chegar ao Benfica à boleia de Jorge Jesus, que tem sido apontado à Luz para suceder a Bruno Lage. Apesar de já se ter noticiado a …

Ensino Superior tem 2.370 vagas para alunos do profissional

O próximo ano letivo terá 2.370 vagas no Ensino Superior direcionadas para alunos do ensino profissional, avança o jornal Público este sábado, detalhando que, ao todo, 456 licenciaturas. As vagas em causa fazem parte do …

Horta Osório não exclui regresso a Portugal (e trabalhar fora da banca)

António Horta Osório, que em breve vai deixar a presidência executiva do banco britânico Lloyds, não exclui um regresso a Portugal no seu futuro profissional. “O meu futuro profissional [pós-Lloyds] está totalmente em aberto e …

Parede de estação de comboio na Polónia escondia carta escrita por trabalhadores forçados da 2ª Guerra

Uma carta escrita por dois trabalhadores forçados durante a II Guerra Mundial foi encontrada dentro de uma garrafa escondida na estação de comboios de Nowe Skalmierzyce, um cidade na Polónia. A carta foi descoberta por trabalhadores durante …

No século XVIII, um em cada cinco londrinos tinha contraído sífilis até aos seus 35 anos

Há 250 anos, pelo menos um em cada cinco londrinos tinha contraído "a varíola" (sífilis), causada pela bactéria Treponema pallidum, até aos seus 35 anos. Este estudo, com base em registos de internação, relatórios de inspeção e …

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …