Costa identifica desigualdade salarial como um “combate que não pode parar”

Mário Cruz / Lusa

O primeiro-ministro António Costa identificou a desigualdade salarial como um problema persistente da realidade laboral portuguesa e assumiu que é a sua principal prioridade para as legislativas.

A discursar esta sexta-feira em Viseu, naquela que foi a primeira de quatro convenções do Partido Socialista na preparação para as legislativas, António Costa alertou para as desigualdades salariais existentes e reiterou que o “combate não pode parar“.

“Apesar da diminuição desde 2013, nós continuamos a ter uma desigualdade de rendimentos acima da média europeia e, se queremos convergir, não podemos convergir só quanto às contas certas e ao crescimento. Temos também de convergir em matéria de menor desigualdade”, disse o secretário-geral do PS.

António Costa remeteu para os anos que passaram desde o 25 de abril, mas que apesar disso continua a haver uma grande discrepância nos salários entre homens e mulheres. “É uma desigualdade em que as mulheres ganham menos 18,3% do que os homens para a mesma função e essa desigualdade é maior quando estamos a falar de profissionais mais qualificados ou quadros superiores”, explicou.

O primeiro-ministro corroborou o seu discurso com vários gráficos e ainda contou com as declarações da secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade. Rosa Monteiro anunciou que no dia 27 serão apresentados os primeiros resultados da nova lei que obriga as empresas a não enviesarem as grelhas salariais dos seus trabalhadores “sob o ponto de vista do género”.

Segundo o jornal Público, Costa realçou ainda que o nível de escolaridade tem uma grande influência na diferença salarial. “Em Portugal, o facto de ter ou não ter o ensino secundário completo significa uma diferença de 70% no vencimento, enquanto na União Europeia é 50%”, disse.

Numa retrospetiva da última legislatura, o líder socialista falou das políticas que “permitiram criar mais empregos, mais justiça fiscal e aumentar o salário mínimo”. No entanto, “há sempre novos desafios que ameaçam pôr em causa a igualdade já conquistada”, acrescentou.

“Hoje temos um quadro num cenário macroeconómico que é o que resulta do Programa de Estabilidade e, portanto, não nos podemos comprometer a fazer nada que não tenhamos a certeza de que vamos poder cumprir ao longo dos próximos quatro anos”, concluiu.

Depois de Viseu, as próximas convenções do PS serão em Faro, Portalegre e Braga. As alterações climáticas, a demografia e a sociedade digital serão temas de destaque dos socialistas.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Criada tecnologia que traduz pensamentos diretamente em texto

Uma equipa de investigadores diz ter criado um sistema capaz de traduzir sinais cerebrais diretamente em texto escrito. Este é um passo promissor para que no futuro seja possível escrever num computador apenas com o …

Desaparecimentos, mistérios e lendas. O Triângulo do Alasca pode ser mais perigoso do que o das Bermudas

Milhares de pessoas desaparecem todos os anos no estado norte-americano do Alasca, fazendo lembrar as histórias do Triângulo das Bermudas, onde aviões e navios desapareceram sem deixar rastro. De acordo com a revista The Atlantic, três …

Descobertas sete novas aranhas-pavão. E uma parece um quadro de Van Gogh

Foram encontradas sete novas espécies de aranha do género Maratus. E há uma que se destaca por se parecer com "A Noite Estrelada", famoso quadro de Vincent Van Gogh. Nos últimos anos, as aranhas-pavão (do género Maratus) …

Estado de emergência no México suspende produção de cerveja Corona

Nem toda a publicidade é boa publicidade. Que o diga a cerveja mexicana Corona que, em tempos de pandemia, partilha o nome com o vírus de que já ninguém quer ouvir falar. Segundo o jornal The …

Gás natural pode transformar Moçambique no "Qatar de África" (se os jihadistas deixarem)

A descoberta de gás natural em Moçambique é vista como uma grande esperança para o país que, à boleia dos avultados investimentos que está a receber de grandes multinacionais, sonha tornar-se no "Qatar de África". …

Afinal, os 1.000 ventiladores doados por Elon Musk podem não ser completamente inúteis

Elon Musk, CEO da Tesla, doou mil ventiladores do tipo errado a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Agora, afinal, os ventiladores vão poder ser usados em casos de …

Cientistas preveem quatro grandes furacões no Atlântico em 2020

Cientistas da Universidade Estadual do Colorado, nos Estados Unidos, preveem que se formem quatro grandes furacões no Oceano Atlântico em 2020. De acordo com os especialistas, estes quatro furacões serão de categoria 3 a 5 na …

Neymar doa 870 mil euros para luta contra a pandemia no Brasil

O futebolista internacional brasileiro Neymar doou cerca de 870 mil euros para a luta contra a pandemia covid-19 no seu país, revelou esta sexta-feira o canal SBT. Segundo a estação de televisão brasileira, o contributo de …

França confiscou quatro milhões de máscaras destinadas a Espanha e Itália

As autoridades francesas apreenderam quatro milhão de máscaras que uma empresa sueca transportava da China para a Espanha e Itália no início do mês. A disputa diplomática foi revelada na quarta-feira pela revista francês L'Express. Segundo …

Sobe para 52 o número de elementos da PSP infetados

Subiu esta sexta-feira para 52 o número de elementos da PSP infetados com covid-19, revelou esta força de segurança, dando conta que está a ser assegurado apoio psicológico a todos os polícias com 30 profissionais. Em …